Caro leitor,

“Pagar aluguel é jogar dinheiro fora.”

Você já deve ter ouvido muito esse argumento por aí.

Deve ter escutado também que é “muito melhor pagar prestação de algo que é seu”.

Hoje você vai descobrir que essas ideias não fazem nenhum sentido.

Mais do que isso, vamos lhe provar que, na verdade, é possível enriquecer fazendo justamente o contrário do que prega o senso comum.

Você pode, sim, ficar rico de verdade morando de aluguel.

Isso mesmo.

Esqueça por enquanto a casa própria.

Desista de comprar um imóvel para chamar de seu.

Essa pode ser a melhor decisão financeira que você tomará na vida.

A decisão que irá deixá-lo com R$ 10.567.496,00 em sua conta.

Você já tem o dinheiro para comprar um imóvel? Ótimo, a estratégia que elaboramos é para você.

Só tem dinheiro para a entrada?

Não tem problema. É para você também.

Tem um imóvel parado e está na dúvida se vende ou aluga?

É para você do mesmo jeito.

E se ainda está começando a juntar dinheiro para um dia ter sua moradia, não entre em nenhum financiamento antes de conhecer nossa estratégia.

“Aluguel é uma praga que precisa ser exterminada.”

Não é não.

Essa ideia tão comum está completamente equivocada.

Se você concordava com ela, a culpa não é sua.

O “sonho da casa própria” já faz parte do inconsciente nacional.

Uma pesquisa recente do Sebrae apontou que comprar uma casa ainda é o maior sonho para 47% dos brasileiros.

Morar em um “imóvel próprio” é motivo de orgulho e status social.

Mesmo que por 20 ou 30 anos a casa ou apartamento financiado pertença realmente ao banco.

E que o valor pago mais do que dobre só por conta dos juros.

Assim, uma das decisões de consumo mais importantes da vida acaba sendo tomada com base na emoção.

E o sonho vira um limitador do seu potencial financeiro.

“Morar de aluguel” ainda é visto como algo pejorativo.

Apenas um plano B.

Muita gente chega a sentir pena ao ouvir falar que alguém mora de aluguel.

Mas afirmamos: ser inquilino é uma das atitudes mais inteligentes que você pode tomar.

Vamos provar com números que deixar de comprar um imóvel para pagar aluguel pode torná-lo milionário.

Estamos falando em usar a estratégia certa para ganhar muito dinheiro explorando o mercado imobiliário, ao invés de ser explorado por ele.

A estratégia que nossa equipe de especialistas preparou para você.

Seguindo nosso Método da Multiplicação Imobiliária, a entrada de uma única casa irá se transformar no valor de 4 imóveis com o passar do tempo.

Basta seguir as orientações que daremos a seguir.

Compreendemos o fascínio que a ideia de possuir um imóvel desperta.

Mas usando o mesmo dinheiro e tempo necessário para ter uma única casa, você pode ter quatro ou mais propriedades.

Como seria sua vida hoje se você possuísse seu próprio mini-império imobiliário?

Se além da sua residência própria, você tivesse o equivalente a mais 3 propriedades

Para seus filhos usufruírem.

Para gerar mais renda com aluguéis.

Mas se você não tem vocação para Sr. Barriga e nem quer lidar com os Madrugas que existem por aí, sem problemas.

A ideia aqui é que você pode quadruplicar o valor que gastaria em uma única propriedade.

Você pode ter 7 dígitos na sua conta para usar como quiser.

Ter a casa dos seus sonhos e ainda dinheiro disponível para viver com conforto e segurança.

Veja, um apartamento de R$ 500.000 te custará financeiramente mais de R$ 2.000.000.

E não estou falando de inflação ou valorização dos preços.

Falo do custo de oportunidade.

De deixar de ganhar mais 3 imóveis pela simples obsessão de ter a casa própria.

Como você irá descobrir, nosso Método da Multiplicação Imobiliária também vai fazer a diferença mesmo que você não queira comprar um imóvel.

Trata-se de uma eficiente maneira de poupar dinheiro e vê-lo render com taxas muito acima das aplicações mais conhecidas.

Nesse caso, você pode começar a investir com R$ 1 mil, R$ 3 mil ou R$ 5 mil

E tudo sem complicações. Vou lhe contar como fazer agora mesmo.

