Caro leitor, 

Aqui é Max Bohm. 

Hoje realizo um sonho.

Para ser bem sincero, além de ser um sonho antigo meu, é um pedido que recebo muito.

As empresas que mais têm espaço para crescer na Bolsa…

...no melhor momento para fazer isso.

E em um único instrumento.

O novo ciclo de alta na Bolsa não é uma hipótese. Ele está acontecendo e já tem gente ganhando muito dinheiro com isso.

Pela primeira vez no mercado brasileiro, a carteira que rendeu 694% desde 2014 está inteira montada, a um clique de você.

Explico melhor a seguir.

Desde já, te adianto: você não vai precisar pagar nem um real à Empiricus por isso.

Nas próximas linhas, tudo ficará mais claro.

Por que você deve considerar investir nessas ações, neste exato momento? 

Estamos no meio de um bull market, o ciclo de alta da Bolsa

Multiplicações de +1251%, +264% e +257% aconteceram nos últimos ciclos e foram capturados por essa carteira.

Muitas outras podem estar por vir. 

A verdade é que o ciclo de alta da Bolsa está em estágio inicial se comparado aos últimos.

O que estamos vivenciando agora é algo totalmente diferente do que vimos em outras épocas. Ainda estamos no início do otimismo. 

Isso acontece por motivos estruturais e conjunturais. 

1) A MELHORA DA ECONOMIA 

Inflação controlada, empresas mais eficientes e preparadas,

emprego em processo de recuperação.

2) O AUMENTO NA PERFORMANCE DAS EMPRESAS

Consumidores e empresários estão retomando a confiança, empresas estão mais redondas e mais eficientes operacionalmente, além das reformas estruturantes estarem a pleno vapor.

Assim como o pós 2005 - 2008 desencadeou um bull market que rendeu mais de 180% de ganhos (mesmo com a Selic a dois dígitos), vemos a história começar a se repetir, com uma diferença significativa:

Nenhum dos ciclos anteriores contava com a menor de todas as taxas de juros da história, como ocorre neste momento. 

Percebe a diferença? 

O novo ciclo de alta na Bolsa não é uma hipótese. É uma constatação.

Já tem bastante gente ganhando dinheiro com isso.

Tudo isso porque...

Quem mais sobe no Bull Market são as Microcaps

O retorno potencial delas é muito maior porque elas têm muito mais espaço pra crescer. 

Enquanto Petrobrás, Vale, Itaú e Ambev negociam dezenas de milhões de reais por dia, essas empresas giram em média de 500 mil reais a 5 milhões de reais por dia. 

Em sua opinião, qual delas tem mais chance de dobrar de valor?

Uma Vale - blue chip de 240 bilhões, que passaria a valer 480 bilhões - ou uma small cap que de 3 bilhões passaria a valer 6 bilhões?

O grande segredo por trás das ações que puxam a média do índice para cima é que elas NÃO SÃO AÇÕES COMUNS. 

Por isso, em um bull market, elas são as que mais se beneficiam.

Fonte: https://www.infomoney.com.br/onde-investir/onde-investir-em-2020-as-small-caps-para-ter-na-carteira-neste-ano/

O fato delas apresentarem potencial de ganhos extraordinários, fora da curva, tem uma razão.  

Elas são empresas conhecidas, mas fora do radar. 

Você provavelmente nunca tinha ouvido falar na maioria delas, pois essas ações são de empresas que estão num segmento escondido: o das microcaps, com um valor de mercado de cerca de 5 bilhões de reais.  

É exatamente isso que faz desses investimentos os que entregam as maiores valorizações do mercado de capitais. 

3) Nós fazemos uma seleção criteriosa de microcaps desde 2014 e estamos mais confiantes do que nunca

Os ganhos que tivemos o prazer de entregar para quem seguiu essa carteira simplesmente transformaram vidas. 

Mudaram famílias de patamar. 

Isso pra mim é o mais gratificante, o que me motiva todos os dias em cada busca por cada nova recomendação. 

O Oliveira, por exemplo, dobrou o valor de seu investimento. 

E olha o caso do Oliveira... 

E olha o caso do João... 

Agora, estamos mais confiantes do que nunca.

O que venho lhe apresentar aqui não é UMA ação vencedora... 

Não tem bala de prata, pegadinha nem nada. 

Em uma carteira completa, pensada como um todo. 

Na minha opinião, você está prestes a investir diretamente na melhor seleção de Microcaps do mercado. 

Todas reunidas em um só lugar - validada por especialistas. 

Devidamente balanceadas, com excelente histórico comprovado. 

