Caro leitor,

Finalmente a crise política que paralisou o País está chegando ao fim.

Este momento de transição abre uma janela de oportunidade fantástica para você multiplicar o seu patrimônio AGORA.

O gatilho para mudar essa situação se desdobra à nossa frente.

Não podemos ignorar os últimos acontecimentos…

Vivemos o pior período de crescimento econômico de nossa história, mas o cenário está clareando.

À medida que as propostas econômicas do Governo Temer sejam aprovadas pelo Congresso, é natural que a Bolsa suba rapidamente.

Teremos o melhor time econômico da história para lidar com nossos problemas e nos levar de volta ao crescimento.

Há muito espaço para a valorização dos ativos brasileiros. Estamos em um momento de virada histórica.

Estou extremamente otimista com a recuperação econômica.

Quem souber aproveitar este momento dará muitos passos à frente em seu processo de construção de riqueza.

Diante das expectativas de impeachment, a Bolsa brasileira engatou uma sequência de altas impressionante — o mercado está eufórico.

Vimos o Ibovespa (IBOV), principal índice de ações, passar de 37 mil pontos em janeiro para 52 mil pontos em maio.

Vislumbro, em poucos meses, a Bolsa brasileira atingindo os 100 mil pontos — o equivalente a uma valorização de quase 100% do patamar atual.

Mas para aproveitar esta valorização, devemos agir rápido. Em breve todo o mercado se dará conta do potencial de alta.

Você vai esperar por esse momento?

Somente comprando agora você garante lucros exorbitantes.

Mas quem se antecipar poderá ver seus ganhos duplicarem quando o IBOV começar a subir.

A Bolsa não reage lá na frente, ela reage de imediato.

O mercado antecipa os movimentos e, logo logo, precificará o alto potencial das melhores empresas brasileiras.

O momento é fantástico para você multiplicar seu capital.

Algumas oportunidades só aparecem uma vez na vida…
E esta é a hora de agarrá-las!

 

Temos hoje uma janela de oportunidade histórica para comprar ações brasileiras a preços vis.

Você deve aproveitar este momento para ampliar os seus lucros.

Se os últimos 12 meses nos deram boas oportunidades, o próximo ano será ainda melhor.

Pensando que futuramente o IBOV estará 100% acima do nível atual, ainda temos verdadeiras pechinchas.

O Brasil já é o mercado com melhor performance do mundo até o mês de maio.

Veja um trecho do texto publicado pela MoneyWeek — publicadora de informações financeiras do Reino Unido:

“Como resultado, as ações levaram uma surra –  O índice do Bovespa caiu 50% nos últimos 5 anos.

Mas ultimamente a história tem sido diferente. Esse tem sido o mercado com o melhor desempenho do mundo até agora neste ano, e poderia ter espaço de sobra para um crescimento ainda maior. E mais, a crise política que tem paralisado o país por mais de um ano parece estar chegando ao fim”.

MoneyWeek (Maio/2016)

E não são apenas os analistas ingleses que estão dizendo isso.

Mark Mobius, o maior guru em investimentos nos mercados emergentes há mais de 40 anos, acredita que o Brasil apresenta muitas oportunidades para os investidores de longo prazo.

Mobius é otimista sobre as futuras perspectivas para o mercado brasileiro.

Para ele, o impeachment fará com que os ativos disparem.

Mobius adicionou dinheiro no Brasil dizendo que a remoção de Dilma Rousseff não está precificada.” — Bloomberg (Maio/2016)

“Mark Mobius: É hora de comprar Brasil” — Value Walk (Maio/2016)

Portanto, se você deseja ganhar dinheiro na bolsa deve agir agora mesmo.

O novo cenário político-econômico contagiou os investidores estrangeiros para o mercado acionário brasileiro — em abril, o saldo dos investimentos externos na Bolsa foi de 8,39 bilhões de reais, o maior para um só mês desde janeiro de 2007.

Isso significa que, apesar dos problemas políticos e econômicos, o Brasil continua sendo atrativo para os investidores estrangeiros de longo prazo — aqueles que possuem um imenso montante de capital para impulsionar o mercado.

