Oi,

Aqui é Caio Mesquita. Presidente da Acta Holding e fundador da Empiricus.

Conforme prometido, hoje eu vou revelar minha carteira pessoal pra você.

Eu também vou oferecer um presente comemorativo aos 10 anos da Empiricus, se você assistir até o final.

Só pra você ter ideia do valor desse presente, o nosso setor Financeiro ficou de cabelo em pé quando eu dei a ideia.

Bom, vamos começar pela minha carteira pessoal.

Sabe por que eu sigo essa carteira específica?

Eu vou te responder com outra pergunta.

Sabe quanto tempo levaria pra você conseguir a mesma rentabilidade de 226% do CDI nos mercados tradicionais?

Dois anos e três meses na Renda Fixa.

E três anos na Caderneta de Poupança.

O mais impressionante é que a minha carteira pessoal teve praticamente o mesmo retorno do Ibovespa no ano passado.

226% do CDI. O equivalente a 14,53% em termos nominais.

Mas com uma diferença muito importante, correndo muito menos riscos, já que o portfólio conta com diversificação em diferentes mercados.

A minha carteira pessoal também foi bem mais rentável que a média dos Fundos Multimercado em 2018.

E quando comparamos a minha carteira pessoal com os fundos Multimercado dos grandes bancos, a diferença fica ainda maior. Mesmo que você seja Prime, Estilo, Select ou Personnalité.

Em valor nominal, a média dos Multimercado dos grandes bancos foi 6,20%…

A média de todos os fundos, de bancos e gestoras independentes foi de 7%…

Enquanto a minha Carteira Pessoal rendeu mais que o dobro, 14,53%.

Veja uma simulação de quanto você teria acumulado no ano passado.

Carteira Pessoal: R$ 114.530
Multimercado Geral: R$ 107.000
Multimercado dos Grandes Bancos: R$ 106.200.

E essa diferença aumenta a cada ano.

Fazendo uma simulação, em 5 anos, você teria um ganho extra de 61.970 reais se tivesse seguido minha Carteira Pessoal em vez dos fundos multimercado dos grandes bancos.

Em 10 anos, você teria ganhado 205.830 reais a mais.

Estou te entregando 205.830 reais a mais em 10 anos e vou te explicar exatamente de onde vem esse dinheiro.

Imagine só o que você pode fazer com toda essa diferença.

Trocar de carro todos os anos…
Viver em uma casa melhor…
Com um aposentadoria mais tranquila e confortável…

Em outras palavras, quem investiu na minha Carteira Pessoal em 2018 ganhou mais que a Poupança, a Renda Fixa, os Multimercado dos Grandes Bancos e a média dos Multimercado da indústria como um todo.

Sem ter que assumir riscos desnecessários, já que a minha carteira pessoal é blindada com ativos de segurança.

Os mais céticos podem dizer que a amostra de 12 meses é muito pequena pra se tirar uma conclusão.

E que retorno passado não é garantia de lucro futuro.

Eu concordo.

E sabe por que estou tão confiante?
Veja o desempenho acumulado desde o início da minha carteira em março de 2014: 196,58% do CDI.

10,26% em 2014, ou 114% do CDI.
24,41% em 2015, ou 184% do CDI.
20,45% em 2016, ou 146% do CDI.
19,89% em 2017, ou 200% do CDI.
14,53% em 2018, ou 226% do CDI.

No total, são 126,87% de retorno nominal acumulado em 5 anos.


Enquanto isso, a Poupança rendeu 38,06% no mesmo período.
A Renda Fixa, 64,62%. Os fundos dos grandes bancos, 61,75% e os multimercado da indústria em geral, 73,71%, na média.

Em outras palavras, quem investiu 10.000 reais na minha carteira pessoal alcançou 22.687 reais.

Aqueles que aplicaram 50.000 reais chegaram a 113.435 reais.

E os que investiram 100.0000 reais na minha carteira pessoal viram 226.870 reais na conta em 5 anos.

Nesse caso, se você tivesse seguido a minha carteira pessoal, seu patrimônio teria crescido 126.870 reais.

Enquanto isso, na Poupança, o retorno seria de apenas 38.060 reais.

Nos Multimercado dos 5 grandes bancos, 61.750 reais.

Na Renda Fixa, de 64.620 reais.

E nos Multimercado de bancos e corretoras, 73.710 reais.

