Oi, aqui é a Luciana Seabra.

Sou responsável por cobrir toda a indústria de Fundos do Brasil, e selecionar os melhores de cada segmento para você.

Você sabe que nós somos a média das cinco pessoas com quem convivemos, né?

Então, já pensou poder ter contato com 23 das cabeças mais brilhantes do mercado financeiro?!

Imagine uma seleção dos mais bem-sucedidos investidores profissionais do Brasil pensando com você e para você.

Antes de dar mais detalhes sobre essa imersão de dois dias, deixe eu contar um pouco da minha experiência.

Sou mestre em Economia pela UnB e por cinco anos fui repórter de investimentos do jornal Valor Econômico, com passagem pela Rádio CBN.

Hoje, na Empiricus, estou realizando um novo projeto, o maior evento de toda a minha carreira: Shark Summit.

Se você aceitar meu convite para participar do Shark Summit, vai ter contato com 23 dos principais gestores de fundos de investimento do País e com pelo menos 10 especialistas de mercado, referências no Brasil e no exterior.

Profissionais que cuidam ou podem cuidar do seu dinheiro de verdade.

Ao participar do Shark Summit, você tem muito a ganhar.

• Você vai poder acessar a mente dos maiores gênios de finanças do Brasil;
• Entender os melhores critérios para selecionar os ativos mais lucrativos, como ações, câmbio, renda fixa, ativos de proteção e até mesmo previdência;
• Ficar por dentro das perspectivas micro e macroeconômicas na opinião dos gestores de bilhões;
• Descobrir os principais erros que podem derreter seu patrimônio para não cometê-los;
• Chegar a uma conclusão entre investir em ETF ou Ações selecionadas;
• Descobrir quais fundos desses tubarões se adequam ao seu perfil;
• Descobrir os maiores erros e acertos da sua atual carteira;
• Montar você mesmo uma estratégia de investimento que realmente se adequa a você (perfil, patrimônio, objetivos, prazo);
• Fazer Networking com quem entende, como fundadores das assets, gestores e especialistas.


Tenho certeza de que uma única ideia já pode mudar seu padrão de vida definitivamente.

Imagine quantos insights podem surgir desse evento inédito.

Estou confiante de que você vai levar muito mais que um insight na bagagem. E isso pode fazer você ganhar como um gestor profissional.

Quem são esses gestores?

Antes de revelar, veja o que alguns deles já fizeram e conheça as pistas de alguns gestores já confirmados no evento.

Você vai ter acesso aos insights do sócio-gestor da asset que conseguiu 1.098% em 10 anos e meio, contra 120% do Ibovespa no mesmo período.

Fonte: QuantumAxis

Cada R$ 1.000 investidos aqui se transformaram em R$ 11.860.

Se você tivesse aportado R$ 10.000, teria acumulado R$ 118.600.

Quem investiu R$ 50.000 alcançou R$ 593.000 em dez anos e meio.

Um dos destaques desse fundo foi o investimento na Kroton a preços atuais de R$ 2 por ação. E o desinvestimento foi a R$ 15 por ação.

Fonte: Fundamentus

Já pensou poder ganhar 650% em 5 anos apenas com um ativo?!

E quem não gostaria de estar cara a cara com o gestor do fundo campeão de rentabilidade nos últimos anos?

Não à toa sua gestora de fundos tem 104 mil cotistas. Você é um deles? Ou pensa em ser?

Esse eu nem vou tentar fazer mistério porque você já deve saber quem é.

Sim, o Henrique Bredda, do Alaska, vai estar lá. Presença confirmada.

Uma das maiores qualidades nele é sua preocupação com o investidor pessoa física.

Ele faz questão de educar sua base de investidores, via cartas periódicas e pelo Twitter, onde é seguido por 43 mil seguidores.

Ele me contou que está de olho em uma ação que era queridinha do mercado, mas vem sofrendo nos últimos meses. Talvez esteja chegando ao preço ideal para investir.

É o clássico “empresa boa ficando barata”.

Além de insights como esse, o Bredda vai mediar a mesa de Ações com três outras grandes feras de Fundos de Ações.

Será que dali sai uma próxima Magazine Luiza?

Quais setores devem surpreender com a aprovação da Reforma da Previdência?

Quer saber como o Alaska fez para conseguir 228% nos últimos três anos, contra 77% do Ibovespa?

Quem estiver lá, verá.

Uma das frases do Newton que o Henrique Bredda costuma falar:

“Se enxerguei mais longe é porque me apoiei nos ombros de gigantes”.

Nessa mesma mesa de ações, a gestora independente mais antiga do Brasil vai contar a fórmula que a fez multiplicar os recursos de seus cotistas por 143 vezes... e quais são suas perspectivas de mercado atual. 

Fonte: IP Capital

14.205%. Essa foi a rentabilidade acumulada de um determinado fundo de ações desde 1994, deixando tanto o Ibovespa quanto o CDI para trás.

Retorno suficiente para transformar cada R$ 1.000 investidos em R$ 143.050.

