Caro leitor,

Vivemos tempos difíceis.

Uma pesquisa da FGV Projetos aponta que 55% dos brasileiros atualmente estão atrás de uma renda extra para reforçar o orçamento.

Você é um deles?

Muitos deles encontraram uma alternativa prática e lucrativa para alcançar este objetivo.

Leia essas histórias:

#1 O analista de sistemas de Contagem (MG) Roberto B. já pensa o que fazer com os R$ 10.921,92 que vão cair em sua conta em 30 de novembro.

#2 Em 15 de agosto, a gerente de marketing Adriana O., de Campinas (SP), embolsou R$ 10.500,00 para gastar como quiser.

#3 O professor universitário de Porto Alegre (RS) Fábio C. recebeu um crédito de R$ 4.320,00 em sua conta corrente no último 25 de julho.

O que essas pessoas têm em comum?

Os três são portadores de um grupo muito especial de ativos.

Eles são donos de ações que pagam para você mantê-las em sua carteira.

Trata-se de um tipo de investimento que pode ser acessado facilmente.

É uma maneira de garantir uma renda extra sem a necessidade de aumentar sua carga de trabalho.

Ou arranjar um segundo emprego.

O processo é 100% on-line e 100% seguro.

E proporciona uma renda extra de R$ 4.320,00, R$ 10.500,00, R$ 10.921,92

Para se habilitar para esta estratégia, você precisa responder afirmativamente a apenas 5 perguntas:

  • Quer ter uma renda extra que aumenta a cada ano?
  • Possui acesso válido?
  • Tem acesso à Internet?
  • Tem 30 minutos livres por mês?
  • Possui R$ 1.000 disponíveis para investir?

Caso atenda a esses requisitos, ótimo.

Vamos em frente.

Muita gente ainda acha que é complicado investir na Bolsa.

Nada mais longe da verdade.

O acesso a esse grupo de ações que pagam para mantê-las em sua carteira é tão fácil como fazer uma compra pela internet.

Quando você quer um celular novo (ou um livro, ou um eletrodoméstico), o que você pode fazer?

Você acessa o link da loja em que você mais confia e que tenha o melhor preço…

No caso das ações, o equivalente é uma corretora de valores.

O próximo passo é clicar no seu produto preferido.

Ou seja, na ação que paga para você mantê-la em sua carteira.

A partir deste momento, você se torna dono da ação.

Tem todos os direitos referentes a ela – incluindo, claro, às remunerações relacionadas.

R$ 4.320,00, R$ 10.500,00, R$ 10.921,92

E, não menos importante, você pode vender essas ações quando quiser.

Simples assim.

Sem complicações.

As ações que pagam para você ser dono delas são de fácil acesso.

Essa conversa de que é “difícil investir na Bolsa” é um dos mitos criados pelo sistema financeiro para afugentar a pessoa física.

Quer ouvir outro?

“Esse tipo de investimento é só para quem tem muito dinheiro ou para quem mexe com finanças”

Não caia nesta bobagem.

Dá para começar a investir na Bolsa com menos de R$ 100,00.

Só que os analistas sugerem um valor inicial suficiente para comprar um lote de 100 ações, o que eleva a quantia inicial para perto de R$ 1.000,00.

Outro mito difundido por aí é o ‘enorme risco’ envolvido em uma operação na Bolsa.

Nada disso.

Claro que um investimento de bom retorno traz algum grau de risco…

Mas ele é totalmente controlado.

A partir de critérios rígidos de análises, é possível definir quais as ações vão pagar melhor para que você as mantenha em sua carteira.

Veja bem…

Todas as empresas com capital aberto vêm à público a cada três meses para divulgar seus resultados financeiros.

Elas são obrigadas a fazer isso…

Esses dados servem de insumos para avaliar a situação de cada uma delas – e ajuda dar uma ideia de como suas ações vão reagir.

Com esses números, você consegue aumentar significativamente a segurança de seu investimento.

Aplicar na Bolsa não é loteria.

Com um olhar cuidadoso, você vai perceber quais são as ações que vão proporcionar a você a maior renda extra possível.

R$ 4.320,00, R$ 10.500,00, R$ 10.921,92

Basta ter a informação certa e saber o momento exato de agir.