Desista de comprar um imóvel agora 

More pagando aluguel  

Siga nossa estratégia de investimento

E VOCÊ SE TORNARÁ MILIONÁRIO

Sonho ou pesadelo?

No filme Amargo Pesadelo, um clássico dos anos 1970, um grupo de amigos decide descer de canoa as corredeiras de um rio que iria desaparecer com a construção de uma represa.

Tudo foi pensado para ser uma aventura inesquecível.

Mas, como o nome do filme indica, as coisas não saíram como o planejado.

Após toparem com uma dupla de caipiras malucos, o final de semana de diversão virou algo para ser esquecido.

Não foi à toa que o nome desse filme veio à mente.

Infelizmente, muita gente vê o sonho da casa própria se transformar em um verdadeiro “amargo pesadelo”.

Desde a época do namoro, o objetivo de Cláudio era comprar a residência própria o mais rápido possível.

Adquirir um imóvel era uma questão de honra para o casal.

O importante era escapar do aluguel.

Optaram por um apartamento de R$ 500.000.

Toda a poupança foi usada para pagar os 30% da entrada, R$ 150.000.

O saldo de R$ 350.000 acabou financiado em 360 meses – 30 anos.

Para o especialista no mercado imobiliário e editor da Empiricus Marcio Fenelon, o gasto com o financiamento não deve ultrapassar 30% da renda.

Com Cláudio, as parcelas iniciais de R$ 4.029 excediam esse limite, colocando as finanças da família sob forte pressão.

Dois anos após a compra, ele recebeu no trabalho uma interessante proposta de transferência para outra cidade

Assim, o casal decidiu colocar seu imóvel à venda.

Queriam recuperar o valor gasto com a entrada e repassar as 336 parcelas restantes.

Sem sucesso.

Após alguns meses, esgotado o prazo dado pela empresa, ele acabou não aceitando o convite.

Ao menos assim, não precisariam abrir mão do apartamento.

Mas veio a crise e a empresa transferiu todas as atividades justamente para a cidade que ele abriu mão de ir.

Cláudio se viu desempregado.

Diferentemente de alguns outros colegas, conseguiu uma recolocação rápida.

Mas seu salário caiu.

O valor das prestações e do condomínio já não cabiam mais no orçamento.

As parcelas passaram a atrasar.

Agora, o casal passa horas discutindo e fazendo contas em busca de uma saída.

A valorização esperada também não veio.

Ao contrário. O apartamento comprado por R$ 500.000 agora é oferecido por alguns vizinhos por R$ 450.000, R$ 400.000.

E continuam torcendo para surgir um comprador…

Infelizmente, o que parecia ser o sonho da casa própria tornou-se um pesadelo financeiro, do qual Cláudio quer apenas acordar.

Morar de aluguel.

Isso teria impedido nosso amigo de ficar na sinuca em que se encontra.

Mais do que isso: esta escolha poderia tê-lo colocado no caminho de se tornar milionário.

Então, por que todo mundo que mora de aluguel não fica milionário?

Claro que não basta simplesmente sair pagando aluguel por aí.

É preciso uma estratégia inteligente para transformar isso em uma vantagem.

Uma estratégia como nosso Método da Multiplicação Imobiliária.

Com ele, você poderá acumular o valor de quatro propriedades diferentes.

Comprar seu lar à vista e ainda ter um saldo milionário na conta.

Usando exatamente os mesmos valores que seriam gastos em um único imóvel financiado.

E você vai descobrir como isso é possível agora.

 

Inquilino não, investidor

A melhor decisão financeira é aquela que gera mais riqueza.

Por isso, afirmamos: no lugar de comprar um imóvel, você deve alugar.

Por que alugar um imóvel?

Porque é barato.

A locação mensal pode custar menos da metade de uma parcela de financiamento.

O proprietário está perdendo dinheiro ao locá-lo para você.

Ou melhor, deixando de ganhar.

Vamos voltar ao Cláudio. Com o aperto, ele pensou em colocar seu apartamento para alugar e regressar para a casa dos pais.

Ao menos se livraria do condomínio.

Como ele descobriu, o retorno médio anual dos aluguéis residenciais é de apenas 4,4% do valor do imóvel.

Rentabilidade incapaz de superar a inflação.