Com R$ 10.000 nesse fundo, hoje você estaria com 1,4 milhão na conta.

Lembrando sempre que retorno passado não é garantia de rentabilidade futura. Porém pode ser um bom indicativo, já que as brilhantes cabeças por trás desses fundos continuam as mesmas.

Os robôs vão dominar o mundo dos fundos?! Lá fora eles já são uma realidade.

Se você é antenado em tecnologia, tenho uma ótima notícia. Também teremos um a participação dos principais gestores de fundos quantitativos, que usam algoritmos para operar. Já pensou em ter robôs cuidando do seu dinheiro?

Lá fora essa categoria de fundos é enorme e crescente.

Aqui pode trazer grandes oportunidades.  

Além dos gestores, convidamos os principais distribuidores da indústria.

Distribuidores de produtos independentes (e de insights).

Abrir conta em uma corretora ou mais? Nessa ou naquela? O que uma pode oferecer de melhor?

Se você tem dúvidas dessa ordem, essa pode ser uma ótima chance de sair com a resposta e maximizar seus ganhos, estejam as oportunidades onde estiverem.

Por que convidei dois bancos gigantes para um evento de gestores independentes?

Se você não quer desapegar 100% do seu grande banco, dois dos maiores bancos privados do Brasil vão estar presentes ao evento para mostrar suas soluções competitivas às gestoras independentes.

Sim, eles vão trazer insights valiosos, até mesmo para você que tem todo seu dinheiro em corretoras independentes.

Um deles é o Itaú, que hoje é o maior banco e gestor de fundos privado do Brasil.

O outro eu não vou revelar agora, mas uma de suas novas empresas está dando o que falar no mercado. Eu mesma estou batendo palma para a iniciativa deles.

Tem mais...

O tipo de fundo que tem trazido alegria ao investidor.

Para debater o long biased, que é o tipo de fundo que tem surpreendido o investidor pessoa física, nada melhor que uma mesa com três dos maiores especialistas no segmento.

Esse tipo de fundo tem um viés comprado em Bolsa, mas pode ficar vendido para se defender, quando necessário.

Esse pode ser um grande diferencial para o investidor pessoa física, especialmente em momentos de grande volatilidade como o atual.

Uma das vozes de maior autoridade no assunto é o competente João Braga,  sócio-gestor da XP Gestão.



Ele mesmo diz que começou no mercado sendo uma sardinha, ficou 10 anos aprendendo com Luis Stuhlberger, do Verde. E aprendeu bem, viu.

Hoje, é responsável por R$ 26 bilhões sob gestão e topou dividir seus insights no Shark Summit.

Alguns de seus fundos cresceram tanto, que tiveram que fechar para captação.

O fundo focado na estratégia Long Biased rendeu 73% nos últimos três anos, sendo um dos grandes destaques no ano passado.

Mesmo se considerando um pessimista, João está otimista num ciclo médio para longo.

Fonte: InfoMoney

Nesse painel, você vai ter acesso a mais de seus insights e de dois outros tubarões focados em ações.

Isso não é tudo...

Dois ex-tesoureiros já confirmaram presença.

Quantas vezes você já teve contato com um ex-tesoureiro de banco, o cara que cuida do dinheiro do banqueiro? E com dois desses tubarões?

Mas, no Shark Summit, isso vai virar realidade.

Eles são os grandes ganhadores de dinheiro em multimercados.

E, para a felicidade do seu bolso, eles aceitaram participar de uma mesa de debate imperdível com um profissional à altura.

O Rodrigo Azevedo, que foi diretor do BC entre 2004 e 2007, fecha essa trinca mágica.

É sua chance de descobrir como é possível ganhar dinheiro com os juros baixos.

Tem mais...

A maior gestora do mundo também vai estar no Shark Summit.

A BlackRock tem 6,5 trilhões de dólares em ativos sob gestão.

Essa gestora global está presente em mais de 30 países e conta com 14.000 colaboradores.

Sua carteira de ativos está dividida da seguinte maneira: 63% do total de ativos nas Américas, 29% na Europa e 8% na Ásia-Pacífico.

Talvez você não saiba, mas boa parte dos ETFs disponíveis no mundo são de sua responsabilidade.

São mais de 300 fundos de índices fornecidos pela iShares, da BlackRock.

Seu CEO no Brasil vai debater com outros tubarões sobre a gestão passiva versus a ativa.

Um debate internacional que vem sendo travado há mais de uma década.

Em 2007, Warren Buffett fez um desafio nos EUA.

O mago de Omaha apostou que o índice S&P 500 superaria os hedge funds no período de 10 anos.

Apenas um topou o desafio. E perdeu.

Fonte: InfoMoney

Será que os índices de Fundos são mais vantajosos também no Brasil?

Ou os ETFs são mais interessantes nos mercados mais maduros?

É o que você está prestes a descobrir no Shark Summit.

Aqui vale abrir parênteses.

Aquele montante que falei no início, de R$ 796 bilhões, é referente ao valor sob gestão em fundos pelas assets no Brasil.