Mas por que se satisfazer com esses retornos, se você poderia ter aumentado seu patrimônio em 126.870 reais com a minha carteira pessoal?

E o melhor é que você não precisaria correr mais risco pra conseguir dezenas de milhares a mais em sua conta. A minha carteira pessoal é bastante diversificada e conservadora.

Vale destacar ainda que o retorno acumulado da minha carteira pessoal nos últimos 5 anos é suficiente pra superar 97% dos fundos de toda a indústria de Multimercado. Sejam eles de assets independentes ou de gestoras dos bancos.

É importante ter em mente que provavelmente você não conseguiria investir naqueles poucos que tiveram um retorno maior que a minha carteira.

Sabe por quê? Porque eles já estão fechados pra captação ou são pouco acessíveis.

Os fundos mais rentáveis costumam ser focados no público private, com capacidade de investimento mínimo de 1 milhão de reais.

E quando você vende, leva cerca de 30 dias pro dinheiro entrar na conta.

Mas fique tranquilo, porque quando comparamos a minha carteira pessoal com os fundos dos cinco grandes bancos, a superioridade fica ainda mais evidente. E o dinheiro entra em sua conta em apenas três dias.

A minha carteira pessoal, que rendeu 126% em 5 anos, deixou 180 fundos diversificados do Itaú, Bradesco, Santander, Caixa e Banco do Brasil pra trás.

Ou seja, seguindo a minha carteira pessoal, você teria conseguido bater grandes gestores do mercado, sem ter que correr mais riscos pra isso. E mesmo sem ser um expert no assunto.

Talvez você não tenha ideia do que isso representa.

Esses gestores são profissionais altamente capacitados. Fizeram MBA fora, contam com anos de experiência no mercado e são responsáveis por bilhões em ativos sob gestão. Por tudo isso, eles ganham um bônus anual bastante gordo. Merecidamente, diga-se de passagem.

Mas, seguindo a minha carteira pessoal, você poderia ter superado os principais gestores e fundos, sem abrir mão da sua rotina profissional.

Com apenas 30 minutos de dedicação por mês.

Mesmo sem ter conhecimento em economia ou finanças.

É ou não é tentador?

O assinante Mauricio conta que se tornou fã da Empiricus.

Em menos de um ano, o portfólio dele cresceu mais de 60%.

O assinante Renan é outro que conseguiu multiplicar seu patrimônio em pouco tempo seguindo a minha carteira pessoal.

“Olhei minha conta na corretora e vi que de ontem pra hoje tive uma oscilação de mais de 45 mil reais. Valeu!”

O assinante Wellerson conta que sua vida financeira se divide em antes e depois da Empiricus.

Estamos muito contentes com o resultado de quem seguiu minha carteira pessoal até aqui.

Mas agora é hora de nos provarmos mais uma vez… de superarmos a rentabilidade média dos multimercado pelo sexto ano.

E o melhor é que você vai poder participar dos próximos ganhos, que têm tudo pra serem os melhores da história.

Por que este será o melhor ano da Carteira?

Estamos confiantes de que 2019 pode ser um dos melhores anos da história. Talvez o mais rentável.

O portal de notícias Bloomberg fez uma pesquisa com investidores internacionais, traders e estrategistas.

Em uma tradução livre, a pergunta foi a seguinte…

Em qual mercado emergente você vai ficar de olho em 2019?

A resposta foi a mesma em Câmbio, Renda Fixa e Bolsa de Valores.

Brasil.

Vamos começar pela Bolsa de Valores.

O lucro das empresas está crescendo em alta velocidade.

Fonte: G1

O que já traz uma ótima perspectiva de valorização do Ibovespa, já que o preço das ações tende a acompanhar o lucro das companhias.

Além disso, o desemprego vem diminuindo. E a melhora no mercado de trabalho é mais um ótimo indicativo de retomada do crescimento em 2019.

E pra melhorar, a confiança dos empresários industriais é a maior em oito anos.

O que deve se refletir na criação de vagas, aquecendo ainda mais a economia.

O Banco Central estima que enquanto em 2018, o crescimento do Produto Interno Bruto ficou em 1,3%, este ano deve alcançar 2,5%. Ou seja, o crescimento do PIB pode ser praticamente duas vezes maior em 2019.

