Caro leitor,

Você tem seu dinheiro aplicado em algum tipo de investimento de renda fixa?

Isso inclui aplicações no Tesouro Direto, em fundos DI, CDBs, Debêntures, LCIs, LCAs e até Poupança…

Se a sua resposta for “sim”, este documento tem tudo para lhe interessar.

Peço que leia com atenção as linhas a seguir, porque elas têm tudo a ver com seu bolso.

Tenho uma notícia muito ruim e outra muito boa.

Vou começar pela ruim (juro que a boa notícia compensa, com ampla vantagem, a parte negativa)…

Você pode estar perdendo dinheiro.

Muito dinheiro…

Em primeiro lugar, com a queda da taxa SELIC, você pode estar rentabilizando metade do que ganhava antes com essas aplicações…

A previsão é de que a taxa chegue a 7,25 por cento no fim do ano. Assim, os investimentos atrelados à Selic começam a pagar cada vez menos.

Lembrando que essa mesma taxa era de 14,25 por cento há um ano.

E isso afeta praticamente todos os investimentos que citei acima.

Acabou a “farra” da rentabilidade de mais de 1 por cento ao mês praticamente sem risco que a renda fixa proporcionava a seus investidores.

Essa valorização mensal cairá pela metade até o fim do ano.

Para o brasileiro médio, tão acostumado às aplicações de renda fixa que os gerentes amam recomendar, isso pode parecer realmente uma péssima notícia.

Mas não para nós da Empiricus, a maior publicadora financeira do País.

Nem para nossos assinantes, que seguem nossas análises de investimento e têm lucrado cada vez mais.

Gustavo A., que seguiu minhas recomendações para aplicar no Tesouro Direto este ano, não me deixa mentir:

Quero agradecer pelas suas recomendações do tesouro, lucrei cerca de 45 por cento nos últimos meses. Gustavo A.

45 por cento de rentabilidade em menos de um ano no Tesouro não é nada mau, não é mesmo?

É, inclusive, mais que o triplo da valorização que se alcançava na “farra” da renda fixa…

Mas como é possível tanto lucro com um investimento de perfil conservador?

Para responder a essa pergunta, vou contar a boa notícia que prometi:

O cenário de juros em baixa é o melhor possível para multiplicar seu patrimônio com investimentos, tanto na renda fixa quanto com ações.

E o melhor: nós, da Empiricus, estamos prontos para ajudá-lo nesse caminho consistente de multiplicação de patrimônio.

Temos uma estratégia simples que combina a segurança da renda fixa com as porradas de lucro que só as ações oferecem.

Uma abordagem que usa a baixa dos juros em favor do investidor pessoa física.

Estamos falando do advogado, da publicitária, do dentista, do engenheiro, da médica, do professor, da empresária, do atleta, da arquiteta, do veterinário, da chef de cozinha…

E vamos lhe oferecer acesso ao método já, somente por meio desta carta-convite que você está lendo.

Trata-se da melhor maneira de aproveitar o cenário de baixa de juros. Lucrando o máximo possível nas duas pontas (renda fixa e variável).

Tudo sem se expor a riscos desnecessários…

Na renda fixa, porque só vamos recomendar aplicações nos investimentos mais seguros do Brasil, os títulos do Tesouro Direto.

E, na Bolsa, porque recomendaremos investimentos em empresas sólidas, com boa governança, marcas fortes, bom management, margens elevadas e bons canais de distribuição.

Investimos com os ensinamentos do maior investidor do mundo, Warren Buffett, debaixo do braço.

Esse método, pra lá de pragmático, vem entregando a nossos assinantes lucros de 198,94 por cento, 117,50 por cento e 100,94 por cento com ações.

Lucros que também serão seus a partir de hoje.

Meu nome é Marília Fontes. Sou a analista responsável pelos produtos de renda fixa da Empiricus.

E foi por meio de minhas recomendações que nossos assinantes já embolsaram lucros de 45 por cento e 49 por cento nesse tipo de investimento.

O que mais se lê por aí é que a renda fixa está capenga agora com os juros atualmente a 9,25 por cento, rumando para os 7,25 por cento.

Mas o que poucos sabem é que há títulos do Tesouro Direto que se valorizam nesse tipo de cenário de juros em queda.

E, por isso, entregam lucros na base de 49 por cento, como o que conseguimos no ano passado.

Quem pôs 10.000 reais terminou o ano com 14.900 reais.

Os que entraram com 100.000 reais ficaram com 149.000 reais.

Já o investidor que colocou 500.000 reais acumulou 745.000 reais.