Isso, é claro, sendo fiel a uma filosofia de investimento. 

Assim é que foi possível capturarmos este tipo de valorização, veja: 

Sinqia (SQIA3): Valorização de 1300%

Sinqia (SQIA3) entrou na carteira Microcap Alert em janeiro de 2015 e foi a primeira “ten bagger” do portfolio – um ativo que teve seu valor multiplicado por mais de 10 vezes – e ainda apresenta potencial de valorização.

Inserida no setor de tecnologia, a companhia é uma fornecedora de softwares e soluções para diversas empresas do mercado financeiro brasileiro. Com uma estratégia pautada em crescimento através de aquisições, a empresa aumentou o portfólio de serviços oferecidos, expandiu a carteira de clientes e viu seu faturamento decolar.  

Movida (MOVI3); +250% de valorização em pouco mais de dois anos

Outro caso foi Movida (MOVI3) estreou na Bolsa brasileira em fevereiro de 2017 e, ao não corresponder com as expectativas dos investidores, viu suas ações serem pressionadas por uma pressão vendedora. 

Nós estudamos os números e, ao perceber que uma reviravolta podia estar a caminho, decidimos sugerir a entrada no ativo. 

Desde então, Movida mostrou que tinha feito o dever de casa e reportou ganhos de rentabilidade e resultados positivos. Assim, este é mais um ativo da carteira que alcança +250% de valorização em pouco mais de dois anos.

Banco Inter (BIDI4): valorização de 257% em um ano.

No segmento de fintechs e bancos digitais, Banco Inter (BIDI4) foi um destaque da carteira. A companhia realizou seu IPO em abril de 2018 e viu suas cotações acompanharem a forte expansão da base de clientes. Com isso, aqueles que seguiram as recomendações da carteira teórica Microcap Alert pegaram carona na decolagem dessa ação e apuraram uma valorização de 257% em um ano.

Esses sim são ganhos capazes de mudar sua vida, para sempre. 

E não importa se você ainda é totalmente leigo ou se já é um investidor. 

O que estamos oferecendo aqui é a chance de você se expor a diferentes ativos, de uma vez, na diversificação e balanceamento adequados para capturar os movimentos de mercado que virão a seguir. 

Tudo isso porque... 

A diversificação é o último almoço grátis. 

Sempre insistimos na necessidade de o investidor diversificar. 

Você jamais pode esquecer disso. 

Equilibrar o portfólio, dar o devido dimensionamento ao tamanho de suas posições. 

Quem também defendia isso era Harry Markowitz (“a diversificação é o último almoço grátis disponível”) - e isso inclusive rendeu prêmio Nobel a ele. 

A diversificação é a arma daqueles que não sabem o que estão fazendo. 

Justamente por isso, sempre recorremos e vamos continuar a recorrer a ela. 

Ninguém sabe o que vai acontecer com o mundo. 

E os conselhos e dicas mais perigosos são justamente daqueles que acham que sabem. 

O foco aqui é ir em busca de um retorno maior, sem abrir mão da responsabilidade. 

Aqui que se encontram grandes chances lucrar, mas sem colocar tudo a perder. 

Agora, a carteira que desde o início rendeu 694% desde 2014, está a um clique de você.

Como essa carteira vai ganhar vida em forma de fundo?

Toda a execução e a materialização dessa ideia passou por um processo diligente de muito estudo e negociação da Vitreo Gestão de Recursos, nossa gestora parceira. 

De forma bastante prática, funciona assim: a carteira Microcap Alert, enquanto assinatura da Empiricus, continua existindo rigorosamente da mesma forma de sempre.  

Nada mudou. 

Em paralelo ao que já vinha acontecendo, no entanto, o investidor ganhou uma alternativa: ele pode acessá-la diretamente através de um fundo, da Vitreo.

Como vai funcionar? 
Eu e minha equipe publicamos o portfólio teórico sugerido. A Vitreo, enquanto gestora, faz sua própria diligência e, se validar as indicações, passa a perseguir essa carteira por meio do fundo.  

Isso funciona como uma segunda chancela, em favor do investidor. 

Ou seja, além das melhores escolhas de microcaps da Empiricus, o investidor ganhou um segundo selo; no caso, da Vitreo. 

Agora, ele pode acessar esse portfólio duplamente validado num único fundo, de forma simples, rápida e fácil. 

Você não vai precisar mais se preocupar com custos operacionais excessivos, balanceamento a cada movimentação proposta, questões tributárias a cada venda de ativo, etc.  

O fundo faz tudo isso pra você. 