E bem abaixo da oferecida inclusive pelos investimentos mais conservadores.

Para o apartamento de R$ 500.000, isso significa um aluguel de R$ 1.833 ao mês.

Ao ano, ele arrecadaria R$ 22.000 em aluguéis. Contra cerca de R$ 48.000 das prestações a serem pagas.

Uma diferença mensal de R$ 2.166, que precisaria continuar pagando mesmo sem morar no seu imóvel.

Como você verá, nossa estratégia é simples, mas muito lucrativa.

Se Cláudio tivesse alugado um apartamento em um prédio equivalente ao seu, estaria pagando R$ 1.833 por mês.

Assim, em vez de pagar os R$ 2.166 da diferença entre o aluguel recebido e a prestação, ele teria esse dinheiro para aplicar todos os meses, seguindo a estratégia de investimento que iremos revelar.

Ele deixaria de pagar os juros do financiamento, que acabam mais do que dobrando o valor do imóvel.

E, seguindo nosso Método da Multiplicação Imobiliária, com o tempo ele teria dinheiro suficiente para comprar não um, mas quatro apartamentos.

Você pode fazer diferente a partir de agora.

Em vez de virar um devedor, você se tornará um investidor.

Remunerado com uma das rentabilidades mais atrativas do mercado.

Mas os benefícios de morar de aluguel vão além.

Sendo inquilino, Cláudio não teria perdido uma excelente oportunidade profissional.

Ele simplesmente poderia devolver o apartamento para o proprietário e aceitar a transferência para outra cidade.

Flexibilidade e mobilidade são algumas das vantagens.

Um inquilino pode escolher morar o mais próximo possível do trabalho…

Pode mudar-se caso perceba que existem diversos bares barulhentos por perto…

Pode descobrir qual é o seu bairro ideal, após viver em alguns…

Pode escolher a casa mais adequada para suas necessidades do momento…

Tudo isso ainda levando vantagem do ponto de vista financeiro!

 

Financiar x alugar

Deixando de comprar um imóvel, você terá também todo dinheiro que seria destinado à entrada livre para ser aplicado.

Vamos simular a compra de um apartamento pronto de R$ 500.000, considerando 30% de entrada, o mínimo exigido na maior parte dos financiamentos.

São R$ 150.000 saindo do bolso, no ato.

Os R$ 350.000 de saldo serão financiados em 360 meses, a uma taxa de juros anual de 11%.

Ao final dos 30 anos, serão R$ 901.807,96 só de parcelas.

Com a entrada, o imóvel de R$ 500.000 terá custado R$ 1.051.807,96 no total.

Compre um, pague dois
.

Veja só: se somente esses R$ 150.000 da entrada fossem aplicados usando nosso método, já renderiam R$ 1.990.151,77.

Mas além do valor inicial de R$ 150 mil, também usaremos a diferença entre o valor das prestações que seriam pagas no financiamento e o valor do aluguel que você pagará para fazer injeções mensais no investimento.

A primeira prestação seria de R$ 4.029 contra um aluguel de R$ 1.833.

Isto é, temos uma diferença de R$ 2.166. Será seu primeiro aporte.

Seguindo esta lógica, no terceiro ano do investimento, teremos acumulado R$ 301.275,00.

Ao atingir o sexto ano, são R$ 514.011,00.

Ou seja, pagando aluguel, você teria o valor equivalente ao preço do imóvel à vista em apenas 6 anos!

Seis anos versus trinta anos. E uma economia total de R$ 537.796,96

Mas vamos seguir em frente, pois nosso objetivo é MULTIPLICAR O IMÓVEL.

Conquistar 4 casas ou apartamentos diferentes com o mesmo valor que seria gasto em uma única propriedade.

Avançando em nossa estratégia, no ano 11 atingiremos R$1.032.218,00.

Você já seria um milionário!

No ano 17, serão R$ 2.175.355,00.

R$ 3.126.282,00 no ano 20.

 

E, ao final do prazo do que seria um financiamento,
R$ 10.567.496,00 na sua conta

Em vez de gastar R$ 1.051.807,96 com um financiamento, você terá mais de 10 milhões de reais na conta.

E a valorização do imóvel que seria comprado?, você pode estar se perguntando.

Vamos lá.

