Vasculhamos 2.643 aplicações multimercado e identificamos…

Os 7 Fundos para você lucrar AGORA

Após 5 anos, o País está prestes a experimentar um novo ciclo de queda nos juros. E você, ganhos superiores a 300% do CDI

Invista agora pelas mãos de um renomado ex-presidente do Banco Central – e veja seu dinheiro se multiplicar sem sair do sofá

Caro leitor,

Você tem dinheiro em Fundos de Investimento?

Então este é um texto para você.

Se não, é urgente rever alguns conceitos.

Porque o Brasil está prestes a experimentar um novo ciclo de queda nos juros.

E isso abre uma janela imprescindível para a multiplicação do seu dinheiro.

Na verdade, mais do que abre.

Escancara. Esse é o termo correto.

Muitos já fizeram fortuna no mercado da última vez que isso ocorreu, há cinco anos.

Investidores milionários, gestores de fundos, corretores, banqueiros…

Eles tinham a informação certa, na hora certa.

E você precisa agir agora se quiser tornar-se um deles.

Quer saber como?

Vou mostrar a partir de agora sete formas de se fazer isso.

Há um tipo de fundo acostumado a lucrar – e muito – com essas viradas nos juros.

Ele representa a oportunidade com assimetria mais positiva no mercado hoje.

Com uma ENORME probabilidade de dar muito certo.

Sabe aquela empresa em que você sempre quis trabalhar, mandou currículo, mas nunca conseguiu um contato?

E, de repente, numa festa chata de família, está lá, sentado no sofá, sozinho, o seu executivo principal?

Pois é… No mundo dos investimentos também é assim.

O universo pode conspirar a seu favor.

E neste momento, há um alinhamento raro na política monetária do País potencializando os ganhos com um tipo específico de aplicação:

Os Fundos Multimercado

Já ouviu falar? Não?

Calma… É muito fácil de entender.

Para começar, o multimercado é um fundo que pode investir em tudo.

É a sua porta de entrada mais diversificada ao mundo dos investimentos.

Ações, câmbio, renda fixa, commodities… No Brasil ou no exterior.

O multimercado equilibra seu investimento, distribuindo-o em diversos tipos de ativos.

E, assim, torna sua aplicação mais segura, potencializando ganhos e reduzindo riscos.

Olho especialmente para os fundos multimercados macro, que se posicionam em grandes tendências da economia em geral.

E adivinhe: a trajetória dos juros está entre elas.

Por isso, esses fundos são historicamente certeiros em momentos como o atual.

E reforço: você terá acesso aos 7 com maior potencial de valorização.

É como jogar em casa diante do último colocado e com um centroavante matador.

O segredo de tamanho favoritismo?

É simples: já ter comprado títulos públicos que pagam uma taxa fixa quando os juros estão altos e vendê-los mais caros quando o cenário é de queda.

Sempre que falo sobre isso vem à mente a minha avó. Ela tem o costume de distribuir pirulitos aos 13 netos.

Uma prima tinha a péssima mania de guardar o pirulito dela para chupar quando o de todo mundo já tivesse acabado.

Aí ela se deliciava na frente dos primos. Nesse momento, o pirulito dela era o mais cobiçado. Valia até dinheiro.

Assim como minha prima, o bom gestor de fundos é um profissional que antevê os melhores momentos de mercado e a hora de sair e mudar de posição.

Ele é calejado.

E vai saber quando não há muito mais fôlego para ganho de capital e é hora de abandonar a posição.

Ou mesmo revelar a hora certa de entrar, em momentos chaves da economia.

Como agora.

Depois de três anos seguidos sem qualquer tipo de cortes nos juros, todas as projeções indicam que o retorno de movimentos seguidos de queda é iminente.

E convenhamos: já era de se esperar… Juros altos atrapalham a roda da economia.

Tornam o crédito mais caro e difícil.

E isso leva a um freio no consumo, com consequente queda dos preços.

Por isso os juros são instrumento de política monetária para controle da inflação.

Porque quanto mais altos, maior a tentativa de segurar a alta dos preços.

Você não entraria em um crediário para comprar aquela TV se descobrisse que, com os juros, as parcelas mais que dobrariam o valor final do aparelho, não é?

Pois então… Você talvez deixasse de comprar a TV.