Se é atrativo para eles, é muito mais atrativo para você.

Aproveite da melhor forma possível essa potencial valorização do Ibovespa — dos 50 mil aos 100 mil pontos.

Após vários anos de pessimismo com Bolsa, identificamos oportunidades fantásticas para investir em ações.

Já estamos pensando no futuro.

Nos antecipamos ao mercado para aproveitar um grande processo de valorização dos ativos que garantirá lucros extraordinários.

Grandes investidores esperam anos e anos pela materialização de um cenário como o atual

 

Desde a eleição, todos os ativos brasileiros (juros, dólar e Bolsa) andam juntos — reflexo do medo dos investidores.

O Ibovespa bateu sua máxima em 20 de maio de 2008, de 73.516 pontos. Ignorando a crise americana de 2008, desde lá tivemos volatilidade que nos levou cada vez mais para baixo até a mínima de 37.497 pontos em 26 de janeiro deste ano.

Para voltarmos ao topo, precisamos subir mais 37% a partir do nível atual.

Mas, vamos olhar o IBOV em dólares — assim retiramos nossa elevada inflação do período.

Em dólares a história é diferente, caímos desde 2010.

Para chegar novamente ao topo precisamos subir quase 200%.

Se estamos em 15 mil pontos em dólares, precisaríamos chegar aos 45 mil pontos, apenas para recuperar o período de 2007 a 2008.

Pensando em reais, seria um movimento de 100 mil pontos para algo ao redor de 150 mil.

Como isso acontecerá?

Estamos diante de eventos que podem desencadear valorizações de enormes proporções.

O Ibovespa (em reais e em dólares) subiu mais de 600% entre 2003 e 2008.

Estamos olhando para um período parecido…

Acredito que o novo Governo é 100% capaz de passar no Congresso medidas necessárias para que o Brasil volte para o caminho do desenvolvimento.

Sem sacrifício de todos simplesmente não é possível voltarmos ao crescimento econômico. A elite política sabe disso.

Podemos finalmente dizer que os verdadeiros problemas estão sendo discutidos.

Argumentos verdadeiros e capacidade de negociação serão essenciais, e este Governo possui todas essas qualidades.

Teremos a melhor equipe econômica da história.

Um bom time, munido de motivação adequada pode atingir milagres. E não esperamos menos.

Não será nada fácil. Mas, mesmo que as medidas não sejam aprovadas, teremos um clima político muito mais favorável ao debate.

As medidas que Temer terá que aprovar serão duras. Nunca o Brasil conseguiu reduzir despesas na magnitude que precisa cortá-las agora.

Mas Temer tem a faca e o queijo na mão.

Exatamente agora o melhor momento possível para começar a comprar ações, mas não quaisquer ações.

O mercado antecipa, assim que as novas medidas começarem a ser discutidas, o mercado já estará lá em cima.

O momento de comprar as melhores empresas é AGORA.

Recomendo investir apenas em empresas que têm rentabilidades extraordinárias. Empresas que deixa o Ibovespa literalmente comendo poeira.

Portanto, vamos deixar de lado a comparação com o Ibovespa e focar no que realmente importa — o CDI, referência para aplicação conservadora.

Observe alguns casos específicos de ativos brasileiros nas últimas duas décadas…

No gráfico abaixo temos um comparativo entre duas empresas brasileiras — Itaú e Ambev — com o CDI e o Ibovespa, desde 29/07/1994, primeiro mês do Plano Real, até maio/2016.

Colocamos tudo em base 100 para ter um comparativo melhor das variações no tempo.

No gráfico também consideramos os dividendos das companhias.

Marcamos em amarelo a variação do CDI acumulado. De 29/07/1994 para cá, tivemos 3.917% de valorização.

Já o Ibovespa (IBOV), identificado pela linha cinza, rendeu menos: +1.157% no período.

Mas veja só a performance de duas ações no mesmo período…

As marcações azul e laranja correspondem, respectivamente, às ações de Itaú (ITUB4) e Ambev (ABEV3).