Se somarmos todos os recursos que cada um dos 23 tubarões tem a responsabilidade de gerir a cifra chega a R$ 796 bilhões. Com “b” de bola.

Só para você ter ideia do que representam R$ 796 bilhões, são 12 casas decimais. Quase que não cabe na tela.

R$ 796.230.000.000

Com esse montante somado, daria para comprar 497.000 Ferraris 488 Spider.

Em outras palavras, não foram considerados os valores sob gestão das assets globais, nem sequer das seguradoras e corretoras já confirmadas. Se tudo fosse somado, o montante seria maior que todo o PIB brasileiro.

Eu acredito que o Shark Summit vale mais que um MBA, uma consultoria personalizada ou uma assessoria private.

É sua chance de ter contato com os maiores profissionais do ramo.

Veja bem, você só teria acesso a esses gênios do mercado financeiro se tivesse muito dinheiro. R$ 10 milhões investidos em cada fundo.

Porque geralmente só os investidores profissionais têm a chance de ter contato com eles.

Quando digo ‘investidores profissionais’, quero dizer pessoas com mais de 10 milhões de reais investidos. Isso sem contar imóveis, carros ou outros bens.

E mesmo que você tenha essa quantia investida, essa não seria a única barreira para ter acesso a esses tubarões.

O tempo deles é muito valioso.

Eu poderia ficar aqui contando mil casos de sucesso e dando inúmeras pistas. Mas você pode ter acesso a elas pessoalmente, no evento.

Antes de prosseguir, quero que veja o que o Felipe Miranda, fundador e CEO da Empiricus, falou a respeito dessa oportunidade:

Não é todo dia que você pode ter acesso às melhores lições dos maiores gestores brasileiros, que muitas vezes são acessíveis apenas a quem tem um patrimônio superior a R$ 10 milhões. Essa pode ser a chance que você esperava de ver o seu dinheiro rendendo lado a lado com os verdadeiros tubarões do mercado. Em uma ação inédita, a Empiricus está viabilizando esta oportunidade para você.”
Felipe Miranda

E quem são esses verdadeiros tubarões do mercado? Você pode estar se perguntando...

Abaixo, a lista por ordem de participação no evento Shark Summit.

Estes são 23 gestores de fundos já confirmados.

Rubens Henriques, head de área de fundos de fundos do Itaú Unibanco, que decide como alocar o patrimônio de clientes do banco.

Florian Bartunek, sócio-fundador e CIO da gestora especialista em ações Constellation, cuja equipe seleciona um grupo de ativos em Bolsa para investir.

Luciana Barreto, sócia e membro do comitê de investimentos da M Square Global, que escolhe gestores ativos de ações no mundo para alocar capital.

Alexandre Bossi, sócio-fundador e gestor da Pandhora.

Rodrigo Maranhão, sócio-gestor da Kadima Asset Management.

Moacir Fernandes, sócio responsável pela área de pesquisa da Murano Investimentos. 

Carlos Woelz, sócio-gestor da Kapitalo Investimentos.

Felipe Guerra, sócio-fundador e CIO da Legacy Capital, ex-diretor de tesouraria do Santander Brasil.

Rodrigo Azevedo, sócio-gestor da Ibiuna Investimentos, ex-diretor de Política Monetária do Banco Central.

George Wachsmann, gestor da Vitreo.

André Ribeiro, sócio-gestor da Brasil Capital.

Pedro Andrade, sócio-gestor da IP Capital Partners, a primeira empresa independente de gestão de recursos brasileira, constituída em 1988.

Flavio Sznajder, sócio-gestor da Bogari Capital, com 459 pontos percentuais de excesso de retorno sobre o Ibovespa desde o começo do fundo.

Henrique Bredda, sócio-gestor da Alaska, destaque dos últimos três anos, com retorno acumulado de 228,45%, contra 77% do Ibovespa (e estrela do Twitter, com 43 mil seguidores).

Alexandre Muller, sócio e gestor de crédito da JGP.

Arturo Profili, sócio-gestor da Capitânia.

Rafael Zlot, sócio e gestor de crédito da asset do Brasil Plural.

Alexandre Rezende, sócio-fundador da Oceana Investimentos.

Fabiano Custodio, sócio-gestor da Miles Capital.

João Braga, sócio-gestor da XP Gestão.

James Gulbrandsen, sócio-gestor da NCH Capital

Werner Roger, sócio-gestor da Trígono Capital.

Fabio Alperowitch, sócio-fundador e gestor da Fama Investimentos.


Além dos 23 gestores de fundos, o Shark Summit, vai contar com a ilustre presença de profissionais que não atuam como gestores, mas que são essenciais para que você invista com mais segurança e bons ganhos.

Estes são 10 especialistas que vão ajudar você a investir em fundos.

Carlos Takahashi, CEO no Brasil da BlackRock, maior gestora do mundo, a única dedicada ao mercado de ETFs no Brasil.

Henrique Diniz, head de Previdência da Icatu Seguros.

Fabiano Lima, diretor de Previdência da SulAmérica.