Assim como muitos outros clientes, levando o dono da loja a coçar a cabeça na hora de fechar as contas, até ser obrigado a baixar os preços.

Mas vivemos agora uma era muito mais promissora no que diz respeito à inflação.

E esse novo contexto vai nos levar a juros mais baixos no País.

Segundo o relatório Focus, do Banco Central, a mediana dessas projeções já aponta para uma taxa básica de 13,75% ao término deste ano.

E, em 2017, o mercado antecipa uma Selic a 11%.

O que significa que teríamos um ciclo de 3,25 pontos de queda da taxa atual até lá.

E isso no mercado não é pouca coisa.

Na prática, da última vez em que houve um ciclo de cortes nos juros, nada menos do que 33 fundos multimercado renderam mais de 300% do CDI.

Sim, mais de 300% em um ano.

Falo de 2012.

E 85 obtiveram valorizações superiores a 200% do CDI.

Com os mais de 300% do CDI de 2012 na conta, R$ 10.000 viraram R$ 15.000.

R$ 100.000 passaram a ser R$ 150.000; R$ 500.000 viraram R$ 750.000.

Em apenas um ano, com a segurança dos multimercados.

E na média, contando todos os fundos, o resultado também foi altamente positivo.

Percebe a diferença?

E veja bem: não foi só em 2012 que essa valorização aconteceu.

A história se repetiu entre janeiro de 2009 e abril de 2010, quando a taxa básica de juros caiu mais de 3 pontos.

Naquela ocasião, o índice IFMM do BTG – que acompanha o retorno de uma cesta de multimercados – teve valorização de +17,38%, contra +11,97% do CDI.

Mais uma vez: todos esses dados representam uma média.

Imagine então o que acontece se você aplica nos fundos mais bem colocados.

Nos melhores, identificados a dedo após criteriosa pesquisa do mercado.

Você passaria a contar com os rendimentos de mais de 300% do CDI em um ano.

Aconteceu no passado. Pode acontecer novamente.

E já é possível ganhar dinheiro antes mesmo de os juros começarem a cair.

O ajuste nas expectativas para a taxa de juros é uma tendência que o gestor brasileiro de fundos multimercado costuma aproveitar bem.

Isso significa que, neste momento, você pode estar deixando de ganhar dinheiro.

E precisa agir. Agora.

Mas atenção: isso não é uma tarefa fácil.

A oferta de fundos multimercados é quase tão grande quanto a de lojas de chaveiros.

Tem um por esquina. Não é exagero.

Só a lista dos fundos multimercados brasileiros chega a 2.643.

Sim. Dois mil, seiscentos e quarenta e três fundos.

Por isso mesmo, não foi fácil encontrar aqueles que farão você ganhar dinheiro agora.

Tendo como pano de fundo o cenário iminente de virada dos juros no País.

Mas, ao final, conseguimos.

Identificamos 7 com os maiores potenciais de valorização neste momento.

Apenas sete.

TODOS eles, sem exceção, apresentam estes cinco fundamentos:

  • Histórico de excelência da equipe de gestão;
  • Ampla capacidade dos gestores no trabalho em grupo; 
  • Potencial ilimitado de lucros nos ativos selecionados; 
  • Capacidade de assumir riscos e ao mesmo tempo de se proteger deles; 
  • Agilidade para mudar de posição.

Foram meses de intensa pesquisa.

E anos de muitas conversas com os próprios gestores e o restante do mercado.

Discutimos intensamente em seguidas reuniões internas quais multimercados mereceriam a honra de receber o seu dinheiro, de entrar em seu portfólio.

Não faria sentido algum indicarmos um fundo que, depois dos impostos, rendesse o mesmo que um fundo de renda fixa.

Se é para correr qualquer tipo de risco, que seja por um retorno que compense.

Por isso, esqueça aqueles fundos com potenciais de retorno de renda fixa.

Não é disso que estamos tratando aqui.

Você pode selecionar os sete. Ou ao menos um deles.

Faça as suas escolhas por perfil de risco, mas também pelo valor da aplicação mínima, a facilidade de acesso e a afinidade pelo histórico dos melhores gestores.

Eles têm meta por resultados.

Isso significa que você terá ao lado alguém comprometido com os resultados em si.