O resultado foi um veículo impecável, do qual tenho muito orgulho. 

Vitreo Microcap Alert FIA: ações fora do radar que podem capturar os grandes movimentos de valorização 

A Vitreo traz pela primeira vez para o mercado brasileiro a carteira que rendeu 694% desde 2014, inteira montada, a um clique de você.

A Carteira teórica, que desde seu início entrega 694% de rentabilidade contra 142,2% do índice Small-Caps, principal benchmark agora vai para outro patamar. 

Fonte: Bloomberg, dados de 07/11/2014 a 05/02/2020. 

Em forma de fundo, ela pode ser acessada por menos, com um clique, por meio de uma estrutura simples e já com a proporção de ações considerada certa. 

Você estará, de uma só vez, investindo nas Microcaps que o time de analistas da Empiricus garimpam, com uma dupla validação da Vitreo, nossa gestora parceira. 

Deixe-me explicar no que consiste essa carteira e como ela foi montada... 

O que conseguimos hoje, por meio de um único veículo, foi reunir as ações de empresas menores com grande espaço para valorização. 

No que consiste a carteira? 

Esta é uma carteira 100% em ações de empresas com valor de mercado em torno de R$5 bi que passam pelo nosso crivo – e são validados pela equipe de gestão da Vitreo. 

De que empresas estamos falando? 

As Smallcaps são aquelas capazes de capturar as verdadeiras multiplicações. 

  • São empresas líderes de mercado (ou que tenham posição importante) e/ ou que sejam marcas conhecidas; 
  • Em termos de dívida, preferimos empresas que não estão muito alavancadas – ou que tem uma alavancagem controlada em relação a sua geração de caixa; 
  • Verdadeiros exemplos de governança corporativa: executivos que nos recebem bem, que estão abertos para divulgar números, em mostrar a empresa por dentro; 
  • Empresa idônea e que não tem nada a esconder. 

Digamos que essas empresas são uma forma de apimentar o portfólio. 

Por estarem fora do radar dos grandes investidores, constituem as verdadeiras chances de super-multiplicações, sem abrir mão da segurança. 

São empresas de diversos setores... 

Este é outro ponto de atenção nosso.  

Temos nessa carteira uma gama bem variada de setores: são empresas de shopping centers (um jeito inteligente de estar exposto ao varejo), da indústria, do entretenimento, do setor imobiliário (temos consultoria imobiliária, galpões logísticos e lajes corporativas) além de logística, setor agrícola e claro, tecnologia. 

Analisamos também o estágio de vida das companhias…

Gostamos daquelas empresas em fase de desenvolvimento, que já passaram dos investimentos iniciais – normalmente realizados por investidores anjos ou fundos de venture capital – e estão em um momento de crescimento e expansão.

E como é feita essa escolha? 

"O quantitativo não é nada sem o qualitativo" 

Como escolher empresas assim? 

Sabemos que hoje existe muita informação nos jornais e na mídia.Muitas vezes fica difícil saber o que fazer. Muitas opiniões para pouca investigação. E no meu entendimento como analista, só há uma forma de ganhar dinheiro: separando os ruídos dos sinais. 

Analisar planilhas é fundamental? Sim. 

Mas o quantitativo não é nada sem o qualitativo. 

É preciso ir atrás do que as planilhas não dizem. 

Quem são as pessoas por trás do negócio? 

É uma empresa idônea? Transparente? Verdadeira? 

Se preciso, vamos até o chão de fábrica conhecer sua operação. 

De que adianta uma empresa ter ótimos indicadores se ela não é transparente com os acionistas, não trata bem os funcionários ou possui um comportamento antiético? 

Você seria sócio deste tipo de companhia mesmo ela sendo rentável, lucrativa e sólida? 

Nós não. 

Portanto, rentabilidade, lucratividade e solidez financeira pouco adiantam se a companhia não tiver critérios claros de governança e adotá-la no seu dia a dia. 

A sustentabilidade do business dependerá principalmente do bom relacionamento que essas empresas apresentam e vão apresentar junto à sociedade. 

E fazemos tudo isso para confirmar se suas ações são mesmo um bom negócio para você. 

Fonte: Imagens fornecidas pela Empiricus; Visita à SLC Agrícola, em 2019 

Fonte: Imagens fornecidas pela Empiricus; Visita à SLC Agrícola, em 2019 

Quanto essa carteira teórica tem rendido até aqui? 

Desde seu início, a carteira teórica divulgada na publicação Microcap Alert tem rendido 694% contra 142,2% do índice Small-Caps, principal benchmark. 