Guilherme Cooke, especialista em mercado de capitais do Cepeda Advogados.

Felipe Bottino, CEO da Pi, nova corretora do Santander. 

Habib Nascif, CEO da Órama.

Marcelo Flora, CEO do BTG Pactual Digital.

Patrick O'Grady, CEO da Vitreo.

Rafael Rodrigues, diretor de investimentos do Banco Inter.

Rodrigo Heilberg, sócio-fundador da HIX Capital

- Você vai poder fazer as perguntas que sempre quis a eles;
- Saber quais investimentos e mercados os gestores de fundos estão mais convictos;
- Descobrir os maiores erros e acertos da sua estratégia de investimento;
- Tirar suas próprias conclusões;
e
- Balancear sua carteira de acordo com seus objetivos.

O Shark Summit é sua chance de ter contato direto com quem faz a diferença no mercado. Talvez você já invista em alguns fundos dessas gestoras.

Já pensou poder fazer perguntas a gestores que já passaram por Tesouraria dos grandes bancos? Esses caras são os papas do mercado financeiro. Eles geriam as fortunas dos próprios bancos.

Quando profissionais dessa grandeza aceitam falar, você não tem escolha, tem que ouvir e participar. Ignorar pode custar abrir mão de ganhar milhares de reais. 

O evento é voltado para a pessoa física.

Engana-se quem pensa que vamos falar a língua dos profissionais.

Estarei lá mediando a maior parte das mesas para promover um debate acessível e proveitoso a todos.  

Ele é realmente grandioso. Em breve, você vai ter acesso à programação completa.

Para você ter ideia da magnitude, o Shark Summit vai ser 10 vezes maior em número de palestrantes na comparação com o maior evento que já realizei com os gestores.

Agora, imagine ter acesso a 23 tubarões do mercado financeiro e a 8 profissionais referências para o funcionamento dos mercados.

São mais de 30 profissionais ao seu lado. Frente a frente com você.

É a sua chance de aprender a investir com os melhores.

Já ouviu a expressão “Diga-me com quem andas e te direi quem és”?! Tá na Bíblia.

É isso mesmo, se você sempre andar com sardinhas, que são os pequenos investidores, vêm os tubarões engolem você. Agora, se você nadar com os tubarões... a sua história pode mudar.

O Shark Summit é uma oportunidade única e sem paralelo no Brasil.

A realização de uma meta que eu tinha há mais de 10 anos, e só consegui viabilizar agora.

Afetivamente, ele é maior até mesmo que o livro Conversas com Gestores, que já era meu xodó antes mesmo de virar um best-seller com mais de 38 mil exemplares.

Superou também momentos marcantes da minha vida, quando conquistei a certificação CFP® e recebi da CVM o 9º Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor.

E mesmo quando minha newsletter foi citada na carta do Verde Asset.

Agora, a partir do Shark Summit, que vai reunir não três, não 10, não 15, mas 23 gestores de fundos, você vai ter a chance de moldar a estratégia bem-sucedida deles ao seu perfil.

O objetivo do Shark Summit é apresentar diversos ensinamentos e estratégias para que você possa:

• Poder acessar a mente dos maiores gênios de finanças do Brasil;
• Entender os melhores critérios para selecionar os ativos mais lucrativos, como ações, câmbio, renda fixa, ativos de proteção e até mesmo previdência;
• Ficar por dentro das perspectivas micro e macroeconômicas na opinião dos gestores de bilhões;
• Descobrir os principais erros que podem derreter seu patrimônio para não cometê-los;
• Chegar a uma conclusão entre investir em ETF ou Ações selecionadas;
• Descobrir quais fundos desses tubarões se adequam ao seu perfil;
• Descobrir os maiores erros e acertos da sua atual carteira;
• Montar você mesmo uma estratégia de investimento que realmente se adequa a você (perfil, patrimônio, objetivos, prazo);
• Fazer Networking com quem entende, como fundadores das assets, gestores e especialistas.


É um privilégio enorme ter acesso a isso tudo e poder compartilhar essa oportunidade com você.

Esta pode ser a sua chance de se preparar para o atual ciclo de valorização de ações como um verdadeiro cardume de tubarões.

O Bull Market pode ser muito maior do que você imagina. E se você estiver bem posicionado, você vai ter a chance de mudar de patamar financeiro.

Vou adiantar um insight para você.

Nas minhas últimas conversas com alguns gestores de fundos, notei um grande otimismo deles com o atual ciclo de alta na Bolsa. Mesmo com a forte volatilidade apresentada nos últimos meses.

Eles acreditam que o que está por vir extrapola as projeções mais otimistas que você tem ouvido por aí.

E, o melhor, é que o evento não se restringe à Bolsa, existem grandes tacadas em diferentes mercados.

Estou fazendo tudo para ajudar você a ter acesso às ideias mais lucrativas que existem por aí, e que dificilmente podem ser acessadas fora desse círculo de tubarões.

Passei uma vida sonhando com a realização desse encontro. Na verdade, o trabalho ainda não terminou, estou fechando os últimos detalhes.