No período analisado, que corresponde aos 22 anos de Plano Real, temos ABEV3 com retorno de +9.661% e ITUB4 com retorno de +5.033%.

É natural que o Ibovespa (um ativo de risco alto) tenha perdido do CDI (ativo de risco baixo) no período, devido aos maiores juros do mundo que o Brasil possui.

Sem contar que o índice Bovespa muda constantemente. Algumas ações se valorizam e outras se desvalorizam ao longo do tempo, fazendo com que a cotação de IBOV oscile.

Diante dessa particularidade brasileira, muitas pessoas não acreditavam que ações poderiam bater o CDI nesse período.

O Ibovespa de fato não bateu, mas os juros altíssimos não foram suficientes para impedir que algumas das melhores empresas do Brasil continuassem crescendo e superando o mercado.

Apesar de estarmos no meio da pior recessão econômica dos últimos 100 anos, temos ações que ganham do CDI.

Você viu isso claramente no gráfico acima, com Itaú e Ambev.

Agora, imagine quando o mercado estiver em patamares normais…

Ou assim que o novo time econômico do Governo Temer fizer as reformas de que o País tanto precisa…

Ou quando o CDI finalmente estiver em um patamar equivalente ao do resto do mundo…

A situação será ainda melhor e mais lucrativa para você investir em ações.

Os comparativos nos gráficos acima servem para mostrar que você não deve sair por aí comprando qualquer ativo brasileiro.

O que realmente importa é que as empresas tenham rentabilidade que supere o CDI no longo prazo.

Quem se preocupa muito com o que o Ibovespa faz no curto prazo está jogando fora sua oportunidade de ganhar até 10.000% com o passar dos anos.

Claro que acredito que ITUB4 pode duplicar de valor assim que a economia entrar nos eixos novamente.

Mas sei, olhando o gráfico abaixo, que muitas empresas ainda perdem do CDI nesse mesmo período.

As marcações azul e vermelha correspondem, respectivamente, às ações de Petrobras (PETR4) e Vale (VALE5), com valorização de +644% e +1.138%.

Além de perderem para o CDI (+3.917%), conseguem ser inferiores ao Ibovespa (+1.157), que teve uma performance razoável — valorizando apenas 30% do CDI.

Nenhuma das duas empresas gera valor no longo prazo. 

Veja como o Ibovespa segue mais fielmente a performance das duas, comparado com ABEV3 e ITUB4.

Não procuro por empresas que passam por ciclos.

Pois não sabemos quando serão os ciclos.

Busco empresas que serão altamente lucrativas faça chuva ou faça sol.

Procurando se defender de movimentos de curto prazo, você perde o movimento que realmente importa.

Há uma série de ativos de companhias extremamente saudáveis e rentáveis, que estão gerando muito valor para os seus acionistas ao longo do tempo.

Uma oportunidade dessas pode mudar a sua vida…

 

Se você se considera um investidor sem paciência, adepto de comprar e vender ações o tempo todo, pare de ler essa mensagem agora.

Já se você é paciente, há de compreender que os grandes processos de valorização na Bolsa se tornam melhores com a passagem do tempo.

Peter Lynch, um lendário investidor americano em ações, já disse que:

“Permanecer com as melhores ações por um longo período de tempo, e não vendê-las porque subiram, é a melhor forma de ficar milionário.”

Devemos sempre pensar como investidores de longo prazo — pois são eles que efetivamente ganham dinheiro.

Portanto, você precisa comprar ações para ter rentabilidades bastante acima da renda fixa e ficar com elas durante muitos anos.

Essa é a melhor estratégia para lucrar com ativos na Bolsa.

Pode parecer que é impossível alcançar grandes resultados investindo em ações.

No entanto, conhecemos casos de ENORME sucesso em Bolsa, certo?

O bilionário Warren Buffett de fato existe…

Ele é um exemplo clássico de investidor de longo prazo.

Buffett começou a comprar ações da Coca-Cola em 1988. Hoje possui cerca de 8% da  empresa, tornando-a um de seus investimentos mais lucrativos.

Ele compra ações quando o mercado as ignora.