Vamos falar mais a respeito desse aspecto…

Antes, porém, queremos alertá-lo para outra conversinha que corre à solta quando o assunto são ações:

“A Bolsa não é um lugar para investir no longo prazo”

Talvez essa seja a maior mentira que difundida por aí…

Provavelmente essa má fama seja por causa de um típico específico de investidor: os traders.

Esses profissionais são especialistas em especular com a volatilidade da Bolsa.

Eles compram e vendem diariamente, muitas vezes realizando operações complexas.

Não é nada disso que estamos tratando aqui…

A maioria dos investidores prefere manter os papéis por um médio e longo prazo…

A tendência, aliás, é sua renda extra ficar maior a cada ano…

Você já ouviu falar do megainvestidor americano Warren Buffett?

Sua fortuna é avaliada 76,4 bilhões de dólares, de acordo com a revista Forbes.

Quase toda essa riqueza foi construída com investimentos na bolsa.

Buffett, inclusive, é considerado um especialista em ações que pagam para você mantê-las em sua carteira.

Mais do que isso: aproveita como ninguém o momento de baixa nos preços para comprar mais – e aumentar sua renda extra mensal.

Buffett sabe que esses ativos funcionam como máquinas de imprimir dinheiro.

As ações que pagam para você mantê-las em sua carteira vão te remunerar por sua confiança e fidelidade.

Talvez a melhor forma de ajudar você a entender esse grupo especialíssimo de ativos é fazer uma analogia com o mercado imobiliário.

Dá para dizer, por exemplo, que essas ações remuneram seus donos da mesma forma que um inquilino paga um aluguel ao proprietário do imóvel.

Só que com muito, mas muito mais vantagens.

Vamos a elas…

A primeira delas, e a mais óbvia, é que você não precisa se preocupar com inquilino caloteiro.

Nem com o valor do condomínio, caso o imóvel fique vago.

Você aplica nas ações e aguarda cair na sua conta a parte que lhe cabe.

Simples assim.

A segunda é que você não precisa de valores altos para começar a investir.

Claro que quanto mais dessas ações você comprar, maior será sua renda extra.

A terceira vantagem é a liquidez.

Você deve imaginar como é difícil vender um imóvel, não?

Ainda mais na crise atual….

No caso das ações, é possível converter os papéis em dinheiro imediatamente.

Você pode se desfazer dela imediatamente…

E mais: você vai descobrir que terá oportunidade de ganhar +100%, +200% do que pagou pelas ações – e em menos de um ano…

Mas essa ainda não é a melhor parte.

A quarta (e maior) vantagem é ganhar muito mais com ações que pagam para você mantê-las em sua carteira do que com o aluguel de imóveis.

E muito mais aqui não é força de expressão.

Que tal colocar tudo na ponta do lápis?

Atualmente, a rentabilidade média do aluguel atual é 4,3% do valor do imóvel por ano.

Por exemplo, quem compra um imóvel por R$ 200.000,00 recebe algo próximo de R$ 9.000,00 por ano.

Muito? Pouco?

Garanto que um valor bem menor do que remuneram as ações que pagam par você ter elas em seu poder.

Vamos comparar com os exemplos que reunimos no início desta carta-convite…

De onde vieram os R$ 10.921,92 recebidos pelo analista de sistema de Roberto B., do caso #1?

No início de 2009, ele usou parte da herança que recebeu com a morte de uma tia-avó para investir R$ 13.500,00 em ações de uma incorporadora.

Eram ações que pagam para você mantê-las em sua carteira.

Os R$ 10.921,92 que vão cair na conta de Roberto ainda neste ano representam uma espécie de bônus que ele teve direito por acreditar na empresa.

Essa quantia corresponde a 80,903% do investido…

É como se você comprasse um apartamento por R$ 200.000,00 e recebesse de aluguel R$ 161.806,00 por ano – ou R$ 13.483,33 por mês.

E não foi só isso…

Lembre-se que, em geral, essa grana extra, em regra, cai todos os anos em sua conta…

Ao longo dos últimos oito anos em que ele teve as ações, Roberto também viu cair em sua conta os seguintes valores:

2010: R$ 2.700,71

2011: R$ 3.945,26

2012: R$ 5.324,94

2013: R$ 5.441,47

2014: R$ 9.485,27

2015: R$ 11.085,56

2016: R$ 9.897,74

Mais do que uma viagem de férias a cada ano, não?