Quero os melhores gestores de fundos, os principais agentes dos mercados, e, é claro, um local à altura do evento.

Para apresentar o projeto do Shark Summit, mandei centenas de e-mails e fiz dezenas de ligações aos melhores do mercado.

Tudo para fazer desse evento um divisor de águas em sua vida.

É importante você ter em mente que busquei reunir só os melhores da Faria Lima ao Leblon.

Antes de prosseguir, quero responder a uma pergunta que pode estar se passando pela sua cabeça.

“Este evento é para mim?”

Se você quer saber como é possível alavancar seus ganhos, sim.

Tanto faz se você se considera um iniciante ou um investidor avançado.

Não importa se você se considera um investidor moderado, conservador ou arrojado.

O Shark Summit foi feito para você.

Se você ainda investe nos fundos dos grandes bancos e não abre mão deles, vai ter inclusive banco grande lá.

Um único insight pode alavancar ainda mais seus ganhos
.

E o melhor é que você não precisa correr riscos desnecessários para isso.

Se já investe em alguns fundos indicados pela Empiricus e ama esse mercado como eu e alguns assinantes, melhor ainda.


Você vai poder trocar ideia com os gestores do seu dinheiro e ficar por dentro do que está se passando na cabeça deles.

Volta e meia recebo mensagens dessa ordem: Luciana, você gosta de uns 15 Multimercado, 12 Fundos de Ações, 7 Fundos de Previdência, 5 Fundos Globais, 3 Fundos Simples, apenas para citar alguns. Qual gestor é melhor?

Essa dúvida é muito comum.

Ao garantir uma vaga no Shark Summit, você vai poder ouvir o que cada um tem a dizer e se sentir mais confiante para tomar essa decisão. A resposta você vai ter no evento.

Cada gestor desenvolveu um estilo de investir em diferentes mercados, como o de ações.

Tem o que investe em small caps, o que compra só ação global, o que não abre mão das blue chips…

E aquele que ganha dinheiro com juros e com moedas. Já pensou poder ouvir o que um ex-diretor do Banco Central tem a dizer a respeito?!

Nada melhor que você participar e sentir quem te convence mais. Quem tem as ideias mais próximas ao seu perfil e objetivos.

Eu gosto quando um gestor investe o próprio dinheiro nos fundos que administra.

Gostaria de destacar que não ganhamos um centavo sequer de comissão com ações, corretagens, fundos ou qualquer ativo financeiro.

Nossa única meta é pesquisar, estudar e publicar ideias úteis e originais de investimento para ajudar você a ganhar dinheiro. Colocando você em contato com os gestores profissionais.

É o que você vai conseguir com este evento inédito.

Você vai descobrir as melhores estratégias e escolher a mais adequada aos seus objetivos financeiros.

Foi para isso que os gestores toparam compartilhar seus segredos:

  • Você pode absorver melhor as características de cada gestora ou fundo, e se achar necessário, vai poder fazer um balanceamento de carteira adequado ou até mesmo construir a sua própria estratégia.
  • Você vai poder investir nos mesmos fundos em que os próprios tubarões investem com valores acessíveis. Muitos deles aceitam aportes únicos a partir de 1.000 reais, 5.000 reais.

Em outras palavras, investir como um verdadeiro tubarão mesmo tendo uma quantia módica ou sendo um milionário.

Além dos ganhos potenciais que você pode ter, existe um outro fator em nadar com os tubarões. Que é o psicológico.

O que gera ansiedade no investidor pessoa física é a falta de convicção. Isso pode pôr tudo a perder em momentos de incerteza.

Você vai perceber que a disciplina é outra unanimidade entre os maiores investidores.

Às vezes, o medo de ser a sardinha que não embarcou naquela onda pode desviar seu foco das teses de investimento nas quais acredita.

E aqui você vai pode se fortalecer mentalmente.

Investir com mais convicção.

Fazer um balanceamento de carteira adequado.

Corrigir pequenas distorções a tempo.

Enfim, poder maximizar seus retornos potenciais. 

Na minha opinião, de nada valeria todo o esforço que fizemos para lançar o evento se você não obtivesse benefícios palpáveis com eles, os verdadeiros tubarões do mercado financeiro.

Você saberá quais são os setores e as ações que estão atualmente na mira dos maiores fazedores de dinheiro do Brasil. E poderá lucrar colocando em prática as mesmas estratégias. Ou investindo nos fundos que eles gerem.

É nesta direção que deve andar o seu projeto de riqueza.

O evento que estou preparando é uma excelente oportunidade para você que deseja iniciar agora mesmo esse projeto de riqueza.

E também para você que já está no caminho, mas busca aprimoramento.

Acredito que o Shark Summit será um divisor de águas em suas finanças.

Em instantes vou revelar a programação completa do evento, mas antes, quero frisar esse conceito...

Um insight pode mudar tudo.

Tem um famoso gestor carioca que me contou a seguinte história.

