Olá, Nome

Permita-me um minuto de seu tempo enquanto passeamos juntos por uma livraria típica.

Dentre os títulos de maior destaque, logo na entrada, você encontra dois ou três best-sellers de Economia, Finanças Pessoais ou Investimentos.

Obras clássicas no estilo de “Pai Rico, Pai Pobre”, “Quem Mexeu No Meu Queijo?” e “O Investidor Inteligente” atraem a atenção imediata do leitor que ambiciona multiplicar seu próprio patrimônio.

Você pega um desses livros na mão, lê a orelha, investiga o sumário, abre numa página qualquer, se anima com o parágrafo aleatório e decide levar.

Afinal, nenhum dinheiro é mais bem gasto do que aquele dedicado à própria educação.

Conheço bem esta história, pois já estive nesta livraria antes.

Aos 16 anos, roubei da cabeceira do meu irmão o “Quem Mexeu No Meu Queijo?”.

Foi uma leitura rápida, repleta de metáforas de auto-ajuda baseadas em ratos, anões, labirintos e queijos.

Não tinha certeza se era uma história para crianças ou para adultos, mas nada disso me fez parar.

Em duas horas, eu havia devorado o livro quase sem perceber.

Três anos depois, meu melhor amigo de faculdade me emprestou o “Pai Rico, Pai Pobre”.

As metáforas de Robert Kiyosaki não tinham mais ratos ou queijos, e assustavam por revelarem um contexto real demais para mim.

Na época, eu sonhava em ser professor e, sem me dar conta, idealizava uma trajetória bastante parecida com a do Pai Pobre.

 

Talvez isso tenha me impelido a buscar meu primeiro estágio remunerado, onde conheci o clássico “O Investidor Inteligente”, de Benjamin Graham.

Ben Graham foi o grande mentor intelectual de Warren Buffett – o que, por si só, já garantiria a alcunha de “avô do value investing”.

Sua obra tem status bíblico no mundo financeiro, propondo um método universal de escolha de ativos financeiros, comparando-se valor intrínseco com preço de mercado.

A capa da tradução brasileira fala em ganhar dinheiro na Bolsa, mas a abordagem de Graham é perfeitamente replicável às mais variadas classes de ativos.

Tenho claro para mim que aprendi muito com esses três livros.

Lições que a vida me ensinaria de forma dura e dispendiosa foram mais facilmente digeridas sobre o conforto de uma poltrona, imaginando ratos famintos, pais ricos ou avôs sábios.

No entanto, nenhuma dessas leituras me tornou instantaneamente mais rico, nem saciou minha curiosidade financeira.

Logo depois de devolver cada livro à estante, eu continuava com o mesmo saldo bancário de antes e com um apetite por conhecimento ainda maior.

Eu obviamente não estava aprendendendo a ficar rico com livros, por um motivo muito simples:

Livros não existem para fazer você ficar rico.

Mas eles certamente não atrapalham.

Em especial, livros sobre investimentos oferecem uma virtude incomparável: eles permitem que fiquemos ricos ou pobres com o dinheiro dos outros, e felizes ou tristes com as histórias dos outros.

A amostra mais direta dessa comunhão entre letras e cifras provavelmente vem da já citada relação entre Benjamin Graham e Warren Buffett.

Quando “O Investidor Inteligente” foi lançado, em 1949, Buffett se apaixonou imediatamente pelo texto, lendo e relendo seus capítulos por diversas vezes.

Daí nasceu sua determinação de estudar na Columbia Business School, onde viria a ter aulas com o próprio Graham, destacando-se como o melhor aluno da classe.

Em 1954, a exemplar performance acadêmica abriria portas para que Buffett viesse a trabalhar na firma de Benjamin Graham, a convite do professor.

Foi lá que Buffett aprendeu todos os principais fundamentos que o transformariam, décadas depois, em um dos homens mais ricos do mundo.

No fim das contas, tudo isso por conta de um livro!

Logo, como eu disse, livros não existem para fazer você ficar rico, mas também não atrapalham.

Não ocorre necessariamente uma relação de causalidade, mas é impressionante a coincidência entre grandes leitores e grandes riquezas.

Dentro da lista atualizada dos mais ricos da Forbes, Warren Buffett só perde para duas pessoas.

A esta altura, acho que não é surpresa para você que Jeff Bezos (o fundador da Amazon) e Bill Gates (o fundador da Microsoft) são dois indivíduos aficionados por livros.

Bezos começou a Amazon exatamente como um e-commerce de livros.