Ao todo, o Roberto já embolsou R$ 47.880,95.

O valor é bem maior do o investimento inicial…

Eis outro aspecto maravilhoso desse investimento: esse tipo de ação se “auto-paga”.

E, veja bem, essa conta não soma os R$ 10.921,92 que ele vai lucrar agora em 2017…

Todo esse dinheiro aumentou o patrimônio do Roberto sem que ele tivesse aberto mão de suas ações…

Os papéis, que custaram R$ 13.500,00 em janeiro de 2009, valem hoje R$ 226.000,00.

Eles continuam pertencendo a Roberto, que pode vender quando bem entender.

Somando tudo, os R$ 13.500,00 iniciais se transformaram R$ 284.802,87.

Lembra ou não uma máquina de imprimir dinheiro?

É preciso deixar claro que esse não é um caso isolado…

Ações que pagam para você mantê-las em sua carteira estão a cinco ou seis cliques de distância.

A gerente de marketing Adriana O., do exemplo #2, as descobriu também em 2009.

Ela investiu R$ 16.300,00 em cotas acionárias de uma marca em que ela confiava.

Em 2017, até o momento, ela colocou no bolso R$ 10.500,00.

Para ela gastar como bem entender.

Uma quantia correspondente a aproximadamente 64% do investido – lembra que o aluguel paga em média apenas 4,3% ao ano?

Por enquanto.

Porque tudo indica que ela receberá mais uma parcela de rendimento até o fim do ano…

Assim como o Roberto, ela também ganhou renda extra todos os anos em que ficou com a ação em sua carteira…

2010: R$ 3.300,00

2011: R$ 7.400,00

2012: R$ 15.200,00

2013: R$ 12.700,00

2014: R$ 8.800,00

2015: R$ 8.800,00

2016: R$ 9.700,00

2017: R$ 10.500,00

Repare que o valor flutuou ao longo dos anos…

Desde que passou a ser dona das ações que pagam para você tê-las em sua carteira, a Adriana já teve renda extra de R$ 76.400,00.

Nada mal para um investimento inicial de R$ 16.300,00…

E sempre é bom lembrar…

Mesmo com todos esses reais que pingaram ano a ano, que aumentaram em 5x o capital inicial… Ela continua dona das ações.

Os ativos pelos quais ela pagou R$ 16.300,00 valem hoje R$ 270.000,00.

Um valor do qual ela pode ter acesso a qualquer momento.

Liquidez imediata.

Basta vender e o dinheiro cai na conta.

Só que o mais interessante, como você notou, é ter esse grupo de ações ao seu lado como uma estratégia de riqueza a longo prazo.

Podemos ficar aqui listando dezenas de exemplos que podem transformar a vida financeira de uma pessoa.

Essas ações, além de pagar para você mantê-las em sua carteira garantindo um rendimento extra, também aumentam seu patrimônio.

Você ganha duas vezes: com a renda extra e com a valorização dos papéis.

Quanto mais tempo você ficar com as ações, melhor.

Mas há casos de bons retornos rápidos.

Vamos agora a história #3 do Fábio, professor universitário de Porto Alegre.

Ele se deu conta do potencial das ações que pagam para você carregá-las ao longo dos anos bem depois que a Adriana e o Roberto.

O Fábio investiu R$ 20.240,00 em março de 2015 em uma promissora empresa de mineração.

Neste ano, ele já recebeu três depósitos.

O primeiro foi em 19 de janeiro, quando foi creditado em sua conta corrente o valor de R$ 3.187,60.

Quatro meses, outro depósito, desta vez de R$ 625,96.

O terceiro veio há menos de dois meses, em 19 de julho: R$ 1.013,04.

O total de sua renda extra neste ano, até agora, foi de R$ 4.826,60.

Esse valor corresponde a 23,84% da quantia investida há pouco mais de dois anos.

Além disso, o Fábio teve direito em 2016 a um montante de R$ 1.391,60.

Esse número eleva o total recebido como recompensa por manter essas ações em seus domínios a R$ 6.217,90.

Até agora.

Vale ressaltar mais uma vez.

Esse lucro foi obtido sem que ele se desfizesse das ações.

Os ativos continuam seus.

As ações do Fábio tiveram uma alta de +185% de março desde 2015.