Note que, ao longo dos anos, a carteira teórica vem superando o índice consideravelmente... 

Deixe-me tentar ser mais justo aqui, para que você possa enxergar as coisas de forma mais clara. Maçãs não podem ser comparadas com bananas. 

A rentabilidade da carteira teórica apresentada aqui não considera taxas. 

Por quanto tempo ele ficará disponível?

Este fundo, por motivos de liquidez, tem um capacity super limitado e já abre com um número cravado para fechar.

Ao atingir R$ 100 milhões de patrimônio líquido, não será possível fazer novos aportes.

Ou seja, essa oportunidade não deve ficar aberta por muito tempo.

Este é o momento para ter Bolsa em seu portfólio 

Dados os principais acontecimentos do país, este é um momento extremamente importante para a renda variável. 

Estar bem posicionado em ações configura uma chance real de ter ganhos financeiros expressivos. 

Especialmente agora, que estamos em um bull market. 

Veja esse gráfico do quanto as small caps andam em um cenário de bull market... 

Mas gostaria de reiterar algo aqui: retornos passados não são, nem nunca serão garantia de retorno futuro. Além disso, todos sabemos que investimentos envolvem riscos. 

Mas a verdade é que quem seguiu a carteira teórica desde sua criação, simplesmente multiplicou seu capital. 

Como já dito, tanto a carteira teórica quanto o fundo que nasce a partir dela têm um perfil de risco alto. 

Haverá momentos de volatilidade e de oscilação no curto prazo. 

É natural que pela natureza dessas ações, elas se saiam muito bem em momentos bons e sofram nos ruins. 

Faz parte do jogo. 

O importante é apurar que, apesar das chacoalhadas, o resultado se mostra consistente. 

Nosso garimpo diligente dessas pequenas empresas com amplo espaço para valorização é fruto de anos de experiência. 

É produto de uma equipe que trabalha junta em sinergia, dedicando boa parte do seu tempo a ir à fundo nos detalhes das empresas. 

Quem está por trás da carteira teórica do Vitreo Microcap Alert FIA? 

Todos os 32 especialistas da Empiricus contribuem com suas melhores ideias, mas é claro que há pessoas mais à frente do dia-a-dia.  

Estamos sempre antenados para capturar diferentes ideias e dividi-las com nossos assinantes. 

Na minha opinião, você está prestes a investir diretamente na melhor seleção de Microcaps escolhidas a dedo por quem garimpa o mercado. 

E esse garimpo é fruto de anos de experiência, de uma equipe que trabalha junta e dedica boa parte do seu tempo a ir à fundo nos detalhes das empresas. 

Eu, Max Bohm, sou graduado em Ciências Econômicas pela UFRJ, com pós-graduação em Finanças pela FGV-RJ. Trabalhei por dez anos como gestor e analista de equities na Valia, Icatu e Log Fund Gestão de Ativos. 

O Guilherme já trabalha comigo há anos. 

Guilherme Ebaid é graduado em Administração de Empresas pela Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP e em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP e atualmente mestrando em Administração de Empresas pelo Insper, Guilherme Ebaid exerce seu trabalho investigativo desde o chão de fábrica até os escritórios em arranha-céus. Com passagem pelo Itaú BBA e pela XP Investimentos, Guilherme já atuou desde a mesa de operações de ações até a área de commodities. 

Quem está por trás da gestão do Vitreo Microcap Alert FIA?

Como você sabe, a Empiricus apenas publica ideias de investimento para que você possa aplicar da melhor forma possível seu dinheiro. 

Para levar o benefício do fundo até você, precisávamos encontrar uma gestora com a mesma mentalidade e o mesmo propósito nossos. 

É aí que entra a Vitreo. 

A Vitreo se comprometeu a entregar tudo. 

Formada por uma equipe de grandes nomes do mercado, a Vitreo vem trazer a você os produtos que raramente abrem suas portas para o varejo. 

A Vitreo, enquanto gestora, faz sua própria diligência e, se validar as indicações, o que funciona como uma segunda chancela para servir ao investidor, passa a perseguir essa carteira por meio do fundo.

George Wachsmann (ou o Jojo, como é conhecido) é o gestor que comanda a equipe por lá.

Ele é economista pela USP com mestrado pela Standford University.

Por vários e vários anos, ele esteve à frente de grandes alocadores de fortunas (ele trabalhou por anos na GPS, a maior gestora independente de alto patrimônio do Brasil).