Preocupado em oferecer, dia após dia, o melhor destino para o seu dinheiro.

E não apenas nas visitas esporádicas ao banco para aquele cafezinho.

Até porque o dinheiro dele próprio está investido no fundo.

Se você ganha, ele também ganha.

Mas atenção: você sabia que dos R$ 615 bilhões investidos em multimercados, apenas cerca de R$ 80 bilhões estão em uma gestão ativa de fato?

Ou seja, somente 13% do patrimônio líquido da categoria são geridos por profissionais que realmente estudam e garimpam as melhores opções de investimento.

Falo de gestores extremamente dedicados, que agem de forma rápida no mercado e cujo desempenho se traduz em muito mais dinheiro no seu bolso.

Em bom português, grande parte dos multimercados brasileiros faz, na prática, o que qualquer um poderia fazer sozinho, com as escolhas mais óbvias dependendo do momento.

Mas gestor de verdade tem que agregar retorno em relação ao mercado.

Disso não abrimos mão.

Afinal, de que lado você quer estar?

E por isso mesmo estamos muito honrados em anunciar que conseguimos identificar os sete fundos multimercados com esse perfil de gestão ativa neste momento.

Entre os nada menos que 2.643 disponíveis no mercado.

Com esses sete, o momento de aumentar a fatia de multimercados no seu portfólio é hoje. Ou mesmo de tê-lo como primeiro investimento.

Nem um dia a mais.

E o melhor de tudo: sem deixar o sofá.

Porque tem gente que é adepta do Faça Você Mesmo.

Até compreendo isso.

Mas eu confesso que adoro o modelo Façam Por Mim.

Desde que sejam respeitadas duas condições:

1) O resultado precisa ser bom; e

2) Justificar o preço.

Sei que não é todo mundo que consegue acompanhar o mercado o tempo inteiro.

Ou mesmo que gosta de fazer isso.

Seja por absoluta falta de tempo, desconhecimento ou interesse.

E uma pisada em falso aqui pode comprometer todo o sucesso de seu investimento, corroendo o patrimônio que você tanto suou para conquistar.

Você é profissional liberal? Médico, dentista, advogado, professor, carpinteiro?

Não vai ser necessário interromper sua atividade principal para checar se é hora ou não de vender uma ação, aquele título de renda fixa, dólar…

Se você não tem tempo de acompanhar o mercado, mas quer aproveitar ao máximo o ciclo de queda dos juros, invista em um bom multimercado.

Ruim não serve.

E também não há o menor problema se você já for um investidor.

Complementar um portfólio com visões diferentes dilui o risco de todo investimento.

E potencializa ainda mais a chance de obter retornos extraordinários.

Os multimercados, ao operar diferentes ativos e ter flexibilidade para trocar rapidamente entre eles, são joias preciosas para a pessoa física.

Além disso, o bom gestor de um fundo desse tipo faz uma arbitragem entre diferentes vencimentos de títulos.

Ou seja, percebe que há uma distorção na diferença de preços entre um vencimento e outro e aposta que essa distorção vai acabar, acumulando outra fonte de ganho de capital.

E nem sempre a pessoa física tem acesso a todos esses instrumentos.

O Tesouro Direto, por exemplo, tem um número mais limitado de vencimentos.

Ah, e o gestor também consegue montar seguros para as posições.

Ele pode carregar uma grande posição em juros e criar estruturas para que, no caso de tudo dar errado, o prejuízo não seja maior.

Notou a diferença?

E se eu dissesse agora ainda que é possível deixar seu dinheiro nas mãos das maiores autoridades em finanças do País?

De profissionais brilhantes, que assumiram postos relevantes na condução da política monetária nacional?

E que ainda desempenham papel relevante em círculos globais de finanças?

Um deles, por exemplo, chegou a ser apontado pelo Nobel de Economia Joseph Stiglitz como um dos qualificados para presidir o Banco Mundial.

E ainda foi indicado para presidir o Fed, o BC dos Estados Unidos.

Você já deve ter ouvido falar dele.

É Arminio Fraga, ex-presidente do Banco Central e doutor em Economia pela Universidade de Princeton.

Difícil não se render ao desejo de tê-lo à frente da gestão de seu fundo macro.

Especialmente às vésperas de um tão esperado corte de juros.