Ou seja, os R$ 20.240,00 naquela data são cotados hoje em R$ 57.800,00.

Como disse acima, e nunca é demais repetir: com as ações que pagam para você mantê-las em sua carteira, você ganha duas vezes.

Mas é preciso esperar pelo menos dois anos para ganhar um dinheiro significativo?

De forma alguma.

Vamos conhecer agora a corretora de imóveis Paula B.

Ela ficou sabendo das possibilidades das ações que pagam para você ser dona delas por um primo que já investia na Bolsa.

Em janeiro do ano passado, investiu R$ 7.540,00 em um banco de varejo.

Como essa empresa costuma pagar rendimentos trimestralmente, ela recebeu a primeira parcela logo em março: R$ 372,60.

De lá para cá, seus rendimentos extras somaram R$ 2.090,80.

E, se tudo correr bem, nova parcela deverá ser depositada em outubro deste ano.

Sim, vou repetir: esse dinheiro, que corresponde a 27,72% do investido há um ano e meio, veio sem que fosse preciso vender as ações.

O dinheiro chega só porque você é dono dos ativos.

As ações se pagam sozinhas.

Simples assim.

Os papéis que Paula detém subiram de R$ 7.540,00 para R$ 33.840,00.

Uma alta de +348% em apenas um ano e meio.

ALERTAEssa estratégia não é para todo mundo.

Ela pode envolver riscos. Você precisa ter plena ciência disso.

Ninguém pode prever o futuro com absoluta certeza. Ninguém.
Retorno passado não é garantia de retorno futuro.

Todas as trajetórias que terminaram com sucesso incontestável envolveram em alguma instância perdas pelo meio do caminho.

Então, pode haver risco, mas o potencial de lucros é realmente gigantesco.

Os casos que mostramos aqui são reais.

É importante ressaltar que o conteúdo deste material não se confunde com os relatórios de análise, que vão trazer o racional completo de cada recomendação.

 

Mas, afinal, qual é a mágica que faz essas ações pagarem tanto para nós ficarmos com elas?

As ações representam pequenas partes de uma empresa.

Quando você compra esses papéis, você passa a ser sócio minoritário de uma companhia.

E como qualquer dono de um negócio, você tem direito a uma parcela de lucro da empresa.

Quanto melhor o desempenho da empresa, mais você ganha.

Você tem direito a essa remuneração simplesmente por deter ações da empresa.

Essa renda paga pela empresa são os dividendos e outros proventos.

A porcentagem dos lucros destinada aos acionistas varia de empresa para empresa.

Por isso, é preciso saber qual a política de dividendos praticados por cada uma delas.

Esse é um fator fundamental na hora da análise.

Em geral, os pagamentos ocorrem uma vez por ano.

Mas há empresas que optam por distribuir dividendos e outros proventos a cada três meses.

De qualquer forma, você ganha duas vezes:

  • Com uma renda extra para gastar quanto quiser — R$ 4.320,00, R$ 10.500,00, R$ 10.921,92
  • E com a valorização dos ativos. 

A Bolsa bateu seu recorde histórico. Será que este é momento certo para comprar ações que pagam dividendos?

Sem dúvida nenhuma.

A explicação está na combinação de 6 fatores:

1) A Bolsa ainda está barata.

Sim, o teto histórico nominal de 73.516,80 foi atingido no início de setembro.

Só que, se levarmos em conta a inflação do período, o pico na verdade seria de 128.000 pontos.

Ou seja, para quem comprou na máxima, vender hoje significa reconhecer uma perda graças à corrosão da inflação de 43 por cento.

2) O Brasil vive uma retomada da economia.

Após dois anos de queda, a riqueza do país voltou a ter crescimento positivo em 2017.

Esse movimento está ligado a uma guinada à ortodoxia econômica.

Mesmo com todo esse cenário de crise política, o trabalho de Henrique Meirelles na Fazenda tem sido eficiente.

As mudanças da economia estão sendo feitas de forma estruturada.

O primeiro passo foi a aprovação do ajuste fiscal, que limitou os gastos públicos.

Depois, vieram a reforma trabalhista e o pacote de privatizações anunciado em julho.

Um sintoma claro, e que todos nós percebemos, é a inflação baixa: a menor em muitos anos.