Esse otimismo já vem sendo refletido na Bolsa, que teve a primeira quinzena mais otimista desde o primeiro mandato de Lula.

Fonte: SeuDinheiro.com

E esse pode ser só o começo.

Digo isso porque o mercado de ações brasileiro pode receber um fluxo de fundos estrangeiros de aproximadamente 70 bilhões de dólares.

Fonte: InfoMoney

No primeiro sinal de medidas mais concretas do governo, o gringo vai chegar com um caminhão de dinheiro em nossa Bolsa.

E não é só o capital estrangeiro que pode fazer as ações subirem.

Atualmente, o mercado de fundos possui cerca de 5,5% de seus ativos em Bolsa de Valores. Este número tem média histórica de 8,4%, e já chegou a 14,6%.

Ou seja, tanto os gestores internacionais quanto os nacionais devem aportar dezenas de bilhões de reais na Bolsa nos próximos meses.

Até onde o Ibovespa pode chegar?

A corretora XP Investimentos acredita na Bolsa a 125 mil pontos ainda em 2019.

De acordo com o portal de notícias Money Times, a Bolsa pode alcançar 150 mil pontos.

E nós, aqui da Empiricus, estamos ainda mais otimistas.

Nosso estrategista-chefe, Felipe Miranda, fez a seguinte estimativa a um grupo restrito de pessoas.

“Eu consigo imaginar com alguma facilidade o Ibovespa a 170 mil pontos nos próximos anos”.

Há ainda os que falam em Bolsa a 250 mil pontos…

Fonte: Arena do Pavani

Ou seja, o potencial de valorização é o maior dos últimos 10 anos, desde que houve a crise do subprime, em 2008.

Essa pode ser a chance que você tanto esperava pra mudar de patamar financeiro.

Prova disso é que 2018 foi marcado por preocupações sobre a economia global, especialmente em relação aos Estados Unidos e sua disputa comercial com a China.

E mesmo assim a Bolsa brasileira subiu 15%, enquanto as Bolsas na China, Estados Unidos e Europa se desvalorizaram.

Se mesmo com todas as turbulências a Bolsa brasileira foi a que mais se valorizou em 2018 no mundo, imagine agora em céu de brigadeiro?!

Caio, isso significa que a Bolsa vai continuar quebrando recorde atrás de recorde de valorização?

Olha, sinceramente ninguém pode dar 100% de certeza.

Apesar de termos fortes indícios disso, ninguém pode garantir ou prever o futuro.

Por isso, minha insistência na diversificação e na necessidade de sempre carregar proteções em sua carteira, ainda que isso custe um pouco de dinheiro.

Para repetir o grande sucesso dos últimos cinco anos, traçamos uma estratégia completa, diversificada e protegida.

Com grande potencial de retorno e riscos neutralizados.

Queremos que o investidor saia da obsessão por dicas individuais pra aplicar seu dinheiro e passe a olhar pro seu portfólio como um todo.

Não é com uma ação específica (nem outro ativo) que uma pessoa muda de patamar financeiro… É com a alocação de capital, que ao longo do tempo explica a maior parte da performance de uma carteira.

Isso quer dizer que não existem ativos arriscados, existe alocação desbalanceada.

Quer um exemplo?

Muitas pessoas colocaram uma grande quantia em Opções.

Opções são arriscadas? Olhado sozinho, sim.

Mas, se representa 1 por cento de sua alocação, não.

Mesmo se houver perda em algum ativo, os outros compensam, e o resultado vai ser positivo, se a alocação for bem feita.

Ou seja, o risco não está em ativos voláteis, na renda variável, mas na alocação excessiva em determinado ativo.

Apostas de alto risco fazem um grande sentido se forem devidamente dimensionadas.

Voltando pra renda variável, veja esses retornos recentes…

Cento e vinte e seis por cento. Cento e dezesseis por cento. Cento e quatro por cento.

Algumas ações mais que dobraram de valor nos últimos 12 meses.

Já pensou poder dobrar parte do seu dinheiro em apenas 1 ano?

Isso significa que vale a pena investir todos seus recursos em ações? Não!

Equilíbrio é a chave de um portfólio sólido e rentável.

Por isso, propomos na nossa carteira pessoal um portfólio diversificado com Renda Fixa, Ações, Fundos Imobiliários e proteção com Ouro, Dólar e Opções.

Com essa pulverização vemos chances de altos retornos em todos esses mercados.