E sempre aproveita os preços baixos para aumentar suas posições em ótimas empresas.

Segundo o maior investidor de todos os tempos, alocar capital de forma eficiente é o segredo para o sucesso ou o fracasso financeiro.

Seu patrimônio foi construído com poucas ações que no longo prazo tiveram uma valorização extraordinária.

Antes de prosseguir, permita que eu me apresente.

Meu nome é Bruce Barbosa, sou o analista responsável pela série Melhores Ações da Bolsa.

Sou formado em Engenharia de Produção Mecânica pela USP e possuo MBA pela New York University.

Após anos de experiência no mercado financeiro, me juntei ao time da Empiricus em junho de 2015.

Aplicando os preceitos da estratégia infalível de Buffett, procuro pelos melhores negócios existentes na Bolsa brasileira.

Recentemente tive o privilégio de assistir à reunião anual da Berkshire Hathaway — companhia da qual Warren Buffett é presidente, sediada em Omaha, no Nebraska, Estados Unidos.

Desculpe a minha falta de prática para tirar fotos, essa não é a minha especialidade.

Vamos ao que realmente interessa…

Uma vez por ano, o anfitrião Buffett recebe entusiastas de sua estratégia infalível para lucrar com ações.

Após dias de debates em torno das melhores opções de investimento do mundo, voltei para o Brasil com uma convicção:

Temos 11 oportunidades raras para lucrar com ações AGORA na Bolsa brasileira.

Devemos agarrá-las.

Acredite: hoje você não encontrará algo parecido em nenhum outro lugar do mundo.

Vamos comparar Itaú com a Berkshire.

Atualmente, Berkshire Hathaway é a 5ª maior companhia negociada em Bolsa do mundo.

Mesmo sendo uma companhia espetacular, formada das melhores empresas dos EUA (e internacionais) e com alocação de capital feita pelos melhores gestores do mundo, ainda perde para nossa modesta Itaú — que é uma máquina de ganhar dinheiro.

Observe no gráfico abaixo a análise em dólares entre Itaú e algumas das partes de Berkshire, desde o início do Plano Real (1994).

Adicionei American Express, Coca-Cola, Wells Fargo e IBM.

Não considero que Berkshire (ou suas partes) sejam empresas ruins, mas temos melhores opções aqui mesmo no Brasil.

Vamos dar valor ao que é nosso.

O momento não poderia ser mais oportuno.

Estamos diante de oportunidades fantásticas para multiplicação de valor no mercado brasileiro.

Boas aplicações hoje podem se tornar milhões de reais com o tempo.

Se você esperar a melhoria econômica se concretizar, a Bolsa refletirá esse novo cenário.

É necessário se antecipar. As promoções não duram para sempre.

Investir com o mercado em alta é muito mais difícil…

Quem ignorar perderá a possibilidade de aproveitar um rali para os ativos brasileiros.

Quando todos estiverem otimistas, os ativos financeiros estarão significativamente mais caros.

Você precisa se posicionar AGORA!

Ou nunca mais se posicionará na vida.

Não desperdice chances formidáveis de rentabilizar seus investimentos.

Agora que você já sabe que passamos por um momento histórico e com oportunidades fantásticas, tenho um convite especial.

Pegamos emprestada a sabedoria de Buffett para nortear as recomendações em uma das séries de maior sucesso da Empiricus…

As Melhores Ações da Bolsa

Baseados em anos de pesquisa, conversas com empresas, analistas, estudos de modelos de investimento e até em discussões acaloradas na Empiricus, selecionamos empresas no mercado que são simplesmente fantásticas.

Poderíamos apostar em empresas estatais ou procurar pelas famigeradas “oportunidades imperdíveis” de mercado – aquelas mesmas que as corretoras anunciam semanalmente.

Mas preferimos comprar ações somente dos melhores negócios que encontramos.

Focamos em empresas que podem gerar valor com a economia em expansão e que serão mais defensivas no caso de uma crise.

Como os casos de Itaú e Ambev citados anteriormente…

Conversamos com diversos analistas, tanto de fundos quanto de corretoras.