E em que o momento e o ritmo desse ciclo de queda é a pergunta de um milhão de dólares no mercado.

Não por acaso um dos 7 fundos que selecionamos a dedo é gerido por ele.

E você já vai ter acesso a essa grande oportunidade em instantes.

Gestores como o Arminio são capazes de identificar com precisão cirúrgica os próximos movimentos da política monetária.

Como agora.

Já votaram na própria reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central que define a taxa básica de juros da economia.

Por isso, não tenho a menor dúvida: eles – mais do que ninguém – saberão o que fazer com o seu dinheiro nesta iminente virada.

Quando vejo tanta gente boa nas gestoras independentes me pergunto o que ainda faz os investidores manterem seu dinheiro no fundo do banco.

Você por um acaso deixaria a sua Ferrari 250 GT sob os cuidados do seu filho adolescente?

Ainda mais se ele tivesse um amigo Curtindo a Vida Adoidado com a namorada?

Você sabe do que estou falando…

Chega uma hora chave dos investimentos em que a situação parece não melhorar.

E você vai se vendo sozinho tendo que tomar decisões importantes para o seu futuro.

Onde investir se a Bolsa não der certo? Renda fixa é mesmo o melhor caminho?

E o câmbio? Será que o dólar é uma boa opção neste momento?

Pior ainda quando você ouve a opinião cruzada de terceiros ou do seu gerente no banco.

“Pode confiar no garagista. Ele é profissional…”

O final, invariavelmente, é sempre o mesmo.

Surpreso?

Certamente, não.

Você mais do ninguém sabe o quão difícil é tomar a decisão certa, na hora certa.

E prestar atenção aos seus investimentos.

O importante aqui é que, agora, você está preparado.

Vai surfar o ciclo de queda dos juros desde o começo, potencializando seus ganhos.

Mesmo sem sair do sofá.

Com estes 7 Fundos Multimercados, você está sempre bem posicionado.

E você vai saber nos mínimos detalhes como ter acesso a cada um deles.

Mas não pararemos por aí, na recomendação.

Vamos acompanhar de perto os fundos que indicamos, um a um.

Questionaremos cotidianamente os gestores a cada movimento diferente.

O gestor descumpriu o mandato? Houve uma troca importante na equipe?

Esteja certo de que você será informado.

E mostraremos em detalhes como agir a respeito, no tempo apropriado.

Da mesma forma, avisaremos se o momento não exigir nada, senão esperar.

Uma grande recompensa faz toda essa vigilância valer a pena: a sua rentabilidade.

Porque não há nada melhor do que chegar em casa depois de um dia difícil e ver que o seu dinheiro esteve em boas mãos.

Ter a certeza de que, assim como você, ele esteve ocupado.

Uma barganha exclusiva

Sei que nesse momento, você pode estar se perguntando:

Mas quanto custa fazer parte desse universo dos melhores fundos multimercado?

R$ 50 mil? 100 mil? 200 mil? 500 mil?

Não. Aqui pode e vai ser diferente.

Com aplicação inicial de R$ 1.000 você já pode fazer parte desse universo.

Entre os 7 Fundos selecionados, você saberá como ter acesso a essa oportunidade.

Assim como a uma autêntica barganha, que considero a janela perfeita para você entrar no mercado neste momento.

Ela tem por trás uma equipe de primeira linha na administração dos recursos.

Seus integrantes aparecem sempre entre os Top 5 do relatório Focus, pesquisa semanal do Banco Central sobre as expectativas do mercado.

Trata-se de uma oportunidade rara, de valor extremamente acessível.

Essa quantia de aplicação inicial só foi possível após uma visita à gestora do fundo.

Reclamamos diretamente para ela da falta de opções com tíquetes mínimos baixos no universo dos multimercados.

E um dos sócios ligou na primeira hora da manhã do dia seguinte para dizer que reduziria a aplicação para facilitar o seu acesso.

A postura da equipe gestora desse fundo – que, reforço, está entre as cinco melhores segundo o Focus – aumentou ainda mais nossa admiração por ele.

Você já vai saber, em detalhes, como ter acesso a essa grande oportunidade.

Falo de algo único, desenvolvido exclusivamente para que você também tire proveito dos lucros até então restritos a gestores e profissionais do mercado.

Sim, os de sempre.