Na Renda Fixa, por exemplo, estamos mirando especialmente os títulos mais longos.

Por isso, Renda Fixa é a maior alocação da minha carteira pessoal.

Acreditamos que certos ativos podem superar de longe o CDI, CDBs, LCIs e LCAs encontrados nos grandes bancos.

Apesar de ser um ótimo retorno potencial, a cereja do bolo não está aqui.

Em 2019, estamos confiantes de que o book de Ações será a principal fonte de resultados pra minha carteira pessoal. Diversas ações podem dobrar ou triplicar nos próximos 12 meses.

Outro destaque são os Fundos Imobiliários, que continuam bastante positivos em 2019 com o avanço do setor.

Aqui a vantagem é dupla. Você pode ganhar de duas maneiras. Com a valorização dos Fundos Imobiliários e com o recebimento de dividendos isentos de impostos.

Ou seja, é dinheiro caindo todo mês em sua conta.

É sua chance de receber aluguéis sem ter imóveis.

Só pra você ter ideia, um FII específico conta com um dividend yield de aproximadamente 7%, que sozinho já rende mais que 100% do CDI. Fora a valorização da cota, que pode aumentar ainda mais seu retorno.

Agora, gostaria de falar de proteção.

O book de Ouro vai ter a mesma função do book de Dólar e de Opções em 2019.

Blindar toda a carteira em momentos de turbulência.

Como, por exemplo, no recente desastre em Brumadinho.

Fonte: Arena do Pavani

Enquanto a Bolsa caia 2,29%, puxada pelas ações da Vale que derretiam mais de 24%, quem seguiu a nossa estratégia de proteção teve um ganho de 847% em Opções.

Aqui gostaria de fazer um adendo.

Volatilidade não é algo ruim.

Poucos entendem exatamente o conceito de risco e de volatilidade.

Então, deixa eu fazer uma analogia pra ajudar a acabar com essa confusão de uma vez por todas.

Muitas pessoas se sentem mais seguras em andar de carro a viajar de avião.

Talvez seja o seu caso.

Porém, o avião é muito mais seguro que o carro.

Prova disso é que ano passado foram registrados cerca de 200 mil acidentes graves nas estradas com 47 mil mortos e 400 mil feridos com sequelas.

Fonte: Folha

Enquanto isso, houve 20 acidentes aéreos graves em 2018.

Fonte: Folha

Ou seja, 0,0001% em relação ao número de acidentes nas estradas.

Números que fazem do avião a maneira mais segura de se locomover.

É verdade que às vezes o avião pode sofrer turbulência no meio do caminho.

E é aí que está a confusão.

A turbulência é a volatilidade, o sobe e desce do mercado, mas mesmo com algum chacoalhar no meio do caminho, você chega mais rápido ao seu objetivo, de maneira mais segura, sem se machucar.

Isso quer dizer que você deve investir todo seu dinheiro na Bolsa pra multiplicar seu dinheiro?

Não!

Diversificação e balanceamento de carteira são dois dos segredos da minha carteira pessoal nos últimos anos.

Diversificação é não colocar todos os ovos na mesma cesta.

Balanceamento de carteira é vender o que já subiu muito e comprar o que está barato, pra que haja um balanço saudável das classes de ativos.

Com essa técnica, aumentam as chances de comprar na baixa pra vender na alta.

Sem correr riscos desnecessários, graças à robustez do portfólio.

Prova disso é que nesses últimos cinco anos a minha carteira pessoal resistiu bravamente a diferentes eventos negativos.

Como por exemplo, a eleição de Trump, o Joesley Day, a greve dos caminhoneiros. Apenas pra citar alguns.

Apesar das turbulências do mercado, a minha carteira pessoal rendeu 126,87% nos últimos 5 anos.

Isso só foi possível graças a uma estratégia exclusiva que combina ativos de proteção, diversificação inteligente e balanceamento de carteira.

Apesar de toda a turbulência do mercado, saímos mais fortes e experientes, sem sofrer perdas e, o melhor, com uma rentabilidade acima da média.

Por tudo isso, considero esse portfólio o mais completo da Empiricus

… a minha carteira pessoal.

E sugiro fortemente que siga a mesma estratégia.

Mas, antes de aceitar o meu convite, imagino que ainda esteja com algumas dúvidas, como por exemplo…

Qual é o montante mínimo de investimento?