Você deve ter fresca na memória a forte valorização dos imóveis na primeira década do século 21.

Mas tanto os picos de valorização quanto as quedas são cíclicos.

Historicamente o preço das propriedades acompanha a inflação.

O passar do tempo trata de equilibrar as altas e baixas do mercado.

Observe o gráfico, que representa a variação no preço dos imóveis em São Paulo em um período de 40 anos.

Note que apesar dos picos e quedas, descontada a inflação, os preços dos imóveis equivalem aos patamares de 1976.

Projetando a inflação, após 360 meses, nosso apartamento de R$ 500.000 valerá R$ 2.160.971.

Nossa estratégia protege o investidor de uma inflação elevada. Se o imóvel se valoriza, o investimento valoriza ainda mais.

Lembre-se, pagando aluguel e investindo de acordo com nosso Método da Multiplicação Imobiliária durante o mesmo período, você acumularia R$ 10.567.496,00

Dinheiro suficiente para comprar 4 apartamentos.

E ainda sobrariam R$ 1.923.612,00.

Como seria sua vida se você tivesse 4 imóveis quitados e quase dois milhões de reais livres na conta?

Mas tenho um imóvel e quero lucrar alugando-o

Caso possua um imóvel e deseja usá-lo para obter renda, vale repetir o alerta. 

Você vai perder dinheiro.

Se você tem muito apego ou necessita da sensação de segurança de possuir um imóvel extra, pode mantê-lo.

Agora, se você está interessado em rentabilidade e no melhor retorno possível…

venda seu imóvel e use ao menos parte do dinheiro para seguir o investimento proposto em nosso Método da Multiplicação Imobiliária.

Segundo o site especializado Zap Imóveis, o preço médio de venda do m² em São Paulo é R$ 8.628.

No Rio de Janeiro, R$ 10.220.

Para locação, o m² fica respectivamente em R$ 34,93 e R$ 35,56.

Dividindo 34,93 por 8.628, temos 0,40% de rentabilidade por mês para os aluguéis em São Paulo.

No Rio, são 0,35% (35,56 dividido por 10.220).

Mas os valores não param de cair.

Uma pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) revelou que o preço médio da locação em 11 cidades brasileiras caiu 0,11% entre outubro e novembro.

É o 18º mês de recuo consecutivo.

Com essa baixa, o preço médio do metro quadrado de locação chegou a R$ 30,00.

Esse cálculo pode ser repetido em diversas regiões do País.

O resultado raramente ultrapassará os 0,40%.

Estamos falando de um rendimento médio nacional de + 4,4% ao ano.

Bem abaixo dos 7,0% de inflação estimados para 2016.

Ainda tem mais.

Quem recebe aluguéis precisa pagar 27,5% de Imposto de Renda.

O que leva os 0,40% para míseros e realistas 0,29% ao mês.

Isso se o imóvel não estiver parado à espera de locadores.

Isso se você receber seu aluguel em dia.

E não vamos nem falar dos riscos de calote, do imóvel ser entregue destruído…

É muito estresse e risco por pouco retorno.

Com o dinheiro da venda do imóvel em mãos, é possível conseguir rentabilidade três vezes superior ao aluguel.

De forma mais simples e correndo menos risco.

Como? Seguindo a estratégia do nosso Método da Multiplicação Imobiliária.

 

Mas e comprar à vista? 

Já comprovamos que pagar os juros de um financiamento imobiliário é uma péssima ideia.

Que pode fazer você perder vários milhões de reais.

Já alugar uma residência pode torná-lo verdadeiramente rico.

Mas e se você já tem o dinheiro para comprar um imóvel à vista, tudo muda de figura?

Não mesmo.

Alugar a moradia em vez de comprá-la e aplicar o dinheiro usando nossa estratégia ainda será o melhor negócio.

Investindo os R$ 500.000, você não precisará fazer nenhum aporte.

E o aluguel do imóvel no qual você irá morar (R$ 1.833 por mês) será totalmente pago por seus rendimentos.

Em 8 anos, o dinheiro se transformará em R$ 1.075.024.

Em mais 6 anos, dobrará para R$ 2.037.010.

No ano 20, serão R$ 4.038.817.

E, ao final do prazo do financiamento, serão R$ 13.564.161.