Aqueles que chegam primeiro e comem o bolo quase inteiro, antes mesmo de ele chegar à mesa.

E que costumam deixar apenas pequenas sobras aos investidores comuns.

Agora, após um longo e tenebroso inverno de nove anos, o mercado de capitais brasileiro finalmente sai da hibernação.

Os grandes gestores já perceberam o movimento. E organizam seus talheres à mesa.

Alguns deles, inclusive, já reforçaram as posições em títulos indexados à inflação e juros prefixados, antecipando-se ao início do ciclo de cortes dos juros.

Os investidores estrangeiros também estão de olho no bolo.

Você não vai esperar que ele seja devorado antes de chegar à mesa.

Colocar o dinheiro nas mãos de quem mais entende de investimentos no Brasil não será mais um privilégio de poucos.

E reforço: com aplicação inicial de R$ 1.000 você já pode fazer parte desse universo.

Por isso, não tenho dúvida:

O momento é perfeito para que você conheça AGORA MESMO…

Os Melhores Fundos de Investimento
por Luciana Seabra

Muito prazer. A Luciana sou eu.

Estudo e escrevo sobre fundos de investimento há mais de 5 anos.

Com mestrado em Economia, também cursei jornalismo para aprender a falar sobre dinheiro de forma correta e legal, para que todo mundo entenda.

Sou responsável pela série Os Melhores Fundos de Investimento, da Empiricus.

Aqui finalmente achei o ambiente que precisava para dar minhas opiniões.

Opiniões isentas, não imparciais.

Quem no mercado tem isenção semelhante à minha para falar sobre fundos?

O gerente do banco? Não, ele só quer te vender o produto mais rentável para ele.

Aqui é diferente. É vocação da Empiricus…

Democratizar o conhecimento, levando as melhores recomendações de investimento para o cidadão.

Para todos que desejam ter acesso a elas. Para você.

Evitando assim que as melhores recomendações fiquem restritas aos multimilionários.

Esse pensamento foi direto ao encontro da minha vocação.

E, para eu me realizar profissionalmente, você tem que ganhar dinheiro com o que escrevo.

Foi para isso que abandonei a imprensa tradicional.

É para isso que preparei uma série completa que irá conduzi-lo aos melhores fundos de investimento disponíveis.

Fundos DIRenda Fixaaçõescambiaisprevidência privada e, é claro…

Os 7 MELHORES FUNDOS MULTIMERCADO

Retorno passado não é garantia de retorno futuro. Sempre haverá algum risco na renda variável.

Mas, se você não quiser abrir mão de seus sonhos, terá de aprender a correr mais riscos, um pouco que seja.

E você irá tirar proveito da expertise de excelentes gestores profissionais, que lhe entregarão a maior rentabilidade do mercado.

Tenho certeza de que, com riscos controlados, você multiplicará suas economias ao investir em um dos fundos da nossa lista.

E, daqui a algum tempo, quando eu repetir esse exercício de multiplicação de patrimônio com os fundos que indiquei, você terá a satisfação de enxergar o seu dinheiro no exemplo.

Com todo o lucro direto no seu bolso.

Sou médico e não entendo nada de finanças. Tento proteger a economia que fiz, por isso assino alguns produtos da Empiricus. Seja bem-vinda. Muitos leitores aguardam sua dica. Sucesso e parabéns!
Carlos J.

Pode contar comigo, Carlos.

Estou impressionado e satisfeito com a qualidade e quantidade de trabalho dedicado a análise dos fundos.
Estou agora seguindo o modelo de que você falou que gostei: “Façam por mim”.
Obrigado e mais uma vez parabéns pelo excelente trabalho.
Leonardo S.

E você, que me acompanhou até agora, como o Leonardo, também.

Ao investir nos melhores fundos multimercado (os que vou lhe indicar), você terá uma oportunidade única de ganhar muito dinheiro.

Estudo esse assunto há bastante tempo e terei todo o respaldo da Empiricus para que você multiplique seu patrimônio com segurança.

E estou certa de que estamos no início de um novo grande ciclo.

Após 5 anos, o Brasil está prestes a experimentar uma virada nos juros capaz de garantir mais de 300% do CDI aos fundos multimercado certos.

Gastaremos todo o nosso tempo para que você tenha um mapa completo do que há de mais rentável no universo dos fundos de investimento, em especial, os multimercados.