Esse crescimento passo a passo beneficia diretamente as ações que pagam dividendos para você mantê-las em sua carteira.

3) A queda dos juros

Paralelamente, está ocorrendo uma queda acentuada da taxa de juros, o segundo ingrediente que faz o momento perfeito para entrar na Bolsa.

Viemos de um patamar de 14,25%, em outubro de 2016, para os atuais 8,25%.

A expectativa é que a taxa recue para 7% em 2018.

Com juros mais baixos, muitos investidores vão tirar o dinheiro da renda fixa para a variável.

É um caminho quase natural…

4) O dinheiro dos gringos

A liquidez global é simplesmente gigantesca diante dos programas de afrouxamento adotados por Bancos Centrais de diversos países.

As autoridades monetárias dos Estados Unidos, Japão e Europa despejaram trilhões de dólares no mercado desde a crise internacional de 2008.

E há outro aspecto em comum entre as maiores economias do mundo além da torneira aberta para despejar dinheiro no mercado…

Hoje, elas oferecem taxas de juros praticamente zeradas, ou seja, sem grande atratividade para seus investidores.

Para onde irá todo esse dinheiro?

Por causa da crise política, o mercado internacional ainda está subestimando o potencial de recuperação brasileira.

Quando começarem a perceber a melhora, o fluxo de capitais em direção ao Brasil vai aumentar significativamente.

A absorção de um percentual ínfimo desse capital já seria suficiente para se traduzir em um efeito brutal aqui.

É como resumiu Giuliano de Marchi, do JP Morgan, em entrevista à Infomoney.

“Vou para o Brasil, [minha alocação] era só de 1% do total, aumentarei para 2%. Para esse investidor, são somente 2%, mas para o Brasil já são 100% a mais. É um pouco do que ocorreu no boom das commodities.”

De novo. Oferta-demanda. Quais ações vão mais se beneficiar?

Você já sabe a resposta: as que pagam para você mantê-las em sua carteira.

5) Empresas saudáveis

Talvez você se pergunte: mas as empresas brasileiras estão preparadas para crescer depois dessa série de trimestres em recessão?

A situação das empresas brasileiras com capital aberto, de um modo geral, é extremamente confortável.

A retração da atividade econômica em geral permitiu que indústria, comércio e agronegócio fizessem os ajustes necessários em busca de eficiência.

O resultado é que o empresariado terá a chance de trabalhar sem a pressão de aumentos de custos e salário.

A consequência virá naturalmente nos balanços de final de ano, com os lucros auferidos na Demonstração do Resultados do Exercícios.

Como disse antes, mais lucros significa maior renda extra para os acionistas.

Ou seja, mais as empresas pagam para que você mantenha as ações na sua carteira.

É uma relação diretamente proporcional.

Mas há ainda um sexto fator fundamental nesta equação.

6) Vivemos o quarto grande ciclo de alta na Bolsa

A Bovespa teve, ao longo de sua história três grandes ciclos de valorização – sempre relacionado a uma instabilidade política.

O primeiro deles, durante a turbulenta passagem da ditadura para a Nova República, fez a Bolsa subir 16x.

O segundo grande ciclo de valorização, que multiplicou as ações em média em em 30x, veio a partir do impeachment do Collor.

O crescimento começou em um momento em que muita gente não confiava nas instituições democráticas estabelecidas na Constituição de 1988.

O terceiro deles ocorreu também depois de um período de indefinição, antes da eleição do presidente Lula.

O resultado foi um impulso com uma multiplicação de 19x.

Agora, estamos novamente diante de uma ruptura de cunho político, que inclui o descrédito total de parlamentares e membros do executivo.

A convicção de nossos analistas é que estamos em um novo ciclo de alta da Bolsa, com possibilidade de grande evolução.

E qual grupo de ações vai mais beneficiar dessa onda?

Sim, elas mesmas.

As que pagam dividendos e outros proventos periodicamente – e que você precisa ter em sua carteira.

Mas como eu faço para ter acesso a estas ações?

É importante ter em mente que nem todas as ações que pagam dividendos garantem boas rendas extras.

Somente as melhores: as selecionadas por um método único e exclusivo.

O critério de escolha envolve elementos muito específicos.

O desafio é identificar quais ações vão pagar as melhores rendas nos próximos meses e anos.