“Meu pai herdou um apartamento na zona norte do Rio. A gente pegou metade desse apartamento e investiu num hedge fund e outra metade em fundo de ações. O dinheiro de meio apartamento [rentabilizado no fundo de ações] virou quatro apartamentos na zona norte. Ou um bom apartamento na zona sul”.


Viu a diferença que faz o dinheiro no lugar certo?

É sempre bom relembrar que retornos passados não são garantia de rentabilidade futura. E investimentos envolvem riscos.

A partir do Shark Summit, você terá a chance de replicar métodos comprovados de sucesso para si mesmo, adaptados às suas necessidades individuais.

Você ainda vai descobrir quais mercados estão mais quentes na opinião dos tubarões e quais deve evitar.

O que será que tem de melhor em Bolsa, Multimercado, Juros e Câmbio?

Qual será a expectativa deles para a economia e Previdência?

Algo muda se a Previdência não for aprovada? E se ela for desidratada?

E por aí vai...

São insights atrás de insights. E apenas um deles já pode mudar seu padrão de vida.

Chegou a hora de conhecer os detalhes desse evento exclusivo.

Veja a Programação Completa do Shark Summit

Dia 1

8h30 Abertura: gênios ou sortudos?

Para a Luciana, um bom gestor com um processo diligente é capaz de selecionar ativos que vão bater o mercado no longo prazo. Para o Felipe, é difícil superar a média e há uma boa dose de sorte jogando a favor de quem se destaca. Eles discutem isso todos os dias há três anos. Dessa vez vai ser ao vivo.

Luciana Seabra, CFP®, especialista em fundos de investimento na Empiricus.

Felipe Miranda, fundador e estrategista-chefe da Empiricus.

 

9h30 Hora do ring: Gestão ativa versus passiva em Bolsa

Estamos na contramão do restante do mundo, onde os ETFs, fundos que replicam índices, crescem mais do que os fundos ativos. Nesta mesa, escolha seu lado sobre qual a melhor forma de investir: selecionando alguns ativos ou comprando a cesta inteira.

Carlos Takahashi, CEO no Brasil da BlackRock, maior gestora do mundo, a única dedicada ao mercado de ETFs no Brasil.

Rubens Henriques, head de área de fundos de fundos do Itaú Unibanco, que decide como alocar o patrimônio de clientes do banco.

Florian Bartunek, sócio-fundador e CIO da gestora especialista em ações Constellation, cuja equipe seleciona um grupo de ativos em Bolsa para investir.

Luciana Barreto, sócia e membro do comitê de investimentos da M Square Global, que escolhe gestores ativos de ações no mundo para alocar capital

Mediação: Luciana Seabra

 

11h Quantitativos: os robôs podem gerir fundos?

Um bate-papo com quem acumula experiência na gestão de fundos que operam a partir de algoritmos no Brasil: uma tendência no mundo todo que ainda engatinha em terras brasileiras. Se você curtir os quants, já pode sair com seu favorito escolhido. 

Alexandre Bossi, sócio-fundador e gestor do fundo Pandhora

Rodrigo Maranhão, sócio-gestor da Kadima Asset Management

Mediação: Moacir Fernandes, sócio responsável pela área de pesquisa da Murano Investimentos
 

12h30 ALMOÇO (apenas para quem reservar a pacote Premium)

14h Multimercados: dá pra ganhar dinheiro sem a mamata do juro alto?

Uma crítica recorrente aos multimercados brasileiros é que eles só ganham dinheiro em períodos de corte de juros. Há quem diga que agora as oportunidades acabaram. Será mesmo? Vamos perguntar a quem tem entregado bons retornos. E, claro, saber em que eles têm investido.

Carlos Woelz, sócio-gestor da Kapitalo Investimentos.

Felipe Guerra, sócio-fundador e CIO da Legacy Capital, ex-diretor de tesouraria do Santander Brasil.

Rodrigo Azevedo, sócio-gestor da Ibiuna Investimentos, ex-diretor de Política Monetária do Banco Central.

Mediação: Luciana Seabra.

 

15h30 Previdência presta?

Toda família tem um tio que diz que VGBL e PGBL não presta não, mas este mercado tem avançado muito. Neste painel, conheça as novidades que podem ajudar você a aproveitar o instrumento para ganhar dinheiro de verdade.

Henrique Diniz, head de Previdência da Icatu Seguros

Fabiano Lima, diretor de Previdência da SulAmérica

Mediação: George Wachsmann, gestor da Vitreo.

 

17h E agora, José? Que ação escolher?

Como os gestores profissionais escolhem ações? E o que eles têm comprado? Vamos saber tudo desses experts da Bolsa nesta mesa que encerra o primeiro dia de evento. Bloquinho a postos.

André Ribeiro, sócio-gestor da Brasil Capital, que acaba de completar 10 anos de existência com ganho de mais de 1.098%, contra 120% do Ibovespa no período.

Pedro Andrade, sócio-gestor da IP Capital Partners, a primeira empresa independente de gestão de recursos brasileira, constituída em 1988.
Flavio Sznajder, sócio-gestor da Bogari, com 459,82 pontos percentuais de excesso de retorno sobre o Ibovespa desde o começo do fundo.