É preciso investir todos os meses?

Quem monta a minha carteira pessoal?

Como você pode ter a mesma rentabilidade?

E, afinal, qual é a minha carteira pessoal?

Vamos começar pela última.

O que estou chamando de a “minha carteira pessoal” é a Carteira Empiricus.

E ela só está disponível em um lugar, na série que leva o mesmo nome.

Muitos leitores me perguntam o seguinte: Caio, se você tivesse que escolher apenas uma assinatura, qual seria?

Minha resposta é justamente essa, a Carteira Empiricus.

Seu resultado é consistente, o portfólio equilibrado e conta com ativos de segurança. Tudo o que busco pra mim e quero pra você também.

A Carteira Empiricus é montada por uma equipe de profissionais comandada por Felipe Miranda e João Piccioni.

Felipe Miranda é formado em Economia pela FEA-USP e mestre em Finanças na FGV-SP, onde também foi professor.

Felipe foi um dos fundadores da Empiricus comigo e hoje é o CEO e estrategista-chefe da maior casa de publicações financeiras do Brasil, com 290 mil assinantes.

E o João Piccioni é graduado em Engenharia pela FEI e em Administração pela FGV, onde fez também o meu mestrado em Finanças.

Tem 12 anos de experiência e possui o Certificado de Gestores Anbima (CGA) e o Certificate of Quantitative Finance (CQF).

Antes de vir pra Empiricus, era sócio de uma gestora de recursos com 2 bilhões em ativos sob gestão.

Até que aceitou o convite de Felipe Miranda pra ajudar a fazer a diferença na vida de milhares de famílias.

E olhando a variação patrimonial que cada um dos 25.329 assinantes teve nos últimos 5 anos, o resultado impressiona.

A Carteira Empiricus gerou um lucro muito maior do que os investimentos tradicionais que você encontra por aí…

88.810 reais a mais que a Caderneta de Poupança.

65.120 reais a mais que os fundos Multimercado dos Grandes Bancos.

62.250 reais a mais que a Renda Fixa.

53.160 reais a mais que os fundos Multimercado em Geral.

Em uma estimativa conservadora, se cada um dos 25.329 assinantes ganhou 53.160 reais a mais seguindo a Carteira Empiricus, sabe o que isso significa?

Que a Empiricus gerou mais de 1,3 bilhão de reais de riqueza extra a um grupo seleto de pessoas…

R$ 1.346.489.640 de riqueza extra

Impressionante, não é mesmo?!

Se o histórico da Carteira Empiricus é marcado por grandes acertos, o presente não fica atrás.

Veja a rentabilidade alcançada em janeiro de 2019…

A Carteira Empiricus rendeu impressionantes 937% do CDI.

A prova concreta de que o portfólio está completamente blindado contra crises.

E é eficiente em todos os cenários. Faça chuva ou sol.

Graças aos ativos de proteção, a nossa estratégia não só evitou perdas com a forte desvalorização das ações da Vale, como teve um resultado surpreendente.

937% do CDI é ter uma rentabilidade 9,37 vezes maior que a Renda Fixa.

Olhando pra essa rentabilidade de 937% do CDI, responsa sinceramente: você vai se contentar com 100% do CDI, ou seja, cerca de 6,4% ao ano?

Não, né?!

Ganhar 1% ao mês na Renda Fixa tradicional é coisa do passado.

Se você quiser alcançar seus objetivos financeiros em menos tempo, vai ter que diversificar.

E a melhor solução, na minha opinião, está aqui.

Pra deixar claro o que você vai levar, aceitando meu convite de seguir a Carteira Empiricus, vou listar o pacote de benefícios…

A série Carteira Empiricus inclui:

– Special Report mensal de um portfólio completo e uma abordagem atualizada do cenário econômico;


– Publicação semanal de acompanhamento, caso queira ter um acompanhamento mais de perto;


– Guias detalhados sobre os mais variados mercados pra você conhecer a proposta de cada classe de ativos;

– Vídeos mensais explicativos sobre a montagem do portfólio;

– Podcasts quinzenais do Carteira Empiricus pra você que não tem tempo de ler todas as publicações;

– Tutorial do assinante pra você saber por onde começar;

– Plantões de dúvidas periódicos pra você ter um contato mais de perto com nosso time e tirar eventuais dúvidas;


– Programa Beat the Dealer, bônus gratuito aos primeiros assinantes, 100% focado no mercado de Opções pra você saber como gerar renda extra e blindar toda sua carteira de maneira eficiente.