Dinheiro suficiente para pagar aluguel ao longo de todo o período e ainda adquirir 6 apartamentos.

 

São seis imóveis contra apenas um que seria comprado à vista.

 

Ou seja, se você investe o valor da entrada (R$ 150.000), acumula 4 imóveis ao final do período.

Se investe o valor total do apartamento (R$ 500.000), são 6 imóveis.

E você está prestes a descobrir o segredo por trás desta multiplicação.

Bem-vindo ao Método da Multiplicação Imobiliária

Certo, mas como conseguir esses resultados?

A matemática é simples, mas para obter tal rentabilidade, não basta qualquer investimento.

Você dificilmente encontrará esses retornos nas aplicações indicadas por seu banco.

E os investimentos mais comuns lhe darão pouco resultado.

É preciso a estratégia certa.

E é aí que nós da Empiricus entramos.

Nós vamos fazer você ganhar dinheiro de verdade com imóveis.

Sem que você precise possuir uma escritura sequer.

Usando o dinheiro que você pagaria nos juros do financiamento.

Basta adiar a compra do imóvel e seguir nossas orientações.

Morando como inquilino e usando o valor da diferença entre o aluguel e as prestações para investir.

Investir em…

Fundos Imobiliários (FIIs). 

Os FIIs são fundos que captam recursos no mercado para aplicar em empreendimentos imobiliários.

A lógica é parecida com o mercado acionário, onde as empresas se capitalizam emitindo e comercializando suas ações na Bolsa de Valores.

Assim, você não precisa ter imóveis próprios para faturar.

Investindo em FIIs, você compra apenas cotas dos imóveis administrados pelo fundo.

Esses imóveis serão alugados para terceiros.

E você receberá mensalmente sua fatia proporcional desses aluguéis.

Na tranquilidade do seu lar.

Sem precisar correr atrás de inquilinos, sem se preocupar com calotes.

Os FIIs também costumam aplicar em outros fundos e investimentos ligados ao mercado imobiliário.

Mas você não precisa se preocupar com esses detalhes complicados.

Basta acompanhar seu extrato e ver o dinheiro pingar, todos os meses.

Os bons FIIs reúnem todas as características de um investimento completoSegurança, Rentabilidade e Liquidez.

São esses rendimentos que permitirão que o valor que seria investido na compra de um único imóvel se transforme em 4, 5 ou até mesmo 6 imóveis diferentes.

Desistir da casa própria em um primeiro momento pode parecer difícil.

Mas te levará a ter dinheiro para possuir diversos imóveis no mesmo prazo em que você estaria pagando uma única propriedade. E usando os mesmos recursos.

O que parece melhor? O orgulho de “conquistar a casa própria” após anos e anos pagando prestações e juros?

Ou construir um sólido patrimônio….

…com dinheiro para comprar à vista diversos imóveis para você, seus filhos e até mesmo netos desfrutarem?

Ou, é claro, nunca mais comprar imóveis e continuar replicando essa estratégia vencedora.

Veja agora as principais vantagens dessa categoria de investimento que deixará você milionário.

As 5 VANTAGENS DE SE INVESTIR EM FIIs

1 –  Não paga imposto de renda

Como você sabe, um locador precisa recolher e pagar Imposto de Renda (IR) sobre os aluguéis que receber de seus imóveis.

Com os Fundos Imobiliários, isso não acontece.

Enquanto tiver suas cotas, o investidor de FIIs recebe mensalmente seu rendimento sem pagar nada de IR.

Parece incrível, mas é verdade. Rendimento sem tributação, determinado por lei.

Nada vai para o governo sustentar os Renans e Cunhas da vida.

 

2 –  O risco é reduzido

Não existe investimento livre de riscos, e o mesmo acontece com os FIIs.

Como se trata de uma aplicação atrelada ao mercado imobiliário, ela está sujeita aos riscos desse segmento, tais como inadimplência, baixo índice de ocupação, invasões, sinistros e outros.

Porém, como o portifólio dos fundos é diversificado, os riscos são diluídos.

O peso de um imóvel que não gera renda ou cause prejuízo é balanceado por outros que dão bom retorno.

 

3 –  É uma alternativa aos juros baixos

O histórico de juros altos do País garantiu a festa por muito tempo.

Afinal, bastava aplicar na renda fixa e deixar os juros fazerem seu trabalho.