Mediação: Henrique Bredda, sócio-gestor da Alaska, destaque dos últimos três anos, com retorno acumulado de 228,45%, contra 77% do Ibovespa (e estrela do Twitter, com 43 mil seguidores). 

  


Dia 2

 

8h30 ABERTURA

Segurança: Fundo é seguro mesmo? Não é caixa preta?

Uma das perguntas mais comuns de quem começa a investir em fundos é se o instrumento é seguro, acompanhada da clássica: "Não tem proteção do FGC?". Chamamos quem conhece profundamente o produto para que você possa fazer perguntas difíceis a quem realmente entende. 

Guilherme Cooke, especialista em mercado de capitais do Cepeda Advogados 

Luciana Seabra (com direito a muitas perguntas da plateia!)

 

9h30 - AINDA NÃO CONFIRMADA

 

11h Crédito privado: como não ser o peru de Natal

Está aí uma categoria que o investidor adora, mas é preciso navegar com muita cautela, já que o risco nem sempre está nos preços. Vamos falar com quem é velho de guerra e já conhece profundamente as ameaças e oportunidades deste mercado.

Alexandre Muller, sócio e gestor de crédito da JGP.

Arturo Profili, sócio-gestor da Capitânia.

Rafael Zlot, sócio e gestor de crédito da asset do Brasil Plural.

Mediação: Luciana Seabra.

 

12h30 ALMOÇO (apenas para quem reservar a pacote Premium)

 

14h Long biased: o fundo da moda é bom mesmo?

Os fundos com viés comprado em Bolsa, mas que também se posicionam vendidos, têm captado recursos com velocidade. Vale a pena entrar nessa fila? Entenda os produtos que têm rendido bons ganhos com volatilidade menor do que a da Bolsa.

Alexandre Rezende, sócio-fundador da Oceana Investimentos.

Fabiano Custodio, sócio-gestor da Miles Capital.

Mediação: João Braga, sócio-gestor da XP Gestão.

 

15h30 Um pouco de futurologia: como você vai investir em fundos em 2030

Não basta escolher um gestor, ainda é preciso contar com os distribuidores. A concorrência tem crescido na oferta de fundos e a cada dia surge uma novidade. Para onde vamos? Aproveite o evento para escolher qual plataforma vai usar para investir seu patrimônio – e também para saber o que eles estão tramando para o futuro.

Felipe Bottino, CEO da Pi, nova corretora do Santander 

Habib Nascif, CEO da Órama

Marcelo Flora, CEO do BTG Pactual Digital

Patrick O'Grady, CEO da Vitreo

Rafael Rodrigues, diretor de investimentos do Banco Inter

Mediação: Luciana Seabra

 

17h À caça de empresas menos óbvias

A maior parte dos fundos de ações brasileiros concentra-se nas gigantes da Bolsa. Como adicionar um ingrediente diferente ao seu portfólio? Veja o que os veteranos desta mesa têm a contar. 

James Gulbrandsen, sócio-gestor da NCH Capital. 

Rodrigo Heilberg, sócio-fundador da HIX Capital

Werner Roger, sócio-gestor da Trígono Capital.

Mediação: Fabio Alperowitch, sócio-fundador e gestor da Fama Investimentos.


Sem dúvida é uma oportunidade única para você ter contato com os gestores que cuidam do seu dinheiro.

E você pode fazer parte disso se conseguir uma vaga.

Onde você vai se encontrar com os tubarões do mercado.
 
No icônico Hotel Unique, que fica na Av. Brigadeiro Luis Antônio, 4.700 – Jardim Paulista, São Paulo.

Se você não for de São Paulo, faça o máximo esforço para vir. Reorganize sua agenda, mexa seus pauzinhos, se necessário.

Estou abrindo essa oportunidade com antecedência para isso.

Lembre-se de que um único insight pode mudar sua vida financeira.

O Shark Summit acontece nos dias 5 e 6 de agosto (segunda e terça). Ou seja, são dois dias de intensa imersão com os melhores gestores independentes. Os verdadeiros tubarões do mercado.

É importante destacar que eventos sobre esse tema já são raríssimos no mercado brasileiro porque eles só costumam falar com quem tem muito dinheiro… e raramente são vistos juntos.

É praticamente uma seleção do Brasil em gestores de fundo. Tem até gestor global, para quem quer estar exposto a oportunidades internacionais.

E você poderá ver esse time em campo. A poucos metros de você.

Mas como o evento vai ser realizado apenas no início de agosto, o que você faz até lá?

Bem, primeiro, garante sua vaga, né.

Enquanto o evento presencial não chega, você vai se preparar com 10 podcasts comigo e convidados do mundo dos fundos.

Essa é uma ótima maneira para ir entrando no clima.

Vou liberar um novo podcast por semana.

Quanto vai custar para se juntar aos tubarões.

Antes de saber o preço, veja o que você vai levar.