Esse é um presente meu pra você que assinar a Carteira Empiricus nas próximas 48h. Se você fosse pagar por esse bônus exclusivo, custaria R$ 1.788. Mas você vai levá-lo de graça, se for rápido;


– Planilha de Gerenciamento de Investimentos, em formato Excel, pra seu controle pessoal do portfólio;

–  Desafio dos 10 Anos. Um Bônus no valor equivalente a R$ 8.640 caso você não supere o benchmark nos próximos 10 anos seguindo a Carteira Empiricus. Em breve, darei mais detalhes.

E quanto você precisa investir pra seguir a Carteira Empiricus?

O montante ideal é de 100.000 reais.

Sabemos que nem todo mundo tem essa quantia disponível pra investir. Mas entendemos que pra ter um portfólio verdadeiramente diversificado e blindado, essa quantia é necessária.

E se você tiver um pouco menos de 100.000 reais? Nesse caso, poderá seguir a Carteira Empiricus com o que tem e ir montando o restante com o tempo.

Se você tiver mais de 100.000, também poderá seguir a Carteira, mantendo os percentuais sugeridos em nossas publicações exclusivas.

Vale destacar que ao seguir a Carteira Empiricus, você não precisa de nenhum outro investimento.

Você já estará investindo nos melhores investimentos dos principais mercados.

Mesmo que seja um iniciante…

O Mauricio é um exemplo de que é possível ter rentabilidade e segurança com uma boa carteira de investimentos.

Ele não entendia nada de investimento até se tornar assinante. Em um ano e meio, ganhou 42.000 reais.

Não entendia nada de investimento até me tornar um assinante. Comecei com 207 mil reais. Um ano e meio depois estava com 255 mil reais, acredite. Quero agradecer pelos ótimos investimentos e pela sua constante preocupação em proteger nossos investimentos. A nova estratégia do Carteira realmente funciona.
Mauricio B.

Além disso, pra seguir a Carteira Empiricus não é preciso investir dinheiro novo todos os meses. Basta montar o portfólio que você vai ter acesso imediato assim que efetuar sua assinatura.

E sempre que identificarmos uma nova oportunidade, você será informado em tempo real por e-mail e SMS.

O mesmo acontecerá quando indicarmos a venda de um ativo da carteira.

E quanto custa pra se tornar um assinante e ter acesso imediato à Carteira Empiricus?

Agora, que você já sabe o que vai levar aceitando meu convite, chegou a hora de conhecer a oferta inédita que preparei pra você.

O preço da assinatura anual da Carteira Empiricus é 12 x R$ 240.

Mas, atenção, você não vai pagar essa quantia por apenas 1 ano.

Assinando hoje, em uma condição pra lá de especial, você vai ter não um, não dois, não três, não cinco, mas, sim, 10 ANOS de acesso irrestrito à série Carteira Empiricus

Você ouviu direito, uma década inteira do conteúdo exclusivo mais completo da casa pelo preço da assinatura anual.

Pode comemorar. Esse é um presente meu pra você em celebração aos 10 anos de vida da Empiricus.

QUERO O PRESENTE DE 10 ANOS POR 1

Olha, eu vou ser sincero com você…

O nosso Financeiro não gostou muito dessa condição especial.

O Tiago me perguntou com os olhos arregalados:

“Caio, como você pode dar 10 anos por 1”?

Pra mim faz todo o sentido. Se a Empiricus está fazendo 10 anos justamente este ano, por que não oferecer 10 anos de acesso pelo custo de 1?

Afinal, a gente só faz 10 anos uma vez, não é mesmo?

Veja bem, o que está ao seu alcance…

25.329 assinantes do Carteira Empiricus já aceitaram pagar esse mesmo preço por “apenas” 12 meses de acesso à série.

E se você perguntar pra elas se fizeram um bom negócio, garanto que pagariam até mais pra ter os ganhos que vêm alcançando.

O Neto é um desses assinantes satisfeitos do Carteira Empiricus.

“Com o lucro obtido nas opções desde a indicação, já pagou 17 vezes o valor investido”

Como você pode ver, a série se paga em pouquíssimo tempo.