Por essa razão, o responsável por escolher as ações que vão pagar para você mantê-las em sua carteira é mais do que um analista de investimentos.

O profissional escolhido pela Empiricus para o trabalho se apresenta como analista de renda.

Seu nome é Sérgio Oba.

Com quinze anos de atuação no mercado financeiro, ele tem experiência profissional em grandes bancos e em gestora de recursos.

Virou um especialista em capturar retornos recorrentes e sustentáveis.

Ele é o responsável pela série Vacas Leiteiras.

Seu trabalho é focado justamente na renda extra que uma ação pode proporcionar.

Sua meta é buscar constantemente empresas cujas ações remunerem seus detentores a taxas superiores à média do mercado.

Em outras palavras, o Sérgio mira em ações de empresas que pagam o máximo de dividendos por reais investidos.

Todos os dias.

O tempo todo.

Sua experiência mostrou que uma empresa precisa ter certos pré-requisitos para entrar na lista das que melhor remuneram seus acionistas.

Algumas delas são as seguintes:

  • Atuação em mercados tradicionais;
  • Boa governança corporativa;
  • Vantagem competitiva;
  • Baixo risco regulatório;
  • Alta geração de caixa;
  • Crescimento comprovado;
  • Baixa necessidade de capital;

Essas são as características das empresas que pagam para você mantê-las na sua carteira.

Esse é objetivo, Adilson: ser simples e ir direto ao ponto.

Por isso, sempre explicamos o racional de cada ação que paga para você mantê-la em sua carteira.

Esse é o espírito, Ricardo.

O Sérgio, de certa forma, é capaz de ver o futuro.

Como cansamos de repetir, ganhos passados não são garantia de rentabilidade futura.

O correto é olhar para frente, tentar projetar um cenário considerando todas as variáveis possíveis.

Esse é o trabalho do Sérgio.

É ele quem vai recomendar as ações que podem levar você uma renda extra constante.

São as ações que pagam para você mantê-las em sua carteira.

E como eu faço para ter acesso ao conteúdo para colocar em prática este investimento?

O processo é muito simples.

Passo 1:

Veja no final deste convite os bônus e as garantias que preparamos para você.

Se a proposta fizer sentido, você confirma o interesse com um clique no botão ao final desta mensagem.

Passo 2:

Ao clicar, você será direcionado a uma página 100% segura da Empiricus. Se você ainda não possui cadastro, basta clicar em ‘cadastre-se’.

Passo 3:

Insira seus dados, como nome, endereço e telefone. É neste momento que você vai colocar seu e-mail e criar uma senha.

Esse passo é importante, pois é por meio dessa senha que você terá acesso ao conteúdo exclusivo que será disponibilizado em sua área logada:

Passo 4:

Insira seus dados de pagamento e confirme sua assinatura.

Confirme explicaremos mais adiante, o pagamento não implica o compromisso.

Você terá 20 dias para analisar o conteúdo e as recomendações.

Caso não goste ou achar que não é o seu perfil, 100% dinheiro será devolvido.

Pronto.

Hoje mesmo você colocará as mãos nas primeiras recomendações de ações que pagam para você mantê-las em suas carteiras.

Com apenas esses 4 passos, você conhecerá todas as informações das Vacas Leiteiras.

O processo todo leva menos de 5 minutos.

A partir desse momento, nossa equipe de analistas falará diretamente com você, por meio de relatórios, vídeos, webinars…

Você recebe as recomendações, avalia o que mais faz sentido para você faz o investimento.

Por falar em equipe, saiba que você estará muito bem respaldado.

A Empiricus é a maior empresa de publicações financeiras do Brasil.

Nossos 32 analistas possuem uma taxa de acerto em suas recomendações sem qualquer paralelo no país.

Nosso propósito é dar as pessoas comuns as mesmas oportunidades de ganhos que, antes, eram restritas apenas aos investidores profissionais.

Uma outra dúvida que recebemos é sobre a segurança do seu dinheiro.

Atenção: A Empiricus não recebe o dinheiro de ninguém para investir.

Seu dinheiro fica todo em seu nome.

A Empiricus não é banco.

A Empiricus não é corretora.

Somos uma casa de publicações financeiras. A mais bem-sucedida do Brasil.

Nós ajudamos investidores pessoas físicas a investir.