Mas a expectativa para o longo prazo é que a Selic caia.

A boa notícia disso é que, quando a taxa de juros da economia baixa, o valor das cotas dos FIIs valoriza.

E estamos sempre de olho nessas variações para você lucrar.

 

4 –  Oferece alta liquidez

Vende-se. Aluga-se. Temos certeza que você vê bastante dessas plaquinhas por aí na sua região. Algumas já empoeiradas de meses e até anos.

Apesar de considerados portos seguros, imóveis são ativos de baixa liquidez.

Ou seja, não é nada fácil e rápido vender um imóvel.

Principalmente pelo preço desejado.

Com os FIIs, isso não ocorre.

O mercado de Bolsa facilita o encontro entre compradores e vendedores, gerando maior liquidez para as cotas, comercializadas diariamente.

E você não precisa negociar nada. Os preços seguem à marcação do mercado, e você sempre sabe quanto realmente vale suas cotas.

 

5 –  Tem grande potencial de ganhos

Com os imóveis “físicos”, seu potencial de ganho acompanha seu bolso.

Caso você não tenha R$ 1 milhão, obviamente não conseguirá comprar um imóvel neste valor pensando em ganhar com aluguéis.

Com os FIIs, a realidade é outra. Você usufrui dos mesmos rendimentos que investidores multimilionários.

Tudo proporcionalmente ao valor das suas cotas.

Você pode começar com R$ 5.000, R$ 10.000, os R$ 150.000 da entrada de um financiamento ou os R$ 500.000 que seriam usados para comprar um apartamento à vista.

Vale lembrar que você também estará alimentando sua participação constantemente usando o dinheiro que irá economizar com prestações e juros morando de aluguel.

Os bons FIIs estão sempre atrás de imóveis de alto rendimento.

É até covardia comparar, mas vamos lá.

Um imóvel avaliado em R$ 1 milhão proporciona, anualmente, R$ 36 mil de aluguel convencional (após descontar o IR).

Já um FII no mesmo valor, selecionado por nossa equipe, rende R$ 108 mil anuais – Ou seja, três vezes mais. 

R$ 108 mil contra R$ 36 mil por ano. São rendimentos nessa dimensão que irão atuar para multiplicar seu dinheiro.

Fazendo com que você transforme o valor que seria gasto em um único imóvel em pelo menos 4 casas diferentes!

 

Não vamos apenas ensiná-lo a pescar. Também vamos lhe dar o peixe, limpo e sem escamas.

A essa altura, você já deve ter se perguntado como se faz para investir em um Fundo Imobiliário.

A mecânica é exatamente como no caso do mercado acionário.

Por meio da Bolsa de Valores, você pode adquirir cotas de um FII, como se elas fossem ações de uma empresa listada em Bolsa.

Cada FII tem sua sigla (BRCR11, FEXC11B, XTED11 e outras), e todo processo de transações é feito sem que o investidor precise pôr o pé para fora de casa.

Tudo parece ser fácil demais para ser verdade, não é mesmo?

Mas como você já deve ter imaginado, existem fundos e fundos disponíveis.

São mais de 130 FIIs disponíveis no mercado.

Então qual Fundo devo escolher entre tantas opções?

É aí que você pode contar com a Empiricus.

Temos um time completo de especialistas no setor, dialogando diariamente com mais de 100 fundos imobiliários.

Especialistas como o Alexandre Mastrocinque.

Formado em Economia, pela USP, e em Contabilidade, pela PUC-SP, ele atua no mercado financeiro há mais de 10 anos, com passagens pelo Credit Suisse e pela empresa de auditoria PwC.

Além disso, o Alexandre já foi aprovado nos três exames CFA®, uma certificação financeira de alto padrão reconhecida mundialmente.

Um verdadeiro craque no assunto.

A missão dele e de todo o time Empiricus é descobrir os melhores fundos do mercado.

Afinal, rentabilidade é um indício importante, mas não o único a ser levado em conta.

É preciso avaliar todos os riscos e comparar os fundos existentes.

Acompanhar o setor de perto, até mesmo visitando obras e empreendimentos.

Isso exige muita especialização, conhecimento e trabalho.

Tudo o que a Empiricus faz de melhor.