Se eu fosse você, aproveitaria agora mesmo essa oferta inédita, porque ela não deve se repetir tão cedo, e principalmente porque as vagas são limitadas.

Quem conseguir entrar, vai fazer uma verdadeira barganha.

Você pagará nada mais do que 12 parcelas de R$ 240 no primeiro ano e, a partir do segundo, tão somente 97 reais pra ajudar a cobrir parte dos custos.

O equivalente a 79 centavos por dia, em 10 anos, por uma década de acesso irrestrito à Carteira Empiricus.

Cá entre nós, o que você compra hoje em dia com 79 centavos por dia?

Quase nada, não é mesmo?

Mas com essa quantia irrisória, você pode ter acesso a uma carteira campeã até 2029, começando hoje.

É a sua chance de ganhar dinheiro pela próxima década, de maneira consistente.

Estou falando em mudar de padrão de vida.

Se optar por pagar à vista no cartão de crédito, ainda leva um desconto adicional de 10%.

Acredito tanto que não existe nada parecido com a Carteira Empiricus, que estou lançando um desafio inédito

Desafio dos 10 Anos

Você viu que a Carteira tem tido um ótimo resultado nos últimos anos.

Como, por exemplo, 226% CDI em 2018.

E 937% CDI em 2019.

O que por si só já valeria a pena segui-la.

Mas, pra que você se sinta ainda mais confortável em garantir sua vaga agora mesmo, lanço aqui um compromisso.

Minha confiança é tanta de que você vai ter uma rentabilidade campeã na próxima década que proponho a você o seguinte…

Desafio dos 10 Anos

Rentabilidade acima do CDI ano após ano, nos próximos 10 anos, ou um você ganha um bônus equivalente a 8.640 reais.

Sugiro até que você tire um print desse desafio ou salve esse arquivo em seus documentos. Porque o Desafio dos 10 Anos é pra valer.

Se em apenas um dos anos, a Carteira Empiricus não superar o benchmark sabe o que acontece?

Nesse caso, se perdermos o Desafio dos 10 Anos, você fica com toda a rentabilidade alcançada no período…

… e de bônus recebe 8.640 reais em crédito pra adquirir outros produtos da casa, ou acesso ilimitado à série Carteira Empiricus pra sempre. O que preferir.

Basta entrar em contato e escolher o que prefere.

O telefone da Central de Relacionamento é 4003-3117.

Deixe anotado e nos cobre depois se a Carteira Empiricus não bater o CDI em todos os anos da próxima década.

Quero reforçar aqui que o Desafio dos 10 Anos é válido anualmente, pela próxima década.

O objetivo é bater o benchmark em 2019, em 2020, em 2021, e por aí vai, até 2029. Por 10 anos consecutivos.

Se em um ano sequer, seja ele qual for, você não bater 100% CDI seguindo a Carteira Empiricus, tem direito a 8.640 reais em crédito na Empiricus.

Um bônus especial que, sozinho, vale mais do que o que custo simbólico que você vai pagar pelos 10 anos de assinatura do Carteira.

É uma proposta realmente irrecusável e disponível apenas aos 100 primeiros interessados.

Você já pode confirmar seu interesse clicando no botão abaixo e preenchendo seus dados.

Veja uma simulação de quanto você pode ganhar se alcançarmos a rentabilidade de 2018 pelos próximos 10 anos.

Se você investir 50 mil reais, pode chegar a 194.161 reais.

100 mil reais podem virar 388.322 reais.

300 mil reais podem alcançar 1.164.967 reais.

500 mil reais podem se transformar em 1.941.612 reais.

Com 1 milhão, você pode acumular 3.883.225 reais.

Sem correr riscos desnecessários.

O único risco está em perder a vaga e ficar de fora.

Por isso, se você ficou interessado, recomendo agilidade.

As Vagas são Limitadas aos primeiros 100 interessados

Como estou propondo esse ousado Desafio dos 10 Anos, temos que limitar o número de interessados.

Se a Carteira Empiricus não superar o benchmark (CDI) em cada ano da próxima década, a Empiricus vai colocar em jogo 864.000 reais.

Como chegamos a esse número?

Multiplicando o valor do voucher de 8.640 reais por 100, que é o número de vagas nessa condição especial.

8.640 reais é o valor equivalente à assinatura vitalícia do Carteira Empiricus, a que você terá direito, se perdermos a aposta.