Queremos que todos tenham a chance de aproveitar os lucros oferecidos pelo mercado financeiro.

A série Vacas Leiteiras é uma de nossas estratégias de investimento mais populares.

Em suas páginas, estão as ações que vão pagar par você mantê-las ao seu lado.

Pelo acesso, você paga um pequeno valor – menos do que os R$ 19,90 de uma assinatura da Netflix. Ou dos R$ 16,90 cobrados pelo Spotify.

A forma de trabalhar da Empiricus guarda semelhanças com os serviços de música e vídeo: a produção de conteúdo.

Em nosso caso, produzimos conteúdo financeiro.

Uma vez que você tenha a informação, você começa a investir.

O dinheiro que será aplicado para conseguir rentabilidade suficiente para lhe pagar algum extra pelo menos uma vez por ano fica em seu nome…

Nós dizemos o que você deve fazer, quando fazer e como fazer.

E recebemos, em troca, o valor da assinatura.

Você investe nas ações que quiser, no valor que puder.

O nome disse é liberdade.

Não recebemos nada a mais se você aplicar R$ 1.000,00 ou R$ 1 milhão.

Ganhamos dinheiro se nossos clientes ganharam dinheiro simplesmente porque eles vão confiar em nossas recomendações e querer ganhar mais.

Sem conflitos de interesse nem taxas embutidas.

O que inclui a assinatura do Vacas Leiteiras?

1 – Acesso às recomendações de ações que pagam para você mantê-las em suas carteiras.

2 – Relatórios semanais com o acompanhamento dos dados das empresas e de suas ações.

3 – Vídeoaulas do Curso Financeiramente.

4 – Webinares periódicos para tirar dúvidas.

5 – Compromisso Empiricus – 20 dias para avaliar o Vacas Leiteiras.

 
Antes de seguir, é preciso que você preste bastante atenção ao item 5 desta carta-convite.

Nem todos os assinantes se dão conta do valor, do alcance e da responsabilidade deste compromisso.

A assinatura anual do Vaca Leiteiras custa 12 parcelas de R$ 12,90.

Quem preferir pagar à vista no cartão de crédito ainda tem 5% de desconto.

Veja bem.

Em curtíssimo tempo, esse valor também será pago pelas ações que remuneram para você ser dono delas…

Nos casos que contamos nesta carta-convite, por exemplo, as pessoas receberam em 2017 R$ 4.320,00, R$ 10.500,00, R$ 10.921,92

Bem mais do que o valor da assinatura.

É preciso, no entanto, deixar as coisas bem claras.

Quando se trata em investir na Bolsa, o objetivo é simples:

Ganhar dinheiro.

Assim que você assinar o Vacas Leiteiras, você está ‘contratando’ a Empiricus para encontrar as ações que pagam os melhores dividendos.

Mas se, em ALGUM momento durante os 20 primeiros dias da assinatura, você perceber que esta não é uma boa estratégia, sem problemas.

Nem ressentimentos.

Se for o melhor de acordo com seu ponto de vista, é justo que você procure algo melhor.

Sim, você pensou certo: este não é um reembolso tradicional.

Estamos supondo que seu interesse em reforçar seu orçamento seja sério.

E que, em vez de pegar seu dinheiro de volta, você continuará com a assinatura ou selecionará outra série mais adequada às suas necessidades.

É claro que, tendo em vista o quanto dinheiro esperamos que você embolse como renda extra…

Realmente não acreditamos que essa cláusula seja muito usada.

De qualquer forma, seu bem-estar financeiro é importante para nós.

Caso não esteja satisfeito com nosso trabalho, você terá direito a:

1) Escolher outra assinatura essencial da Empiricus para perseguir seu sonho de ter uma renda extra;

2) Ou terá seu dinheiro de volta.

Combinado?

Eu quero ainda deixar um BÔNUS especial para quem recebeu esta carta-convite.

Quem concluir sua assinatura HOJE ganha o livro Criando Riqueza: Um Guia Prático de Investimentos e Finanças Pessoais para Leigos.

A obra, escrita pela expert em finanças pessoais Olivia Alonso, não é vendida em livrarias.

Você o receberá em sua casa sem nenhum custo adicional – não pagará nem o frete.

Veja, não se trata de um e-book.