Sua única tarefa será ler os relatórios uma vez por semana e seguir as nossas recomendações.

Explicarei tudo de forma clara e objetiva para que não tenha nenhuma dificuldade.

Você certamente já percebeu a relevância deste serviço e talvez imagine que cobraremos uma fortuna por ele.

De jeito nenhum.

Queremos que esse material chegue ao maior número possível de pessoas.

E que elas ganhem dinheiro, assim como você. Não há segredo nenhum nisso.

Nós, da Empiricus, a primeira e maior casa de análises independente do Brasil, ganhamos dinheiro apenas se você também ganha.

Em um movimento que se traduz, certamente, em mais demanda de sua parte por nossos conteúdos e recomendações de valor.

Por isso, reconhecemos o potencial dos fundos multimercado neste momento.

E decidimos preparar uma condição muito especial para você aproveitá-lo na íntegra.

Com a série, você terá direito, além da lista completa e detalhada dos 7 Fundos Multimercado para ganhar dinheiro na virada dos juros:

– Relatório mensalOs Melhores Fundos de Investimento, por Luciana Seabra;

– Atualização semanal;

– Relatório Especial: Os Fundos de Ações que vão te fazer ganhar da Bolsa.

Trabalhei em bancos brasileiros e americanos por mais de 35 anos.
Como funcionário, enfrentei inúmeras vezes crise de consciência em recomendação de produtos a clientes…
Indo direto ao ponto, seus artigos são claros e acessíveis até a leigos. A alegria de dar boas vindas a uma opinião qualificada, vinda de uma empresa isenta, é imensa! Muito sucesso!
Antonio J.

Para que não lhe falte nada, você também receberá outros dois conteúdos especiais:

– Vídeo: Guia para Investir em Fundos

– Relatório: Fundos DI bons e baratos: a sua sala de espera

E, para que tenha todas as suas dúvidas respondidas, preparamos também um…

Webinar ao vivo

A série Os Melhores Fundos de Investimento já é um sucesso entre os assinantes da Empiricus.

As dúvidas não param de chegar à nossa caixa de e-mails:

  • Eu já tenho o fundo X, do banco Y. Ele é bom?
  • Compro ações diretamente ou invisto num Fundo de renda variável?
  • Qual fundo você me recomenda para aproveitar a alta da Bolsa?

Para esclarecer dúvidas como essas, organizaremos um webinar ao vivo em que eu falarei um pouco sobre o panorama atual, mostrarei em quais fundos você pode investir e responderei às principais dúvidas.

Todos os assinantes do Melhores Fundos receberão o convite por e-mail e poderão acompanhá-lo ao vivo na tela do computador.

Caso você não tenha disponibilidade de acompanhar o webinar, não tem problema. O vídeo ficará disponível na sua página de assinante.

Basta entrar nela e acessá-lo.

Trata-se de uma oportunidade imperdível de orientação coletiva, cujos benefícios já compensam o valor de toda a assinatura.

Que ótima a iniciativa de falar de fundos! Bem-vinda.
Você será a melhor seção da Empiricus. O brasileiro investe mesmo é em fundos, e isso não vai mudar no curto prazo…
Leonardo R.

Já estou aguardando o Leonardo no novo webinar.

E você também, leitor.

Mas, afinal, quanto custa para ter acesso a tudo isso?

Para receber todo o respaldo a seus investimentos em fundos multimercado – e também fundos DI, de ações, cambial, Previdência Privada e outros –, basta efetivar a assinatura do Melhores Fundos de Investimento por uma condição mais que especial.

Falo de apenas R$ 12 por mês no plano anual, com mais 10% de desconto no pagamento à vista.

Observe que se trata de um valor irrisório diante da possibilidade de multiplicar por muitas vezes o seu patrimônio.

Custa menos que dois sucos de laranja em qualquer padaria.

Ou quatro cafezinhos. Aqueles que você poderia estar tomando enquanto espera ser atendido pelo gerente no banco.

Você se lembra de ter adquirido algo tão barato em prol da sua vida financeira nos últimos anos?

Não tenho dúvida: quando você usufruir das altas rentabilidades dos fundos recomendados, perceberá que esta assinatura terá sido um dos grandes investimentos de sua vida.