Não só em nosso convívio social, mas também lendo jornais, revistas etc…

A maioria não entende os negócios das companhias.

Eles recomendam investimentos baseados em uma infinidade de previsões de outras pessoas.

Previsões baseadas em outras previsões…

Nós somos independentes. Não temos conflito de interesses.

Nunca colocamos o dinheiro dos nossos leitores em aventuras.

Não é nada fácil ir contra a manada. É justamente por isso que o mercado nos dá espetaculares oportunidades de ganho.

A série Melhores Ações da Bolsa não procura apenas dar uma lista de empresas ótimas para comprar.

Entregamos muito mais…

Procuramos ensinar nossos leitores a investir.

Ajudamos o investidor a entender por que escolhemos as empresas da carteira.

Somente anunciar as melhores ações do cenário atual não é suficiente.

Afinal, todas as corretoras fazem a mesma coisa.

Cuidar pessoalmente de nossas finanças é tarefa que não se pode deixar de lado.

Ela é importantíssima para atingirmos conforto e independência financeira.

Talvez até para que nossos filhos tenham uma vida mais tranquila que a nossa.

Para investir bem precisamos de elevada confiança em nossa estratégia de investimentos.

E seguir essa estratégia em sua totalidade.

Completamente. De corpo e alma.

Às vezes, pode parecer que faz sentido mudá-la.

Mas quem realmente ganha dinheiro no mercado não modifica sua estratégia.

Nossa estratégia é simples:

✓ Procuramos os melhores negócios e não as melhores ações;

✓ Quando os encontramos, os carregamos para sempre;

✓ Estudamos as ações com afinco, todos os dias;

✓ Preços em queda são oportunidade de compra;

✓ Não procuramos aventuras;

Agora convido você para fazer parte disso e conhecer As Melhores Ações da Bolsa.

Uma ferramenta indispensável para encontrar os papéis com maior potencial de valorização.

Uma chance real de multiplicação do seu dinheiro.

Mas que também pode ser defensiva a fim de protegê-lo, dependendo da situação.

As oportunidades raras que trazemos na série pertencem a empresas que conseguiram atender a rigorosos parâmetros de qualidade.

São ações que multiplicarão seu patrimônio em qualquer cenário.

Procuramos estudar a fundo as empresas da Bolsa e recomendamos as mais sólidas, com os negócios mais lucrativos.

Apesar de termos colhido algum sucesso no caminho, queremos muito mais.

E a Bolsa ainda nem começou a subir…

Após o boom, quando o Ibovespa estiver em 100 mil pontos, todos irão querer entrar na festa.

No momento em que o mercado melhorar e a economia voltar a apresentar sinais de saúde, já estaremos bem acomodados, só aproveitando a maré.

Nosso foco é a multiplicação de patrimônio. Somos extremamente seletivos em nossas recomendações.

Muito mais importante que um ganho relevante é possuir investimentos que permitam um sono tranquilo à noite.

Temos muitos leitores felizes com o desempenho de nossa carteira…

Escrevo para agradecer pelas ótimas dicas dadas, ganhei aproximadamente 49% com Natura e 21% com Itaú, não obtive perdas. O que ganhei foi suficiente para pagar o investimento na assinatura por pelo menos 10 anos. Parabéns!
Diego S.

Sou assinante da série Melhores Ações da Bolsa e só tenho a agradecê-los. Em pouco tempo, consegui uma rentabilidade muito maior do que as melhores aplicações em renda fixa que já tive.
Lucas S.

Bruce, parabéns pelos relatórios. Finalmente encontrei o produto que procurava, linguagem direta, independente, no nosso melhor interesse, não o que você acha, mas o que faz sentido de acordo com um fundamento lógico. Apenas me arrependo de não ter investido mais, obrigado pelo ganho que ja nos proporcionou.
Samir B.

Antes de dar o próximo passo, prático, você precisa estar ciente de alguns pontos:

✓ o investimento em ações envolve riscos;

✓ não invista um valor que comprometa seu patrimônio;

✓ é importante que siga as recomendações da série, o que minimizará o seu risco de perdas.