E não é à toa que ele desenvolveu o Kindle como o leitor digital mais popular.

Casado com uma escritora, Bezos sempre adorou ler, desde criança. Era chamado de nerd na escola, por estar sempre carregando livros.

Quem hoje se arrisca a fazer bullying com o homem mais rico do mundo?

Um dos títulos preferidos de Bezos é também referência para os fundadores da Empiricus: “O Cisne Negro”, de Nassim Taleb.

É um livro que fala de eventos raros, de alto impacto e completamente imprevisíveis – que podem mudar drasticamente suas finanças e sua vida.

Por exemplo: agora a Microsoft parece um caso óbvio de sucesso. Mas e quarenta anos atrás? Era tão óbvio assim?

A Rotina de Bill Gates

Bill Gates se aposentou do cargo de CEO da Microsoft, mas não consegue ficar parado.

Entre suas atribuições corporativas e suas iniciativas filantrópicas, Gates encontra tempo para ler, religiosamente, pelo menos uma hora por dia.

A rigor, ele lê uma hora por noite, como um ritual sagrado.

Pouco depois de o sol se por, o segundo homem mais rico do mundo pede licença à esposa, aos filhos, entra em sua biblioteca pessoal, senta na poltrona, abre um livro, mergulha no silêncio e simplesmente lê.

É assim que Gates exercita seu cérebro rotineiramente.

Sua larga experiência como leitor o inspirou inclusive a sintetizar quatro passos fundamentais para criar uma rotina bem-sucedida de leitura.

Passo 1 > Você tem que garantir que está se concentrando de fato.

É muito fácil passar o olho pelas palavras e frases de um livro, distrair-se e não assimilar de fato o que está sendo dito ali.

Para evitar esse risco, Gates sugere tomar notas, grifar trechos preferidos ou certificar-se de que você está pensando sobre o que lê, mesmo que isso demande pausas naturais durante o processo de leitura.

Passo 2 > Não comece aquilo que você não vai terminar.

De pouco adianta ir até o final de um livro só por obrigação. Idealmente, você tem que aproveitar o processo como um todo, e até se sentir “triste de saudade” quando chega à última página.

Há milhares de livros à sua disposição. Isso significa que você tem muitos graus de liberdade para escolher apenas aqueles livros que realmente lhe interessam.

Passo 3 > Verifique qual é o meio que se adapta ao seu gosto.

Assim como Gates, algumas pessoas preferem livros impressos. Elas gostam de apreciar a capa, tatear as páginas e sentir o cheiro do papel. Afinal, o livro nasceu como um objeto que tem alma – é essa a experiência que queremos oferecer na Empiricus Books.

Outras adoram a praticidade de leitores digitais como o Kindle. São perfeitos para carregar consigo e para viagens nas quais peso e volume importam bastante.

E um terceiro grupo se alterna entre a leitura impressa e a leitura digital, conforme a ocasião.

Não há um meio indiscutivelmente melhor que os demais. O importante é que você extraia o máximo da experiência de leitura por meio de seu formato preferido.

Passo 4 > Reserve uma hora em sua agenda.

Você realmente deve “sequestrar” um período de sua agenda que seja exclusivo para você e seu livro.

Obviamente, não estamos falando necessariamente dos 60 minutos estipulados por Gates, mas 5 ou 10 minutos também não bastarão para você atingir o ritmo de concentração ideal.

Ao contrário de posts do Facebook ou vídeos do Youtube, livros carecem de um pouco mais de atenção contínua.

Em compensação, proporcionam um aprendizado muito mais profundo que o de 140 caracteres.

Por experiência própria, posso dizer que os quatro passos de Bill Gates funcionam extremamente bem, pois esta é uma rotina que eu mesmo estou adotando.

Não tenho uma biblioteca em sala reservada, e os compromissos profissionais ou familiares por vezes competem com minha hora sagrada da leitura.

Mas mesmo que eu leia por 30 minutos, quatro vezes por semana, já tenho algo que me faz muito bem.

Desde que concluí o mestrado em 2010, eu sentia falta de um momento formalmente reservado ao estudo.

Tentei fazer alguns cursos presenciais, mas, na maioria das vezes, eles não compensavam o esforço de logística em uma cidade como São Paulo, estavam repletos de encheção de linguiça e não eram adaptados à minha própria agenda.

Quando me dei conta, estava exausto, gastando duas horas de locomoção adicional para ter, na melhor das hipóteses, 20 minutos de conteúdo útil.