Por isso, o melhor momento para aderir à nossa série é agora.

E você não tem risco algum em apenas experimentar.

Oferecemos reembolso TOTAL do valor pago caso devolva a assinatura nos primeiros 20 dias.

Mas eu posso cancelar a assinatura com direito a reembolso mesmo depois de ter acesso a todos os 7 Fundos Multimercado?

Isso mesmo.

Temos tanta confiança na qualidade do conteúdo que oferecemos que decidimos correr o risco de você cancelar a assinatura em 20 dias e com a lista dos 7 Melhores Fundos na bagagem.

A série Melhores Fundos de Investimento é a mais completa do setor do mercado.

Para você enriquecer de forma consistente com os melhores fundos.

Estarei ao seu lado para ajudá-lo.

Portanto, não perca mais tempo.

Comece agora mesmo a tirar máximo proveito da virada dos juros no Brasil.

Estou certa de que o seu bolso e o seu patrimônio agradecerão.

 

 

Um abraço,
Luciana Seabra

_

Três anos para você lucrar o máximo

Temos 20 analistas líderes em performance, 100% dedicados a levar até o leitor as principais ideias de investimento.
Mas essas ideias só funcionam integralmente se você consegue casar com elas – ou seja, carregá-las durante prazos relevantes.
Pensando nisso, fizemos uma pesquisa amostral junto à nossa base de leitores, formada desde a fundação da Empiricus, em 2009.
Os resultados dessa pesquisa podem ser resumidos em uma importante conclusão:
Os maiores ganhos são obtidos por leitores que carregam as posições recomendadas por três anos ou mais.
Nada impede que você faça trades de um mês ou de um ano; essa decisão cabe exclusivamente a você, de forma autônoma.
Estamos apenas informando, com base na pesquisa, que a persistência costuma ser muito bem recompensada pelo mercado.
Quanto mais você sustenta suas convicções de investimento, menores os custos, menores os riscos e maior o retorno final.
De forma a incentivar o alinhamento temporal mais lucrativo para nossos leitores, os analistas da Empiricus atropelaram o departamento de marketing e criaram um plano promocional.
Convencidos do ganha-ganha, os sócios Caio, Felipe e Rodolfo assinaram embaixo.
Decidimos por garantir o Acesso Vitalício a esta e outras séries da Empiricus pelo preço equivalente a apenas três anos de assinatura.
Não estamos fazendo caridade.
Como somos analistas independentes, o seu melhor interesse é também nosso melhor interesse.
Lucramos na exata medida em que nossos leitores lucram.

 

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar o seu destinatário sobre matérias relacionadas a economia, finanças e investimentos. A Empiricus se exime de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos que o destinatário de seus conteúdos tiver em decorrência da sua tomada de decisão. Embora a Empiricus forneça informações sobre investimentos, fundamentadas sob avaliação criteriosa, não se pode antecipar comportamentos. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A Empiricus é uma publicadora de conteúdos, totalmente dissociada do sistema de distribuição de valores mobiliários, e, por conseguinte, não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes eventualmente aplicados. A Empiricus zela pelo direito de privacidade dos seus leitores.


A Empiricus foi fundada em 2009 com um objetivo: levar conteúdos financeiros independentes
e de qualidade para a pessoa física.

Hoje, nossa equipe conta com mais de 200 colaboradores.
Afinal, somos uma empresa de pessoas e produzir conteúdo relevante para a sua vida financeira não é tarefa fácil.

Mas a Empiricus não é apenas a sua equipe, somos os mais de 180 mil assinantes das publicações.
Para conhecer algumas dessas histórias, acesse https://www.empiricus.com.br/depoimentos

Se quiser saber mais sobre a Empiricus, acesse nosso site em www.empiricus.com.br ou envie um email para relacionamento@empiricus.com.br.

A Empiricus apoia

 

Uma empresa associada à Agora Companies


Maior grupo de publicações financeiras do mundo, com mais de 2.700.000 assinantes

Empiricus
CNPJ 11.431.155/0001-07
Copyright © 2009 – 2019

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3.477
Torre B - 10º Andar
CEP 04538-133 - Itaim Bibi - São Paulo

Relacionamento com o assinante
Telefone(s): 4003-3117 | 4003-3118
(ligação local)