+ Evento presencial. Uma imersão de 2 dias com 23 gestores de grandes fundos de investimento e pelo menos 10 especialistas de mercados.

+
10 Podcasts inéditos para se preparar para o evento presencial, sendo liberado um por semana, às sextas, a partir de 31 de maio.

+ Acesso Vitalício à série Melhores Fundos de Investimento. A melhor seleção de fundos de investimento, desde a renda fixa até a variável. Entenda como funciona o mercado e tenha as melhores sugestões de investimento sobre os mais variados tipos de fundos. (O plano vitalício é equivalente a R$ 715)

+ 12 meses de livre acesso ao Portfólio Empiricus. Uma série exclusiva da Empiricus, com sugestões de Carteiras completas para diferentes perfis de investimento. (Portfólio Empiricus é equivalente a R$ 1.320).

+ ebook Nossos Multimercados Favoritos Virados do Avesso, por Luciana Seabra



+ ebook Nossos 10 Fundos de Ações Favoritos Todos Juntos em Detalhes, por Luciana Seabra

+ Livro-surpresa sobre o mercado. (Equivalente a R$ 50)


Já pensou ter contato com 23 dos melhores gestores do mercado num evento completo?

Agora você pode.

Ao aceitar meu convite, você está levando 2.085 reais em assinaturas, sem contar o evento presencial em si.

Mas, a partir dessa oferta especial, você vai participar do evento presencial Shark Summit e ter acesso às séries citadas, aos 10 podcasts inéditos e a 2 ebooks por apenas 12 x R$ 149.

O que equivale a R$ 4,96 por dia, se parcelar em 12 vezes. O que você compra hoje em dia com esse valor?

Nem um lanche na padaria.

À vista você tem 10% de desconto no cartão de crédito.

Tem mais...

Se você já for assinante Reserva, Melhores Fundos Vitalício, Portfólio Empiricus e/ou Clube Empiricus, terá um desconto que será aplicado automaticamente na loja.

QUERO MEU PACOTE STANDARD POR 12x R$ 149

VAGAS LIMITADAS

Agora que você já conhece todos os benefícios, já pode escolher seu plano de preferência e nadar com os tubarões do mercado.

São dois dias de imersão que podem mudar de uma vez por todas seu patamar financeiro.

O Shark Summit, pode ser mais vantajoso que um MBA em Economia ou Finanças, mais proveitoso que uma consultoria personalizada e mais completo que uma assessoria private.

Agora é com você. Clique no botão abaixo e descubra na prática como seu dinheiro pode render muito mais do que você imagina.

QUERO MEU PACOTE STANDARD POR 12x R$ 149

Mas vale lembrar que as vagas são limitadas aos primeiros interessados.

Como o evento é presencial, existe uma limitação natural de espaço que conseguimos atender. Por isso, sugiro que você tome sua decisão ainda hoje.

A Empiricus tem mais de 330.000 assinantes, se 1% por cento quiser participar, a grande maioria vai ficar de fora.

Eu teria que fazer o evento num estádio de futebol para caber todo mundo. Mas essa não é a proposta. Quero algo mais VIP, menor, premium. Para que você possa interagir de verdade.

Sendo mais específica, se 5% dos 20.412 assinantes da série Melhores Fundos quiserem participar, vai faltar espaço.

Para não ficar apenas no campo da estatística, veja esta postagem abaixo.

Em uma rápida enquete que fiz no Twitter, perguntei quem toparia participar desse evento com os gestores. Mesmo sem dar muitos detalhes, 500 pessoas curtiram a ideia.

Por isso, acredito que as cadeiras tendem a se esgotar em pouco tempo.

E a cada minuto que passa, suas chances de fazer parte de um evento que pode mudar seu padrão de vida, diminuem.

Agora, a escolha é sua, continuar agindo como uma sardinha e sendo engolida pelos tubarões... ou nadar com eles e potencializar seus retornos de uma maneira que jamais imaginou.

QUERO PACOTE STANDARD POR 12x R$ 149

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar sobre possibilidades de lucro financeiro sugeridas na forma de diferentes estratégias de investimento, eximindo-se a empresa de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do assinante em decorrência da tomada de decisão deste. Embora a Empiricus forneça sugestões pontuais de investimento, fundamentadas pela avaliação criteriosa de especialistas certificados, não se pode antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A empresa não realiza intermediações financeiras, por conseguinte não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, delegando ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Para assegurar a imparcialidade na avaliação dos investimentos, a Empiricus não recebe patrocínios nem veicula publicidade que não a de seus próprios conteúdos. Pessoas que têm dificuldades com limites devem procurar aplicações mais estáveis, como a renda fixa. A título de elevação dos padrões fiduciários e promoção das melhores práticas do mercado, os sócios da Empiricus têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos sugeridos. A empresa zela pelo direito de privacidade dos seus leitores. Quando necessário, seus dados pessoais são alterados com o objetivo de proteger as identidades. No entanto, o conteúdo dos depoimentos apresentados é sempre e garantidamente fidedigno. A presente nota não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.