Esses fundos minuciosamente selecionados são a espinha dorsal do Método da Multiplicação Imobiliária.  

Os Fundos que irão garantir que pagar aluguel em vez de comprar a casa própria será o melhor negócio que você fará.

Os Fundos que irão transformar 1 único imóvel em 4 ou mais propriedades.

Os Fundos que irão deixá-lo rico.

Seu único trabalho será seguir nossas orientações e indicações.

Para isso, a Empiricus tem uma série dedicada aos melhores FIIs do mercado.

Além de relatórios semanais com análises sobre o mercado de Fundos Imobiliários e os melhores FIIs disponíveis, os assinantes também têm acesso a uma carteira pronta para investir.

Assim, nossos leitores estarão sempre aptos para investir com alta rentabilidade e segurança.

Em menos de 1 ano, ganhei mais de 20% com a valorização das cotas, e olha que nem estou contabilizando os rendimentos mensais. Obrigada, Empiricus.

Tatiana D

Nossa carteira de FIIs conta com 10 fundos imobiliários com rendimento acima de +9% ao ano.

No mínimo, o triplo da rentabilidade dos aluguéis convencionais. E sem pagar Imposto de Renda.

Você também pode ter acesso a todo este conteúdo, e iniciar a jornada que irá torná-lo milionário por meio do mercado imobiliário.

Mesmo que você não tenha um imóvel sequer para chamar de seu.

Seguindo as informações da nossa série Fundos Imobiliários, você será capaz de conquistar 4 imóveis.

Usando o mesmo dinheiro que seria gasto em uma única propriedade.

Contrariando o senso comum, e morando de aluguel.

Tinha muita vontade de investir em imóveis, mas não conseguia juntar os recursos necessários. Tudo mudou quando descobri a série de Fundos Imobiliários da Empiricus. Invisto em 5 FIIs e adoro receber os rendimentos todos os meses na minha conta.

Cristiano G.

E você pode fazer como o Cristiano.

Mas qual o caminho para ficar milionário mesmo pagando aluguel?

Basta seguir as estratégias que você encontra no nosso Especial Imóveis.

Além do relatório do Método da Multiplicação Imobiliária, você terá acesso às séries Fundos Imobiliários e Valor Imobiliário.

Seguindo as orientações de nossos especialistas, você será capaz de comprar quatro, cinco ou até mesmo seis imóveis diferentes.

Começando com o valor equivalente a entrada de um imóvel comum.

Mas se não quiser comprar imóveis, tudo bem.

Pagando aluguel e investindo de acordo com nosso Método da Multiplicação Imobiliária, você poderá acumular R$ 10.567.496,00.

Mais de dez milhões de reais que podem ser reaplicados permanentemente.

 

Seguir nossa estratégia oferece muitas vantagens:

✓  Não paga imposto de renda

✓  O risco é reduzido

✓  É uma alternativa aos juros baixos

✓ Oferece alta liquidez

✓ Tem grande potencial de ganhos

 

Assinei o Fundos Imobiliários da Empiricus e fiquei surpreso com a qualidade das análises. Fazia muito tempo que eu procurava algo assim para me assessorar. Está tudo mastigado, é só aplicar. Parabéns pelo conteúdo.

Henrique P.

Isso mesmo, Henrique. É tudo mastigado, basta seguir.

Você deve ter imaginado que tudo isso tenha um preço bem alto.

Pelo contrário.

O valor da assinatura anual é de 12 parcelas de R$ 15,00.

Mas você não pagará este valor nesta promoção do Especial Imóveis.

Para ter acesso às informações e relatórios da série Fundos Imobiliários, Valor Imobiliário e investir seguindo a estratégia do Método da Multiplicação Imobiliária, você pagará apenas 12 x de R$ 12,00.

Pagando à vista, você ainda ganha 5% de desconto adicional.

Apenas a série Fundos Imobiliários custa R$ 180 se assinada separadamente.

Mas nossa estratégia vencedora de investimento em imóveis não é composta somente com Fundos.

A série Valor Imobiliário é o seu guia completo para fazer bons negócios imobiliários.

Vai vender aquele imóvel parado para investir?

Quer saber como encontrar o melhor imóvel para alugar?

Nosso especialista em imóveis Marcio Fenelon vai lhe revelar todos os segredos para você fazer bons negócios e lucrar ao máximo.