Um excelente pé de meia, não?

Esse cenário está se repetindo em 2017. Quero que entenda isso.

A performance de minhas recomendações no primeiro semestre do ano alcançaram 172 por cento do CDI.

O CDI é um índice que segue a taxa de juros e serve de parâmetro para todo investimento em renda fixa.

Veja se encontra algum CDB que alcança essa rentabilidade…

Você não vai encontrar.

O que você vai achar são aplicações que, quando muito boas, beiram o 100 por cento do CDI.

Por isso tenho muito orgulho do que venho conquistando com minhas análises aqui na casa.

E, ao seguir minhas recomendações, você não precisa se preocupar com como alcançar esses lucros.

Pode deixar por minha conta. Vou lhe falar exatamente onde e como investir.

Agora, conforme prometido, vou lhe mostrar resumidamente os ganhos que temos alcançado com ações.

E repito: somente por meio desta carta-convite que você lê agora, você terá acesso a uma estratégia combinada, que tem potencial multiplicador de patrimônio.

O responsável por esses resultados que mencionei, de 198,94 por cento, 117,50 por cento e 100,94 por cento, é Bruce Barbosa, meu colega de análise aqui na Empiricus.

Ele é um discípulo de Warren Buffett. E não recomenda investimentos em empresas que não estejam saudáveis financeiramente.

É um entusiasta do buy and hold, o jeito mais eficiente de fazer fortuna na Bolsa.

Você compra a ação de uma boa empresa (de preferência recomendada por alguém que entende de verdade do assunto, como o Bruce) e segura o título no longo prazo. Estamos falando de operações que duram anos, meses às vezes.

A eficiência da tática não deixa dúvidas. O histórico de recomendações do Bruce, hoje, indica a compra de ações de 13 empresas.

DOZE DELAS estão lucrando desde o dia que Bruce recomendou a compra.

As três mais lucrativas estão alcançando a rentabilidade que mencionei: 198,94 por cento, 117,50 por cento e 100,94 por cento.

Vamos supor que você tenha colocado mil reais em cada uma desses três papeis.

Hoje teria…

2.989 reais + 2.175 reais + 2.006,90 reais…

Investindo 3 mil, você teria hoje 7.170,90 reais.

Uma valorização de 139,03 por cento.

Deu para entender por que eu digo que estamos lhe apresentando uma estratégia multiplicadora?

Ah, vou até revelar quanto está perdendo a única operação deficitária recomendada por Bruce.

A única, dentre as TREZE. Essa empresa está perdendo -0,48 por cento.

Isso mesmo. Menos zero vírgula 48 por cento.

Comparado com os outros 12 lucros multiplicadores, acho que você consegue aguentar uma perda dessas, não?

E eu estou falando do passado. Mas a grande verdade é que, com a queda de juros, o futuro tem tudo para ser ainda mais promissor.

Ninguém aqui vai lhe prometer nem garantir lucros, veja bem.

O que estou lhe mostrando é que os resultados que eu e Bruce já conseguimos alcançar – e a nossa leitura da atual conjuntura econômica – nos levam a crer que a tendência é que consigamos lucratividades ainda maiores.

Por isso que esta carta convite, que combina minha estratégia com a do Bruce, é uma oportunidade única para faturar como nunca.

Um método que rendeu 172 por cento do CDI na aplicação mais segura do Brasil.

E que entregou 49 por cento de valorização no ano passado.

Combinado com uma abordagem em Bolsa que tem contabilizado lucros de 198,94 por cento, 117,50 por cento e 100,94 por cento.

E tem treze operações abertas, doze delas positivas.

Escrevo esta carta para lhe oferecer uma oportunidade única, de assinar duas séries de recomendações financeiras pelo preço de apenas uma.

Eu sou responsável pela série Tesouro Empiricus. Bruce é quem comanda As Melhores Ações da Bolsa.

É por meio desses dois produtos que nós damos as recomendações de investimento às quais me referi.

Quem assina um produto desses recebe, na área logada no site da Empiricus, todas as recomendações de nossos analistas.

Funciona como uma assinatura da Netflix ou do Spotify. É super simples.

E O MELHOR: CUSTA MENOS QUE UMA ASSINATURA DA NETFLIX OU DO SPOTIFY.

Você terá acesso às duas séries por apenas 12x de 12,90 reais.

Duas pelo preço de uma. A abordagem mais conservadora fica por minha conta (mesmo sabendo que um resultado de 172 por cento do CDI não tem nada de conservador).