Para ganhar dinheiro em Bolsa, dependemos — necessariamente — de muita confiança no que fazemos.

Procuramos apenas pelos melhores negócios. Alocamos capital neles quando negociam a preços atrativos.

Por definição, esses negócios talvez não sejam os que mais sobem na alta, mas também não serão os que mais caem nas baixas.

Assinar a série já é um grande investimento…

O serviço oferece relatórios semanais com ênfase nas melhores oportunidades para lucrar com ações, pautadas na melhor estratégia existente.

Normalmente, o acesso ao Melhores Ações da Bolsa custa 12 parcelas de R$ 23,90.

Mas hoje estamos garantindo este serviço pela metade do preço.

Você paga uma verdadeira barganha — apenas 12 parcelas de R$ 11,90.

Além disso, receberá como cortesia o Daily PRO.

Este é um dos relatórios diários mais lidos da Empiricus, com recomendações financeiras para quem deseja estar por dentro das melhores oportunidades de valorização.

Com o Daily PRO você estará à frente e terá os melhores retornos do mercado.

Além de ter maiores perspectivas para formar um patrimônio relevante ao longo do tempo sem correr riscos desnecessários.

O Daily PRO traz diariamente, antes de o mercado abrir, uma síntese de TUDO o que realmente é relevante.

Dificilmente você encontrará um canal tão abrangente, que atenda aos mais variados perfis de investidores.

Ações, renda fixa, opções, ouro, dólar… e qualquer outro tipo de investimento que acreditamos ser vantajoso para nossos leitores.

Para finalizar, você ainda terá outro atrativo importantíssimo: caso não goste do conteúdo, você pode cancelar a assinatura nos primeiros 20 dias e receber TODO o seu dinheiro de volta.

Estamos oferecendo, praticamente, 20 dias para experimentar a série.

Acredite, você está diante de uma oportunidade raríssima de comprar empresas extremamente sólidas a preços bastante atrativos e dar muitos passos à frente no processo de construção de patrimônio.

E quando o Ibovespa atingir os 100 mil pontos você será um dos investidores que estarão comemorando.

Fico extremamente empolgado com a ideia de ter você no nosso time.

Não perca mais tempo.

QUERO MULTIPLICAR O MEU PATRIMÔNIO COM AÇÕES

Abraço e bons investimentos,
Bruce Barbosa

 

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar o seu destinatário sobre matérias relacionadas a economia, finanças e investimentos. A Empiricus se exime de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos que o destinatário de seus conteúdos tiver em decorrência da sua tomada de decisão. Embora a Empiricus forneça informações sobre investimentos, fundamentadas sob avaliação criteriosa, não se pode antecipar comportamentos. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A Empiricus é uma publicadora de conteúdos, totalmente dissociada do sistema de distribuição de valores mobiliários, e, por conseguinte, não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes eventualmente aplicados. A Empiricus zela pelo direito de privacidade dos seus leitores.


A Empiricus foi fundada em 2009 com um objetivo: levar conteúdos financeiros independentes
e de qualidade para a pessoa física.

Hoje, nossa equipe conta com mais de 200 colaboradores.
Afinal, somos uma empresa de pessoas e produzir conteúdo relevante para a sua vida financeira não é tarefa fácil.

Mas a Empiricus não é apenas a sua equipe, somos os mais de 180 mil assinantes das publicações.
Para conhecer algumas dessas histórias, acesse https://www.empiricus.com.br/depoimentos

Se quiser saber mais sobre a Empiricus, acesse nosso site em www.empiricus.com.br ou envie um email para relacionamento@empiricus.com.br.

A Empiricus apoia

 

Uma empresa associada à Agora Companies


Maior grupo de publicações financeiras do mundo, com mais de 2.700.000 assinantes

Empiricus
CNPJ 11.431.155/0001-07
Copyright © 2009 – 2019

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3.477
Torre B - 10º Andar
CEP 04538-133 - Itaim Bibi - São Paulo

Relacionamento com o assinante
Telefone(s): 4003-3117 | 4003-3118
(ligação local)