Ou seja, se perdermos essa Disputa, você vai receber mais do que pagou pela assinatura.

Mas estou convicto de que a Carteira vai superar de longo o CDI nos próximos 10 anos. E você só tem a lucrar com isso.

É ganhar ou ganhar.

Eu sei que nem todos os interessados vão conseguir uma das 100 vagas.

Como a oferta de 10 anos por 1 é irrecusável, as vagas devem ser preenchidas em instantes.

Eu espero que você consiga entrar, mas se por acaso ficar de fora, por favor me entenda.

A fonte de receita da Empiricus vem da venda das nossas publicações financeiras.

Por isso, não podemos estender essa condição especial de aniversário às 290.000 pessoas que vão assistir a este vídeo.

Tem mais…

Você pode experimentar a série Carteira Empiricus por 7 dias corridos.

Basta clicar no botão abaixo, inserir seus dados pessoais e o número do cartão de crédito pra começar a degustar.

Se você gostar da proposta, não é preciso fazer nada. O valor simbólico vai aparecer em sua fatura de cartão de crédito.

E se você não se identificar com a proposta do Carteira Empiricus?

Caso entenda que a série não é pra você, pode cancelar a subscrição dentro do prazo e abrir a vaga pra alguém da lista de espera.

Por isso, não há risco nenhum em garantir sua vaga.

Agora, chegou a hora de tomar a decisão correta e ter um retorno campeão pela próxima década.

Pra isso, basta clicar no botão abaixo e aceitar minha condição especial de aniversário.

10 anos por 1.

Aproveite já e ganhe até 2029!

QUERO CONHECER A CARTEIRA EMPIRICUS

Bônus válido por tempo limitado. Apenas 48h.

Um abraço,

Caio Mesquita

Caso ainda reste qualquer dúvida sobre a nova série, entre em contato com um de nossos atendentes pelo telefone 4003-3117.

O custo é de uma ligação local, sem DDD.

Se a linha estiver ocupada, peço a gentileza de insistir. Você só terá acesso gratuito ao Programa Beat the Dealer assinando a série nas próximas 48 horas.

 

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar sobre possibilidades de lucro financeiro sugeridas na forma de diferentes estratégias de investimento, eximindo-se a empresa de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do assinante em decorrência da tomada de decisão deste. Embora a Empiricus forneça sugestões pontuais de investimento, fundamentadas pela avaliação criteriosa de especialistas certificados, não se pode antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A empresa não realiza intermediações financeiras, por conseguinte não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, delegando ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Para assegurar a imparcialidade na avaliação dos investimentos, a Empiricus não recebe patrocínios nem veicula publicidade que não a de seus próprios conteúdos. Pessoas que têm dificuldades com limites devem procurar aplicações mais estáveis, como a renda fixa. A título de elevação dos padrões fiduciários e promoção das melhores práticas do mercado, os sócios da Empiricus têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos sugeridos. A empresa zela pelo direito de privacidade dos seus leitores. Quando necessário, seus dados pessoais são alterados com o objetivo de proteger as identidades. No entanto, o conteúdo dos depoimentos apresentados é sempre e garantidamente fidedigno. A presente nota não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.


A Empiricus foi fundada em 2009 com um objetivo: levar conteúdos financeiros independentes
e de qualidade para a pessoa física.

Hoje, nossa equipe conta com mais de 200 colaboradores.
Afinal, somos uma empresa de pessoas e produzir conteúdo relevante para a sua vida financeira não é tarefa fácil.

Mas a Empiricus não é apenas a sua equipe, somos os mais de 180 mil assinantes das publicações.
Para conhecer algumas dessas histórias, acesse https://www.empiricus.com.br/depoimentos

Se quiser saber mais sobre a Empiricus, acesse nosso site em www.empiricus.com.br ou envie um email para relacionamento@empiricus.com.br.

A Empiricus apoia

 

Uma empresa associada à Agora Companies


Maior grupo de publicações financeiras do mundo, com mais de 2.700.000 assinantes

Empiricus
CNPJ 11.431.155/0001-07
Copyright © 2009 – 2019

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3.477
Torre B - 10º Andar
CEP 04538-133 - Itaim Bibi - São Paulo

Relacionamento com o assinante
Telefone(s): 4003-3117 | 4003-3118
(ligação local)