Junto com seus sócios Patrick O'Grady (CEO da Vitreo), o Alexandre Aoude e o Paulo Lemann, eles também tinham a missão de levar à pessoa física alternativas de investimento tão boas ou até melhores do que aquelas anteriormente restritas aos profissionais ou multimilionários.

Agora, ele está à frente da gestão da Vitreo.

Sob o comando do Jojo, Cristian Prado, Rodrigo Knudsen, Daniel Silva e Gustavo Oliveira compõem o time de gestão que cuida de toda a instrumentalização dos produtos da Vitreo, entre eles o Microcap FIA.

Com investimentos na mais alta tecnologia e preocupação total com a segurança de dados, a Vitreo foi minuciosamente desenhada para proporcionar a melhor experiência ao investidor. 

Execução sem conflito de interesse, cobrança justa e transparente para o investidor.

E quanto preciso para investir? Quais são as taxas? 

Investimento mínimo: 5 mil reais

Taxa de Administração: 1,5% ao ano, ou 75 reais a cada 5 mil reais investidos

Taxa de Performance: 20% sobre o que exceder o índice Small Caps

A partir de 5 mil reais, você consegue acessar o Vitreo Microcap Alert FIA. 

Esse é mais um passo rumo à verdadeira democratização dos investimentos no Brasil, da possibilidade de levar ao investidor de varejo o que há de melhor. 

O Vitreo Microcap Alert FIA tem 1,5% ao ano de Taxa de Administração e 20% de taxa de performance sobre que exceder o índice Small-Caps.  

Isso quer dizer que a cada 5.000 reais investidos, 75 reais são pagos nessa taxa de administração ao ano. Ela remunera a gestora e o Santander (administrador). 

A taxa de performance, por sua vez, cobra 20% sobre o que exceder um determinado benchmark; no caso, o índice Small-Caps. 

Um exemplo ilustrativo para facilitar a compreensão: se o índice Small-Caps no ano for 10% e o Microcap Alert FIA render 16,5%, isso significa que a taxa de administração será de 1,5% e a taxa de performance incidirá sobre os 5 pontos percentuais de excesso de retorno (calculado apenas após a cobrança da taxa de administração). Ou seja, será equivalente a 1% do todo (0,2 x 5). 

Por quanto tempo esse fundo ficará aberto?

Como eu disse, os interessados devem aproveitar essa janela de oportunidade.

O fundo já abre com uma capacidade limitada para fechar.

Ao atingir R$ 100 milhões de patrimônio líquido, por uma questão de liquidez, o fundo deverá ser fechado para novas captações.

Não podemos arriscar. Acima de tudo, está o patrimônio dos assinantes e clientes, que jamais pode ser colocado em risco. 

Portanto, temos de ter certeza que vai funcionar igualmente bem, ou até melhor, ao ser transformado num fundo.

Portanto, essa oportunidade não deve ficar aberta por muito tempo — os fundos da Vitreo, nossa gestora parceira, têm tido uma captação rápida e acima das projeções.

Temos muito orgulho de ter um parceiro alinhado na luta por um mercado de produtos melhores (com preços mais justos)/

Sem a Vitreo, não seria possível dar vida a essa carteira.

Fica aqui o convite para você ter as melhores indicações de ações da 

Empiricus, acessíveis a um clique.

Tudo reunido num só lugar, já devidamente balanceado, com excelente histórico comprovado...

Este é um veículo que está prestes a revolucionar a forma como você investe em renda variável...

...sem precisar pagar nem mais um real à Empiricus por isso

Quero conhecer o Vitreo Microcap Alert FIA

Um abraço,

Max Bohm

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar sobre possibilidades de lucro financeiro sugeridas na forma de diferentes estratégias de investimento, eximindo-se a empresa de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do assinante em decorrência da tomada de decisão deste. Embora a Empiricus forneça sugestões pontuais de investimento, fundamentadas pela avaliação criteriosa de especialistas certificados, não se pode antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A empresa não realiza intermediações financeiras, por conseguinte não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, delegando ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Para assegurar a imparcialidade na avaliação dos investimentos, a Empiricus não recebe patrocínios nem veicula publicidade que não a de seus próprios conteúdos. Pessoas que têm dificuldades com limites devem procurar aplicações mais estáveis, como a renda fixa. A título de elevação dos padrões fiduciários e promoção das melhores práticas do mercado, os sócios da Empiricus têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos sugeridos. A empresa zela pelo direito de privacidade dos seus leitores. Quando necessário, seus dados pessoais são alterados com o objetivo de proteger as identidades. No entanto, o conteúdo dos depoimentos apresentados é sempre e garantidamente fidedigno. A presente nota não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.