É um livro físico de 144 páginas para você ler, colocar na sua estante e consultar sempre que achar necessário.

quero ter acesso às ações que depositam dinheiro em minha conta corrente

Vamos lá, para deixar tudo bem claro.

Ao assinar o Vacas Leiteiras e ter acesso às ações que pagam você mantê-las em sua carteira, você receberá:

1 – Acesso às recomendações de ações que pagam para você mantê-las em suas carteiras 

2 – Relatórios semanais com o acompanhamento dos dados das empresas e de suas ações.

3 – Vídeoaulas do Curso Financeiramente.

4 – Webinares periódicos para tirar dúvidas

 5 – Compromisso Empiricus – 20 dias para avaliar o Vacas Leiteiras.

6 – BÔNUS para quem assinar HOJE por esta carta-convite: livro Criando Riqueza: Um Guia Prático de Investimentos e Finanças Pessoais para Leigos.

É importante que você tenha consciência da mudança que uma decisão sua neste momento pode fazer sua vida financeira.

Afinal, quem não quer ter uma renda extra?

Seja para emergências ou para melhorar seu padrão de vida.

É isso que proporciona as ações que pagam para você mantê-la em sua carteira.

Só que para chegar lá, é preciso agir.

Aproveite essa oferta – e use os 20 dias do Compromisso Empiricus para navegar na área logada e fortalecer sua decisão.

Seja bem-vindo à sua nova vida financeira.

Quero ter uma renda extra

Um abraço,
Equipe Empiricus

Compromisso Empiricus registrado em cartório

CLÁUSULA DE CONFIANÇA 100%

Apesar de todas as vantagens já implícitas no material, a oferta em questão não perde a prerrogativa da Cláusula de Confiança Empiricus registrada em cartório: caso você não goste do conteúdo, pode cancelar a assinatura nos primeiros 20 dias com reembolso de 100% do valor pago.

Isso mesmo: você terá acesso imediato a todo o material do plano e ainda garantirá a possibilidade de cancelar posteriormente, recebendo o seu dinheiro de volta.

Limitado a 3 cancelamentos por assinante em um prazo de 12 meses.

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar sobre possibilidades de lucro financeiro sugeridas na forma de diferentes estratégias de investimento, eximindo-se a empresa de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do cliente em decorrência da tomada de decisão deste. Embora a Empiricus forneça recomendações pontuais de investimento, fundamentadas pela avaliação criteriosa de especialistas certificados, não se pode antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do cliente. A empresa não realiza intermediações financeiras, por conseguinte não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, delegando ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Para assegurar a imparcialidade na avaliação dos investimentos, a Empiricus não recebe patrocínios nem veicula publicidade que não a de seus próprios produtos/serviços. Pessoas que têm dificuldades com limites devem procurar aplicações mais estáveis, como a renda fixa. A título de elevação dos padrões fiduciários e promoção das melhores práticas do mercado, os sócios da Empiricus têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos recomendados. A empresa zela pelo direito de privacidade dos seus leitores. Quando necessário, seus dados pessoais são alterados com o objetivo de proteger as identidades. No entanto, o conteúdo dos depoimentos apresentados é sempre e garantidamente fidedigno. A presente nota não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.


A Empiricus foi fundada em 2009 com um objetivo: levar recomendações independentes
e de qualidade para a pessoa física.

Hoje, nossa equipe conta com mais de 200 colaboradores.
Afinal, somos uma empresa de pessoas e produzir conteúdo relevante para a sua vida financeira não é tarefa fácil.

Mas a Empiricus não é apenas a sua equipe, somos os mais de 180 mil assinantes dos relatórios.
Para conhecer algumas dessas histórias, acesse https://www.empiricus.com.br/depoimentos

Se quiser saber mais sobre a Empiricus, acesse nosso site em www.empiricus.com.br ou envie um email para atendimento@empiricus.com.br.

A Empiricus apoia

 

Uma empresa associada à Agora Companies


Maior grupo de publicações financeiras do mundo, com mais de 2.700.000 assinantes

Empiricus Research
CNPJ 11.431.155/0001-07
Copyright © 2009 – 2017

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3.477
Torre B - 10º Andar
CEP 04538-133 - Itaim Bibi - São Paulo

Relacionamento com o Cliente
Telefone(s): 4003-5130 | 4003-3118
(ligação local)