O ganho mais agressivo fica por conta do Bruce (mesmo sabendo que uma carteira com 13 recomendações positivas e apenas uma negativa não parece tão arriscada assim, não é verdade?).

São as duas ferramentas com as quais você vai surfar como nunca essa baixa nos juros.

Se seu perfil for mais conservador, reserve uma porcentagem maior à minha tática.

Se estiver disposto a se arriscar um pouco mais para multiplicar mais rapidamente seu investimento, reserve um pouco mais para a série do Bruce.

Apenas não deixe seu dinheiro “mofando” em aplicações atreladas à Selic.

A não ser que você queira mesmo “faturar” 7,25 por cento NO ANO.

Com a assinatura das duas séries, você vai ter acesso a todo o conteúdo para quem é leigo em finanças e investimentos.

Poderá seguir o passo a passo para comprar títulos do Tesouro Direto e ações na Bolsa.

Estamos certos de que você vai ficar feliz como muitos outros leitores nossos, que seguem as duas estratégias conjuntamente.

E, se você, por algum motivo, não se sentir satisfeito com o que estamos oferecendo, poderá cancelar as assinaturas em até 20 dias.

Nós lhe devolveremos 100 por cento de seu dinheiro.

Estamos certo de que você não fará isso, porque temos convicção nos resultados de nossas recomendações. Mas a escolha final é somente sua.

Repetindo, pagando 12 parcelas de 12,90 reais, você terá acesso integral ao conteúdo de Tesouro Empiricus e As Melhores Ações da Bolsa.

Sabemos que essa assinatura vale uma fração ínfima do que você vai ganhar utilizando nossas estratégias combinadas.

Se você nunca abriu conta em corretora, saiba que disponibilizamos um guia muito simples e rápido na área logada de minha série, o Mapa do Tesouro.

Com esse mapa, você vai saber exatamente o que é necessário para sair do banco, abrir conta em corretora, e começar a comprar títulos do Tesouro e ações.

Sem mais delongas, acho que consegui deixar claro o tamanho da oportunidade que estamos lhe oferecendo.

E também penso que provei por que a baixa nos juros é um motivo para comemoração.

Chegou a hora de multiplicar seu patrimônio com as táticas combinadas de Tesouro Empiricus e As Melhores Ações da Bolsa.

QUERO LUCRAR COM A BAIXA DOS JUROS

Um abraço,
Marília Fontes

 

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar sobre possibilidades de lucro financeiro sugeridas na forma de diferentes estratégias de investimento, eximindo-se a empresa de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do assinante em decorrência da tomada de decisão deste. Embora a Empiricus forneça sugestões pontuais de investimento, fundamentadas pela avaliação criteriosa de especialistas certificados, não se pode antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A empresa não realiza intermediações financeiras, por conseguinte não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, delegando ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Para assegurar a imparcialidade na avaliação dos investimentos, a Empiricus não recebe patrocínios nem veicula publicidade que não a de seus próprios conteúdos. Pessoas que têm dificuldades com limites devem procurar aplicações mais estáveis, como a renda fixa. A título de elevação dos padrões fiduciários e promoção das melhores práticas do mercado, os sócios da Empiricus têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos sugeridos. A empresa zela pelo direito de privacidade dos seus leitores. Quando necessário, seus dados pessoais são alterados com o objetivo de proteger as identidades. No entanto, o conteúdo dos depoimentos apresentados é sempre e garantidamente fidedigno. A presente nota não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.


A Empiricus foi fundada em 2009 com um objetivo: levar conteúdos financeiros independentes
e de qualidade para a pessoa física.

Hoje, nossa equipe conta com mais de 200 colaboradores.
Afinal, somos uma empresa de pessoas e produzir conteúdo relevante para a sua vida financeira não é tarefa fácil.

Mas a Empiricus não é apenas a sua equipe, somos os mais de 180 mil assinantes das publicações.
Para conhecer algumas dessas histórias, acesse https://www.empiricus.com.br/depoimentos

Se quiser saber mais sobre a Empiricus, acesse nosso site em www.empiricus.com.br ou envie um email para relacionamento@empiricus.com.br.

A Empiricus apoia

 

Uma empresa associada à Agora Companies


Maior grupo de publicações financeiras do mundo, com mais de 2.700.000 assinantes

Empiricus Research
CNPJ 11.431.155/0001-07
Copyright © 2009 – 2018

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3.477
Torre B - 10º Andar
CEP 04538-133 - Itaim Bibi - São Paulo

Relacionamento com o assinante
Telefone(s): 4003-3117 | 4003-3118
(ligação local)