Isso resultava quase sempre em frustração com o estudo, quando, na verdade, minha frustração decorria da forma de estudo; uma forma que não combina mais com meu estado atual de vida.

Emprestando a rotina simples de Gates, consegui satisfazer essa aspiração pessoal sem perder tempo, sem me cansar à toa e praticamente sem gastar dinheiro.

Aliás, outra vantagem dos bons livros é que são infinitamente baratos perto do conteúdo e da experiência que proporcionam.

Preenchendo o Quinto Passo

Comentando com meus amigos sobre como essa rotina de leitura funcionou perfeitamente para mim, deparei-me com um desafio adicional.

Vários conhecidos compartilhavam da minha frustração com formas de estudo tradicionais, feitas apenas para rechear currículos.

E todos viram muito sentido nos quatro passos inteligentemente organizados por Bill Gates.

Porém, faltava ainda responder uma questão fundamental, uma espécie de quinto passo necessário.

Como escolher os livros?

Nem sempre a fartura é uma benção.

Você entra numa livraria ou navega nas ofertas da Amazon e encontra centenas de títulos aparentemente interessantes.

Contudo, o mais provável é que apenas um ou dois deles lhe farão se sentir triste de saudade ao virar a última página.

A vasta maioria cairá na armadilha de começar o que não vai terminar, induzindo a uma quebra da rotina.

Então, precisamos de alguma ajuda para escolher os melhores livros.

Para que essa rotina seja bem-sucedida, não podemos simplesmente escolher títulos pela capa, ou só por que estão na lista dos mais vendidos.

No escopo de Economia, Negócios, Finanças e Investimentos, esse é um desafio ainda maior.

Os livros financeiros frequentemente pecam por se situarem em dois extremos.

De um lado, obras acadêmicas chatíssimas, repletas de gráficos, tabelas e equações, que deveriam ser indicadas apenas a leitores com problemas de insônia.

De outro, guias milagrosos de capas coloridas, que mais parecem com a seção de auto-ajuda.

Presos entre essas duas estantes pouco convidativas, meus conhecidos começaram a pedir dicas de livros para mim.

Pensei: “ok, eu até posso dar algumas dicas, mas não conheço todos os bons livros de Finanças, e nada garante que a minha opinião seja soberana”.

Foi quando concluí que precisávamos de uma solução mais robusta e mais profissional, que pudesse atender a milhares de leitores na mesma situação.

Passei a imaginar um clube que incluísse:

✓ Livros financeiros que não sejam acadêmicos, nem de auto-ajuda;

✓ Obras escolhidas cuidadosamente por especialistas do mercado.

✓ Edições exclusivas para os membros assinantes;

✓ Títulos inéditos nas livrarias nacionais. 

Entramos em contato com diversas editoras, negociamos os direitos internacionais de obras especiais, estudamos a diagramação, a impressão em alta qualidade e planejamos a logística de entrega.

Tudo isso exigiu um grande esforço dos envolvidos, mas foi o que tornou possível a existência da Epiricus Books®.

Imagino que nossos leitores estejam igualmente contentes com este projeto, pois ele nasceu também de pedidos vindos diretamente do público que acompanha nossas newsletters e redes sociais.

Como funciona a Empiricus Books

Ao se tornar membro-leitor da Empiricus Books, você receberá em casa livros que vão ajudá-lo em seu projeto de criação de riqueza.

Nos baseamos em curadoria especializada e buscamos edições especiais, inéditas em livrarias.

Também vamos dispensar os textos acadêmicos e os títulos muito técnicos, de leitura difícil e monótona.

Até pelo espírito de nossa empresa, queremos ter na biblioteca apenas títulos disruptivos, provocadores e que nos estimulem genuinamente a pensar.

Como exemplo concreto, a primeira surpresa enviada neste ano para quem entrou no Clube desde início foi escolhida pessoalmente por mim. Nosso livro de estreia, até então, era inédito no Brasil e havia acabado de ser lançado nos Estados Unidos.

Nosso primeiro livro, Um home mpara qualquer mercado, recebeu elogios do The Wall Street Journal, tornando-se assunto obrigatório nos centros financeiros globais:

“O autor faz um relato delicioso de sua evolução de professor universitário a jogador e gestor de hedge funds. Ao longo da narrativa, aprendemos lições importantes sobre o funcionamento dos mercados e sobre a lógica dos investimentos”.

Em seguida, trouxemos o também ainda inédito em livrarias, Princípios, do Day Dalio, para os participantes do clube.

Os assinantes ficaram muito satisfeitos com o resultados:

Como você pode ver, começamos a todo vapor.