Fenelon, apesar do mercado parado, seguindo suas dicas, consegui vender um imóvel com um ganho excedente de R$ 500.000. Muito obrigado por partilhar seu conhecimento. Abraço,

Cristian V.

Marcio, dá recomendações muito valiosas, com técnicas exclusivas para você negociar o aluguel de um imóvel.

Afinal, pagar aluguel mais baixo significa mais dinheiro livre para investir.

Em seus relatórios, ele mergulha a fundo no mercado imobiliário.

Suas análises diretas e precisas dão suporte para que todos os interessados no mundo dos imóveis possam obter os melhores resultados possíveis.

Seja você um locador ou locatário…

Se deseja comprar ou vender um imóvel…

A série Valor Imobiliário é garantia de bons negócios.

Separadamente, esta série também custa R$ 180.

Mas você terá acesso completo a ela sem tirar nada do bolso.

Na promoção do Especial Imóveis, válida apenas hoje, você pode ter as séries Fundos Imobiliários Valor Imobiliário + o relatório do Método da Multiplicação Imobiliária pelo preço especial de 12 x de R$ 12.

O que geralmente custa R$ 360,00 será seu por apenas 12 x R$ 12,00.

Se por qualquer motivo você não ficar satisfeito com nosso conteúdo, você tem até 20 dias para desistir e receber integralmente o dinheiro pago por ele de volta!

Aproveite esta oportunidade, e saiba como aplicar a fórmula que irá multiplicar os imóveis na sua vida.

Reafirmamos: morando de aluguel, seguindo nossa estratégia de investimento e acompanhando nossas indicações, você será capaz de transformar o valor de 1 único imóvel em 4 imóveis.

Não deixe esta chance escapar.

Um abraço
Equipe Empiricus

 

Compromisso Empiricus registrado em cartório

CLÁUSULA DE CONFIANÇA 100%

Apesar de todas as vantagens já implícitas no material, a oferta em questão não perde a prerrogativa da Cláusula de Confiança Empiricus registrada em cartório: caso você não goste do conteúdo, pode cancelar a assinatura nos primeiros 20 dias com reembolso de 100% do valor pago.

Isso mesmo: você terá acesso imediato a todo o material do plano e ainda garantirá a possibilidade de cancelar posteriormente, recebendo o seu dinheiro de volta.

Para exercer seu direito, basta enviar um email para cancelamentos@empiricus.com.br e o processo é executado automaticamente. Limitado a 3 cancelamentos por assinante em um prazo de 12 meses.

 

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar o seu destinatário sobre matérias relacionadas a economia, finanças e investimentos. A Empiricus se exime de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos que o destinatário de seus conteúdos tiver em decorrência da sua tomada de decisão. Embora a Empiricus forneça informações sobre investimentos, fundamentadas sob avaliação criteriosa, não se pode antecipar comportamentos. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A Empiricus é uma publicadora de conteúdos, totalmente dissociada do sistema de distribuição de valores mobiliários, e, por conseguinte, não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes eventualmente aplicados. A Empiricus zela pelo direito de privacidade dos seus leitores.


A Empiricus foi fundada em 2009 com um objetivo: levar conteúdos financeiros independentes
e de qualidade para a pessoa física.

Hoje, nossa equipe conta com mais de 200 colaboradores.
Afinal, somos uma empresa de pessoas e produzir conteúdo relevante para a sua vida financeira não é tarefa fácil.

Mas a Empiricus não é apenas a sua equipe, somos os mais de 180 mil assinantes das publicações.
Para conhecer algumas dessas histórias, acesse https://www.empiricus.com.br/depoimentos

Se quiser saber mais sobre a Empiricus, acesse nosso site em www.empiricus.com.br ou envie um email para relacionamento@empiricus.com.br.

A Empiricus apoia

 

Uma empresa associada à Agora Companies


Maior grupo de publicações financeiras do mundo, com mais de 2.700.000 assinantes

Empiricus
CNPJ 11.431.155/0001-07
Copyright © 2009 – 2019

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3.477
Torre B - 10º Andar
CEP 04538-133 - Itaim Bibi - São Paulo

Relacionamento com o assinante
Telefone(s): 4003-3117 | 4003-3118
(ligação local)