Daí em diante, nos comprometemos a manter esse nível elevado, pois já estabelecemos parcerias únicas com as maiores editoras do Brasil.

Na sequência do primeiro exemplar, enviado em até 30 dias a partir da assinatura, você receberá outros 5 livros. Seu plano é anual. No total, são 6 entregas, uma a cada bimestre. E os envios ocorrerão sempre nos meses pares.

Todos os títulos terão uma edição especial e exclusiva para a Empiricus Books.

Junto, você receberá um marcador de páginas desenhado especialmente para a obra e uma cinta para reunir a coleção no mesmo canto de sua prateleira.  

Inscrevendo-se agora, você garante a assinatura anual por apenas seis parcelas de R$ 54,98.

Esse valor já inclui as despesas com envio para qualquer lugar do Brasil.

Ao se tornar membro pioneiro, você vai receber:

✓ Um livro surpresa a cada bimestre;

✓ Eventualmente, obras inéditas no Brasil;

✓ Foco em construção de riqueza;

✓ Edições exclusivas;

✓ Tiragens limitadas;

✓ Frete grátis;

✓ Marcadores de páginas;

✓ Vídeos explicativos sobre os livros escolhidos;

E mais!

Estou certo de que você adorou o histórico de livros já enviados e gostaria de tê-los em sua prateleira também.

Por isso, ao assinar a Empiricus Books, você garante acesso uma loja exclusiva, em que você pode adquirir todos os exemplares anteriores do clube e deixar sua coleção completa.

Você ainda pode dar o seu livro favorito de presente para alguém que também goste de ler e de ganhar dinheiro.

Quero Ser Membro da Empiricus Books

Ficaremos muito honrados com sua presença no primeiro clube de livros com foco em criação de riqueza.

Também queremos, se você permite, lhe pedir algo.

Caso conheça alguém que goste de ler e tenha uma meta de construção de riqueza, repasse este convite.

Quanto mais pessoas estiverem conosco, melhor. Será mais construtivo.

Desejo-lhe boas leituras.

E até a próxima edição!

Um abraço,
Rodolfo Amstalden

 

 

Informações Importantes:

Os conteúdos da Empiricus visam informar sobre possibilidades de lucro financeiro sugeridas na forma de diferentes estratégias de investimento, eximindo-se a empresa de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do assinante em decorrência da tomada de decisão deste. Embora a Empiricus forneça sugestões pontuais de investimento, fundamentadas pela avaliação criteriosa de especialistas certificados, não se pode antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados mas não eliminados. A Empiricus alerta para que nunca sejam alocados em renda variável aqueles recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do assinante. A empresa não realiza intermediações financeiras, por conseguinte não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, delegando ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Para assegurar a imparcialidade na avaliação dos investimentos, a Empiricus não recebe patrocínios nem veicula publicidade que não a de seus próprios conteúdos. Pessoas que têm dificuldades com limites devem procurar aplicações mais estáveis, como a renda fixa. A título de elevação dos padrões fiduciários e promoção das melhores práticas do mercado, os sócios da Empiricus têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos sugeridos. A empresa zela pelo direito de privacidade dos seus leitores. Quando necessário, seus dados pessoais são alterados com o objetivo de proteger as identidades. No entanto, o conteúdo dos depoimentos apresentados é sempre e garantidamente fidedigno. A presente nota não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.


A Empiricus foi fundada em 2009 com um objetivo: levar conteúdos financeiros independentes
e de qualidade para a pessoa física.

Hoje, nossa equipe conta com mais de 200 colaboradores.
Afinal, somos uma empresa de pessoas e produzir conteúdo relevante para a sua vida financeira não é tarefa fácil.

Mas a Empiricus não é apenas a sua equipe, somos os mais de 180 mil assinantes das publicações.
Para conhecer algumas dessas histórias, acesse https://www.empiricus.com.br/depoimentos

Se quiser saber mais sobre a Empiricus, acesse nosso site em www.empiricus.com.br ou envie um email para relacionamento@empiricus.com.br.

A Empiricus apoia

 

Uma empresa associada à Agora Companies


Maior grupo de publicações financeiras do mundo, com mais de 2.700.000 assinantes

Empiricus
CNPJ 11.431.155/0001-07
Copyright © 2009 – 2019

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3.477
Torre B - 10º Andar
CEP 04538-133 - Itaim Bibi - São Paulo

Relacionamento com o assinante
Telefone(s): 4003-3117 | 4003-3118
(ligação local)